16 games de 2015 que continuaremos jogando pra sempre

Que tal relembrar os melhores games de 2015, aqueles que continuaremos a jogar pela vida toda?

Com certeza você levará para a vida alguns games de 2015! E por isso montamos uma lista com os melhores do ano.

Esse post faz parte de nossa retrospectiva. Já vimos as personalidades do ano e até como 2015 foi o ano das mulheres. Listamos todas as histórias publicadas este ano e que precisamos ler, e também as séries que marcaram o ano. É claro que os melhores filmes também foram relembrados, e os destaques musicais não poderiam ficar de fora.

Como nem tudo são flores, separamos os momentos da TV que queremos esquecer e também os filmes que nos decepcionaram. Faltavam os games. Faltavam!

Star Wars Battlefront

Já se imaginou nos campos de batalha da luta galática dos rebeldes contra o império? Visite diferentes cenários da saga original de Star Wars e lute comandando personagens clássicos da série. As imagens são de realismo impressionante. O game traz vilões poderosos, novas armas e naves sensacionais.

Halo 5 Guardians

Olhe esse trailer do gameplay e me diga se ainda precisa explicar alguma coisa? É um dos vídeos mais empolgantes que um fã de games poderia ver. E não fica só pelo vídeo, já que o jogo consegue ser viciante. Para quem gosta dd jogo de tiro em primeira pessoa, a franquia da Microsoft conseguiu chegar a um nível incrível. Alguns criticaram a narrativa de Halo 5. Mas vamos ser sinceros! A gente só quer dar tiros e destruir o que vier pela frente.

Batman Arkham Knight

Ainda que emule muito todo o sistema básico de Assassins Creed, com seu sistema de missões, Batman Arkham Knight é sim um dos melhores games do ano. Toda a história se conecta com a mitologia de Arkham e é interessante ver como as missões se conectam. Após a captura de Coringa, Gotham é assolada por um novo vilão que promete soltar os maiores medos da população se a cidade não for evacuada. Cabe ao Batman colocar ordem na bagaça. Ainda bem que ele tem um batmóvel e aquele cinto de utilidades!

Until Dawn

Pela primeira vez você poderá jogar um filme de terror. Com roteiro similar a clássicos medonhos do cinema como Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado, ou Premonição, controle oito adolescentes que retornam ao local em que vivenciaram uma das piores experiências de suas vidas: a morte de duas irmãs, provocada por uma brincadeira besta destes mesmos adolescentes. O mecanismo é de decisões. Você não precisa ter muita habilidade com mira, nem nada do tipo. Escolha o que o personagem deve fazer e encare o que o destino guarda para ele. O elenco conta com Hayden Panettiere e Rami Malek.

Bloodborne

Bem-vinda a uma assombrada era vitoriana, com obscuras ruelas carregadas pela fumaça da revolução industrial, sob a luz do luar. Mas esta não é uma noite qualquer. É a Noite da Caçada, quando criaturas horrendas tomam conta desse mundo e você precisa destruí-las. Os gráficos não são tão bem acabados. Mas é daqueles games que vicia. Quanto mais você morre, mais você quer voltar e completar a missão.

The Witcher 3

Um mundo aberto como nunca antes visto, com múltiplas regiões. Uma história que prende a atenção do jogador. Um herói poderoso, que nos acostumamos a acompanhar já há duas aventuras. Os gráficos mais impressionantes que você já viu. E o fim de uma lenda, com o game final. The Witcher 3 é possivelmente um dos melhores games que você já jogou.

Super Mario Maker

Já pensou como são criadas as fases dos games do Mario, o mascote da Nintendo? A questão é, para que pensar se você pode fazer? Em Super Mario Maker você constrói suas fases e ainda pode compartilhar com outros jogadores de todo mundo. Aliás, você não apenas constrói o game, como desconstrói tudo o que conhecemos de Super Mario, já que é possível “mudar” algumas regrinhas básicas do jogo. É empolgante pois a cada vez que você joga, novas possibilidades surgem. Cuidado para não viciar!

Rise of the Tomb Raider

Achou que estava livre de Lara Croft? Se enganou. Neste game de origem descobriremos como Lara Croft se transformou na Tomb Raider que conhecemos em tantos títulos. O lançamento exclusivo do Xbox nos levará a uma das primeiras aventuras da heroína na tentativa de descobrir o segredo que mais assombrou seu pai. Com a vantagem de não ter os loadings, o novo game ainda é três vezes maior que o anterior. Chega ao Playstation 4 no fim de 2016 e em janeiro para PC.

Life is Strange

Esqueça os gráficos super detalhados. Ok, pode ser difícil já que você vai ver isso durante todo o game. Mas se prestar mais atenção à história e na técnica do game, vai se entusiasmar com Life is Strange e seus mistérios. Max é uma jovem, só que ela não é como as outras. Ela pode controlar o tempo e com isso, mudar tudo. Ela usará suas habilidades para descobrir o que aconteceu com Rachel, uma garota que desapareceu sem deixar rastros. O jogo adota a divisão por em episódios e por temporada, como é nas séries que tanto gostamos. Life is Strange fez tanto sucesso que já tem a segunda já foi confirmada.

Sunset Overdrive

Faça o impossível e sinta-se como um praticante de parkour em Sunset Overdrive. Em 2027, uma empresa lançou um energético que acabou trazendo um efeito colateral mutante sobre toda a população. Agora você terá que correr pelas paredes, escorregar por cabos de energia e derrotar monstros mutantes com um canhão de ursinhos de pelúcia recheados com dinamites, além de líderes de facções nerds-bizarras. Um universo colorido e divertido que muda para sempre o conceito de game pós apocalíptico.

Saint Seiya Soldiers Soul

Entrando no hype do Anime Soul of Gold, a Bandai Games decidiu trazer aos games um grupo de personagens clássicos amadas pelos fãs de Cavaleiros d Zodíaco. Os Guerreiros Deuses. Mas alguém se empolgou e colocou no game não apenas os protetores nórdicos de Odin, mas também os marinas de Poseidon e os espectros de Hades, além de alguns cavaleiros de prata. Os gráficos não são lá essas coisas, mas simulam bastante o traço do anime. Mas quem é fã com certeza se animará para uma lutinha.

Metal Gear Solid V

Hideo Kojima deixou a Konami. Mas antes ele nos deixou essa obra de arte dos games. Ambientalizado em 1984, MGSV se passa nove anos após os eventos de Ground Zeroes, jogo que serviu de aperitivo para o que viria a ser The Phantom Pain. Posto de forma simples, o enredo mostra Venom Snake acordando de um coma de nove anos e partindo para se vingar da organização responsável pela destruição de sua base. Mas o game não é só isso. Ele é um dos mais refinados do gênero, que soube ampliar mecânicas de sucesso e trazer novidades. Confira nossa crítica.

Yoshi’s Wolly World

Tome um personagem clássico da Nintendo e coloque-o em um mundo de texturas no qual o uso dessas texturas interfere no próprio cenário. Você poderá construir e destruir caminhos, avançando no jogo e derrotando inimigos. É uma fofura!

Fallout 4

Antes de começar este texto vale noticiar que tem gamer processando a Bathesda por conta de Fallout 4. Mas o motivo é o melhor de todos: o cara acusa a produtora de fazer um game tão viciante que o impede de fazer qualquer coisa que não seja jogar. Na história, estamos em 2077. As tensões entre EUA e China provocam uma guerra nuclear e governo americano constrói bunkers que são laboratórios de criogenia. Você é colocado em um deles e quando acorda, não encontra sua família. Confira nossa crítica.

Assassin’s Creed Syndicate

Chegamos à Revolução Industrial, o que deixa AC com cara de GTA, só que na era vitoriana. Suas armas são outras. E as do inimigo também. Assim, a nova peça da franquia se aproxima ainda mais dos dias de hoje, como haveria de ser. As novas dificuldades vêm com a geografia de Londres. Com carros e carroças, as ruas ficaram mais largas. Portanto, é mais difícil pular de um lado para o outro. Mas a Ubisoft trouxe uma nova interessante: uma corda com gancho que possibilita quase tudo. E por quase tudo, entenda que escalar o Big Ben é uma opção viável. Depois do fiasco que foi Unity em 2014, Syndicate é a redenção da Ubisoft 😀

Mortal Kombat X

Entre todos os jogos de luta, podemos dizer que Mortal Kombat foi o game do ano. Mesmo reaproveitando modelos base de jogos similares da Warner Games, como Injustice, este título se destaca afinal o visual é maravilhoso e a jogabilidade foi bem positiva. Além do mais, teve personagem jogável cross-over, como Jason e o Predador! Tudo a ver com o universo MK.

Faltou algum dos seus games favoritos? Então comente.

Por Caio Fochetto com colaboração da Equipe BOXPOP.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER