10 emocionantes audições às cegas do The Voice Brasil

Confira a lista com emocionantes 10 audições às cegas do reality The Voice Brasil.

Oi, Boxers!!! Vocês estão curtindo o The Voice Brasil? NÓS TAMBÉM! É tão bom ligar a TV na quinta a noite e escutar uma boa música, não é? Já na sua quarta temporada, o programa agora passa pela sua fase de audições às cegas, momento em que numa só música eles precisam mostrar toda a sua capacidade e talento — em um pouco mais de 1 minuto e meio.

Nos últimos 3 anos o reality nos deliciou com versões incríveis de músicas brasileiras e internacionais para todos os gostos, e por isso, a Lista vai relembrar alguns momentos especiais dessa fase do programa. Como não dá para incorporar os vídeos da Globo aqui, basta clicar aí no link acima da foto, ok? Se liga:

Liah Soares — As Rosas Não Falam

Mesmo com música em novela, sucessos como a parceria com Tiziano Ferro em Sere Nere e compondo canções que bombaram em outras vozes (como a ótima Desperdiçou, de Sandy e Júnior), Liah resolveu dar outra chance a si mesma na primeira temporada do The Voice Brasil, em 2012. A paraense arrasou numa versão super criativa desse hino de Cartola e se garantiu na virada das 4 cadeiras. Sua voz, cheia de recursos, encaixou perfeitamente em cada nota. Foi impecável. Ela é um deleite de ouvir!

Ju Moraes — Amado

A liberdade criativa que o formato do The Voice Brasil proporciona aos seus participantes é incomparável. E é principalmente nas audições às cegas que eles recebem a chance de provar a sua inteligência na escolha da música e do arranjo. A Ju fez essa versão alegre e linda de uma letra melancólica da Vanessa da Mata e virou 3 cadeiras com o seu samba contagiante. Com controle vocal único e sorrisos de sobra, Ju deixou sua marca.

Lorena Lessa — Por Enquanto

lorena lessa

Com uma voz macia mas coberta de técnica e claros anos de estudo, Lorena despontou na sua audição já como favorita ao lado de Ellen Oléria e Liah Soares. Um deslize na fase ao vivo acabou deixando-a no caminho, mas independentemente disso, a sua apresentação com a música de Cássia Eller sempre será lembrada pela emoção que ela conseguiu transmitir com tanta simplicidade. Finalista ou não, valeu muito a pena escutá-la, e só esses 90 segundos já teriam sido suficientes para ela ser considerada uma verdadeira artista.

Marquinho Osócio — Namoradeira

marquinhos osócio

É voz de peito que vocês querem? É voz de peito que o Osócio tem. Todo o charme do seu estilo envenenado seria mostrado muitas outras vezes ainda naquela temporada, mas foi logo na primeira impressão que ele deixou claro que seria uma pedra no sapato dos concorrentes. Com um senso rítmico apurado e de cantar muito agradável, Marquinho ainda apareceu no SuperStar com a banda Eletronaipe.

Sam Alves — When I Was Your Man

Saindo da voz de peito do carioca para a voz de cabeça do cearense, Sam jogou na cara do The Voice US o desperdício que eles fizeram não o aprovando. Com afinação e transições impressionantes, ele explorou as diversas habilidades da sua voz e arrastou 4 cadeiras que imploraram para tê-lo, provando que dá para fazer muita coisa com 2 oitavas e 6 notas. É nessa apresentação que se encontra o limite do alcance de Sam: um G5 (Sol) aos 1 minuto e 26 do vídeo. Apostou alto e quebrou a banca.

Rully Anne — Don’t Stop Believin’

rully ann

Quem não gosta de um bom drive numa garganta poderosa, não é? Num país tão grande e com tantos talentos notáveis, ter uma voz diferenciada é desafio pra gente grande. Foi o caso dessa alagoana, que chegou ao The Voice Brasil mostrando que além da sua marca registrada, a rouquidão natural, tinha também muita projeção de voz e bastante presença de palco. Ela nos presenteou com diversas apresentações excelentes, mas a primeira a gente nunca esquece, né? Ainda mais com uma música dessa…

Rafael Furtado — Don’t Look Back In Anger

rafael furtado

Ainda nas vozes rockeiras do nosso amado Nordeste, o Rafael também despejou rouquidão de sobra na sua audição numa escolha de repertório inteligentíssima. Com um estilo bem próprio, ele martelou a cabeça de todas as notas numa música que seria fácil de se deixar ofuscar pelo instrumental potente. Além disso, com um sorriso desse, o galã pernambucano mostrou uma das qualidades do The Voice: você pode ser bonito… mas precisa cantar muito para que os jurados vejam isso.

Lucy Alves — Qui Nem Jiló

lucy alves

Pra fechar o nosso quarteto nordestino da segunda temporada, a elegância discreta de Lucy Alves conquistou o país, com o seu som de raiz e escolhas sempre bem interpretadas. Nessa audição, Lucy levou sua melhor amiga e companheira de todas as horas: a sanfona. Deu um toque muito mais intimista e belo para a apresentação, mostrando a versatilidade do talento que corre nas veias. Mais tarde, para a nossa sorte, descobrimos que Lucy é uma multi-instrumentista de mão cheia.

Nonô Lellis — Fighter

Com 16 aninhos, a Nonô mostrou que maturidade vocal não tem nada a ver com idade. Sempre dando aula de respiração e versatilidade, ela era uma força da natureza no palco, largando a voz a queima roupa sem se deixar atrapalhar pela emoção, apesar do nervosismo notável em algumas apresentações. Sem dúvida, uma das participantes mais queridas com uma das audições mais surpreendentes. Me lembra Hollie Cavanagh do American Idol: pequeninha como uma caixa de som.

Isadora Morais — At Last

isadora

O grande erro de Isadora foi não ter seguido na música clássica ou pelo menos não ter escolhido, dentro da música popular, canções que lhe permitissem ser lembrada como uma cantora lírica. Independente disso, fincou sua estrela na calçada da fama do The Voice Brasil com essa performance épica de At Last. Pura, limpa, com coloraturas e belts fáceis de agradar qualquer tipo de ouvido, Isadora mitou e merecia ter tido mais destaque. (Não sei quanto ela tem de extensão, se algum leitor poder me informar para eu colocar aqui, agradecerei).

Foi isso, meu amigo! Não esquece de compartilhar com a gente aqui no Box de Séries as audições que vocês amaram nessas 3 temporadas. Tô louco pra saber! E claro, continuem acompanhando a quarta temporada na TV e aqui no nosso site.

Abração e ótima semana!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER