24: LAD 9×03 — Day 9: 1:00pm-2:00pm

Não há como você trazer de volta as pessoas que você perdeu. Acredite. Mas você pode honrar a vida deles ajudando outros.” — BAUER, Jack

Pronto. Já temos alguém para dividir o ódio com o Mark: Adrian, o “chefe” da organização de hackers que a Chloe faz parte. Comassim esse FDP quer ferrar com a vida do Jack, gente? Aposto que ele está envolvido em alguma coisa, não é possível.

Claro que Jack, muito safo, faz a louca, começa a atirar, cria tumulto e consegue entrar na embaixada como queria para tentar falar com o tal do Tanner — o tenente que acabou sendo responsabilizado pelo disparo do drone — aliás, fiquei com a pulga atrás da orelha quando foi revelado que o David Yates falava muito o nome dele e tal. Sei lá… já acho que ele nem é tão coitadinho assim.

Mas eu estou contando a história toda de trás para frente, né? Enfim… Vamos falar da Morgan — e fica aqui registrado meu muito obrigado ao Thiago Crego que reparou que Yvonne virou uma Morgan como seu namoradinho Dexter.

Na minha cabeça, ele cansou de ser lenhador e foi para Argentina casar com ela. Daí, ela começou a trabalhar como agente da CIA e ele resolveu que estava sendo muito bonzinho e vendeu uns segredos americanos pros chineses. Acho super possível… #aloka

24 LAD 9x03

Então, voltando ao “mundo real”: a Morgan é MESMO Jack 2.0 — versão Girly Girl, né? A mulher — de novo — desobedece o chefe, nocauteia o cara e usa métodos nada ortodoxos para arrancar informações dele. Algum de vocês aí tem o contato dos produtores para fazerem um spin-off com ela? Já amo!

Agora, o melhor momento do episódio foi a Audrey jogando na cara do Mark que ele fica bossing around e, tipos, já deu, gato! Ainda quero ver tapa na cara e, quem sabe, ele sendo torturado por algum extremista (uma garota pode sonhar, ok?).

Falando um pouco do núcleo da Catelyn — acho meio uó quando tem um do lado dos malvados que fica nessas de “ai, num sei, estou com medo/preocupado/não tenho certeza de que jogar umas bombas por aí é a melhor solução para os nossos problemas”. Nêgo sabe no que tá se metendo e depois vem com essas crises de consciência?

Gosto de gente como a Catelyn (ainda não decorei o nome dela), que além de terrorista, traía o marido em nome da causa e é voyeur (e assiste a própria filha trepando com o genro). E você aí achando que sua família é meio doida…

Ah, por falar em família, temos que comentar o momento “fofo” de Jack confortando a Chloe, que contou que perdeu seu marido e filho. Sinceramente, eu nem lembrava que ela tinha casado e tinha um filho, mas daí lembrei do careca do Morris e uma lágrima escorreu no canto do olho. Eu gostava dele, gente! E sejamos honestos: qualquer que aguenta a cara de bunda da Chloe, certeza que foi direto pro céu, né? Fiquei mais aliviada quando pensei nisso.

A história continua sendo construída daquele jeitinho lindo que só 24 Horas sabe fazer. Aposto que ainda teremos muitas surpresas e já estou ficando #chatiada que só teremos 12 episódios dessa vez. E você, o que está achando do retorno da série? Comenta aí!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER