A louca trilha sonora de Crazy Ex-Girlfriend

Confira algumas das músicas que nos fizeram cair de amores por Crazy Ex-Girlfriend e as insanidades de Rebecca Bunch.

Nem um Globo de Ouro levantou a audiência de Crazy Ex-Girlfriend — mas quem não assiste está perdendo uma boa comédia.

Criada e produzida pela comediante Rachel Bloom, a série da The CW terminou sua temporada de estreia na semana passada e deixou uma série de letras e sons grudados na nossa mente. De romance a catástrofes com mensagens, passando pela auto-indulgência, a mente de Rebecca Bunch nos proporcionou nestes 18 episódios várias canções que a gente ouvia e talvez até se identificava.

Enquanto a gente espera a segunda temporada — sim, a CW já renovou Crazy Ex-Girlfriend para o próximo ciclo — a Trilha Sonora relembrou algumas músicas que marcaram este primeiro ano. E se você ainda não assistiu, quem sabe a gente não te convence de dar uma chance às loucuras de Rebecca?

West Covina

Para quem nunca assistiu Crazy Ex-Girlfriend, a série acompanha Rebecca Bunch (Bloom) que, frustrada com sua vida monótona em Nova Iorque, decide se mudar para West Covina, Califórnia. Lá ela tenta seguir os passos do ex-namorado Josh, a quem ela recentemente reencontrou na rua. Corta para sua partida em um novo baixo orçamento firme, a lei na Califórnia durante a tentativa de congraçar-se com seu ex e sua tripulação em uma tentativa de reconquistá-lo.

The Sexy Getting Ready Song

Talvez seja a única música que exalte a figura feminina — à sua maneira — mas The Sexy Getting Ready Song conseguiu mostrar logo no piloto a vibe eclética de Crazy Ex-Girlfriend. A música que tem uns traços de R&B mostra a trabalheira que dá para ficar sexy, com direito a rap consciente no final.

A Boy Band Made Up of Four Joshes

Um Josh é pouco, dois é bom, quatro é tudo que Rebecca queria! Dessa vez, a nossa heroína fantasia seu “ex-namorado” como não um integrante dos Backstreet Boys, mas todos. No fundo, é uma canção de esperança, com Bunch sonhando em acabar com seus problemas ao conquistar Josh, e rola até abraço entre as Rebeccas.

Settle for Me

Se Josh é a paixão juvenil, Greg poderia ser o amadurecimento de Rebecca. Ou não. A lá Fred Astaire o amargurado bartender se permite sonhar em Settle for Me com a amada de um jeito que, provavelmente, ele nunca teria (ou faria).

Sex with a Stranger

Aquele ditato, né: “enquanto não vem a pessoa certa, vamos se divertir com as erradas”. Mas como com Rebecca nada é 100% comum, num sexo casual pode rolar até receio de ter um assassino ao seu lado — tudo isso em meio à poses BEM LOUCAS!

Where’s the Bathroom?

Embora fuja das suas crenças, Rebecca foi criada no judaísmo e sua mãe é o personificação daquela mulher que vive as regras até as últimas circunstâncias. A apresentação de Naomi em Crazy Ex-Girlfriend pode ter sido bem “movimentada”, mas daí a gente entende de onde vem os problemas de Bunch.

You Stupid Bitch

Uma “canção sobre auto-indulgência e auto-aversão”, melhor definição para You Stupid Bitch. Daquelas que seria cômico se não fosse trágico — a melhor coisa que Crazy Ex-Girlfriend sabe fazer — Rebecca encarna uma diva nada divina para perceber que mesmo depois de se mudar para bem longe de seu ponto inicial, ela ainda é incapaz de fugir de seus piores padrões de comportamento — ou sua auto-aversão.

I’m the Villain

Nada de princesa perfeita, Rebecca está longe ser a protagonista mais correta da TV. Mas de longe é uma das mais divertidas. Em I’m the Villain, ela abraça o seu “anti-heroísmo” e apresenta uma visão reversa de outra música da série, I’m a Good Person. Calma Becks, até a gente quer cozinhar a Valencia e servir para a família do Josh. MUAHAUHAUA!

Heavy Boobs

Rebecca pode não ser uma vilã, mas diferente das princesas dos contos de fadas, não tem um corpo perfeito — e também não está nem aí para isso. Heavy Boobs é a canção para libertar o seu corpo dos padrões de beleza. É uma letra tão completa que rola até lições de astronomia.

Dream Ghost

Nada de Dreamgirls, quando se trata da mente insana de Rebecca Bunch, só um Dream Ghost para esclarecer as coisas. Rolou até reforço com as companheiras de voo Amber Riley e Ricki Lake — bateu aquela saudade de Glee, né verdade?

Textmergency

Textmergency ou Textastrophe, tanto faz, quem nunca mandou uma mensagem que não deveria? Textmergency representa você, que já pensou em soltar uma bomba na cidade ou fingir um assalto só para o crush não receber aquela ~zap zap~ vergonhoso. Rebecca nos representa!

One Indescribable Instant

Para fechar com chave de ouro, nada mais do que a divina Lea Salonga para dar um toque de conto de fadas à tanta loucura e reviravolta que foi o finale de Crazy Ex-Girlfriend. DIGNO de filme da Disney, em um episódio que teve até uma menção disfarçada a Alladin, filme no qual Salonga ficou conhecida por cantar A Whole New World.

É claro, essas são só algumas das inúmeras presepadas.. ops, canções que Rebecca Bunch nos apresentou na primeira temporada de Crazy Ex-Girlfriend. Lembra de mais alguma? Compartilha com a gente nos comentários.

Até a próxima!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER