20 frases do inspirado Rust Cohle de True Detective

A melhor novidade desse ano, já considerada uma das melhores séries policiais de todos os tempos, um hit estrondoso. True Detective chegou para ficar.

A primeira temporada da série é focada na investigação, feita pelos detetives Rust Cohle(Matthew McConaughey) e Martin Hart(Woody Harrelson), dos crimes supostamente cometidos por um serial killer no ano de 1995 . Atualmente, o caso é reaberto e ambos são questionados pelos atuais detetives, com muitas histórias e flashbacks.

Com uma opinião forte, Rust é quem se destaca, com suas inúmeras frases. Que tal vermos vinte frases desse incrível personagem?

Rust True Detective

1 — “Este é um mundo em que nada é resolvido.”

2 — “Bem, vocês têm a confiança que deve-se ter para tirar uma alma da não-existência para essa carne. E para forçar uma vida inteira nessa lixeira. E, quanto à minha filha, ela me poupou o pecado de ser pai.”

3 — “Visão é significado. Significado é história.”

4 — “Somos coisas que operam sob a ilusão de ter um eu-próprio, essa acreção de experiência sensorial, e fomos programados para pensar que somos alguém quando, na verdade, todos são ninguém. A coisa mais honrável para nossa espécie é negar nossa programação. Parar de se reproduzir. Caminhar, de mãos dadas, até a extinção, uma última meia-noite, irmãos e irmãs deixando tudo para trás.”

5 — “A falácia ontológica de esperar uma luz no fim do túnel é o que o pastor garante, assim como o psiquiatra. O pastor encoraja sua capacidade de se iludir. Então ele fala que é uma virtude. Sempre esperando uma recompensa. E o egoísmo é tão grande, não é? ‘Certamente, isso tudo é para mim’. ‘Eu’. ‘Eu. Eu. Eu’. ‘Eu sou muito importante. Sou importante, não?”

6 — “Dias de nada. As coisas são assim quando se trabalha em casos. Dias como cães perdidos. E o tempo passa. Você sabe qual é o trabalho. Procura-se uma narrativa. Interroga-se testemunhas. Colhe-se evidências. Estabelece-se uma ordem de eventos. E constrói-se uma história dia após dia.”

7 — “Pessoas que não culpam a si geralmente são felizes.”

8 — “Transferência de medo e autoaversão a partir de um receptáculo autoritário. É catarse. Ele (Pastor Joel Theriot) absorve o pavor deles com a narrativa. Devido a isso, ele é eficaz em demonstrar a convicção que consegue projetar. Antropologistas linguistas acreditam que a religião é uma língua-vírus, que refaz caminhos no cérebro e entorpece o pensamento crítico.”

9 — “É assim desde que macaco disse ao outro: ‘ele mandou você me dar sua metade’. As pessoas têm tanto medo, que preferem jogar dinheiro em uma fonte de desejos do que comprar comida.”

10 — “É claro que sou perigoso. Eu sou policial. Posso fazer coisas terríveis com os outros sem ser punido.”

11 — “Acho que a consciência humana foi um erro trágico na evolução. Nos tornamos muito autoconscientes. A natureza criou um aspecto seu separado de si. Não deveríamos existir pela lei natural.”

12 — “Eu não durmo. Eu só sonho.”

13 — “Cumprimento e encerramento. Frascos vazios para armazenar essas… merdas abstratas. Nunca tem um fim.”

14 — “ — Rust: Marty, eu estive naquele quarto com vista para as janelas todas as noites, só de pensar, é uma história. A mais antiga delas.

– Martin: Qual?

– Rust: Luz versus escuridão.

– Martin: Bem, eu sei que não é no Alasca, mas parece-me que o escuro tem muito mais território.

– Rust: Sim, você está certo sobre isso.”

15 — “Se a única coisa que uma pessoa decente pensa é a expectativa de uma recompensa divina, então, irmão, essa pessoa é um pedaço de merda.”

16 — “Há idéias mais amplas em desenvolvimento, principalmente o que é nosso como sociedade para nossas ilusões mútuas. Catorze horas encarando cadáveres, é nisso que se pensa. Já fizeram isso? Olha-se nos olhos deles, mesmo em uma foto. Não importa se estão mortos. Você consegue lê-los. E sabem o que se vê? Eles aceitaram a morte. Não de primeira, mas no último momento. É um alívio evidente, porque estavam com medo, e agora viram, pela primeira vez, como era fácil deixar tudo para trás. E viram, no último nanossegundo, o que elas eram. E viram que todo esse drama não passava de uma presunção e uma determinação tola. E poderiam deixar tudo para trás. Ainda mais agora que não precisavam se preocupar, em perceber que toda a sua vida, todo o seu amor, ódio, lembranças e dor era tudo a mesma coisa, tendo o mesmo sonho. Um sonho que tiveram dentro de uma sala trancada. Um sonho sobre ser uma pessoa. E, como em muitos sonhos, há um monstro no fim dele.”

17 — “Você é engraçado, Marty, por ficar sensível com certas coisas.”

18 — “Rust — podemos encontrar Ledoux, mas vai ser complicado.
Martin — preciso que ela (Maggie) me dê outra chance. Se ela me desse outra chance.
Rust — posso dizer uma coisa?
Martin — pode.
Rust — isso não é da minha conta. Não quero saber disso.
Martin — desculpe…Seu canalha. Parte disso é sua culpa. Não pode entrar na minha vida criando tensões…
Rust — fiz você dormir com outra que parece a Maggie mais jovem? Fiz você se exibir? Naquela noite em Longhorn, era tão óbvio que você estava de olho nela, e ela parecia maluca para te seguir. Com toda sua manha, não sabe avistar uma louca?”

19 — “Antigamente, antes de dormir, eu ficava deitado pensando em mulheres. Na minha filha, na minha esposa. É como se alguma coisa quisesse te ferir, como uma bala ou um prego na rua. Merda. Desculpe. Eu sou de viajar. Só às vezes, quando bebo umas. Por isso gosto de beber sozinho. É um dos motivos.”

20 — “O trabalho não me deixou assim. O trabalho é meu porque eu sou assim. E eu pensava mais sobre isso, mas quando se chega a certa idade, você sabe quem é. Agora eu moro em um quartinho, no interior, atrás de um bar. Trabalho quatro noites por semana e bebo enquanto isso. E não há ninguém lá para me impedir. Eu sei quem sou. Após todos esses anos, isso é uma vitória.”

Faltou alguma? Deixem nos comentários, beleza?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

comentários

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER