A nostalgia de Snoopy e Charlie Brown: Peanuts — O Filme

Comemorando os 65 anos de criação dos personagens, o longa de animação Snoopy e Charlie Brown: Peanuts — O Filme é acima de tudo uma celebração à nostalgia e à inocência.

Dessa vez as coisas vão ser diferentes!” BROWN, Charlie

Criado em 1950 pelo cartunista americano Charles M. Schulz’s, a turma de Charlie Brown e Snoopy chega pela primeira vez às telas de cinema após 65 anos de sua criação. E mesmo sendo lançado em uma época onde a tecnologia 3D está presente em praticamente todas as animações norte-americanas, a inocência e os traços a lápis do próprio original estão presentes em Snoopy e Charlie Brown: Peanuts — O Filme.

A história se passa no início do ano escolar, onde Charlie Brow acaba se encantando por uma nova aluna que chega na escola, no entanto, como todos sabem, o garotinho é inseguro e muito atrapalhado e acredita que a garota nunca vai nota-lo. Paralelo a isso, Snoopy vive num mundo particular aprontando mil aventuras para se divertir.

Snoopy e Charlie Brown: Peanuts - O Filme

Dirigido por Steve Martino, o mesmo que dirigiu Horton e O Mundo dos Quem e A Era do Gelo 4, nos entrega um trabalho superior ao de suas duas últimas animações. O diretor conseguiu captar a alma e a essência que a história pedia. O ritmo da animação não cansa nem mesmo os mais velhos e os mais novos vão se divertir a cada cena.

O roteiro desenvolvido por Craig Schulz, Bryan Schulz e Cornelius Uliano não traz nenhuma novidade entre os personagens da turma do Snoopy, aquela trama doce, inocente e o humor infantil ainda permanecem intactos. A grande sacada do roteiro foi a ideia de homenagear o grande filme mudo, Asas, primeiro filme a ganhar a estatueta de melhor filme no Oscar de 1929. Essa referência acontece nos momentos que acompanhamos a aventura paralela de Snoopy em sua imaginação. Outras referências estão presentes porém não são tão notáveis como essa, mas nada que atrapalhe o rendimento do filme, elas estão ali para manter a história envolvente.

Um ponto alto é a trilha sonora do filme, já que ela traz todo aquele clima feliz dos desenhos animados da TV. A canção Better When I’m Dancing, embalada na voz da cantora Meghan Trainor é capaz de fazer todos quererem dançar dentro da sala do cinema. A música se encaixa perfeitamente na cena em que toca e é impossível não cantar junto, já que seu refrão é chiclete.

Snoopy e Charlie Brown: Peanuts — O Filme não é um exemplo de criatividade ou de inovação como os filmes da Pixar ou até mesmo da Dreamworks, mas ele resolve caminhar por um lado mais nostálgico e acaba acertando em cheio. A inocência do filme é a grande chave para deixar a sessão leve e divertida para todos os que estão assistindo, tanto os mais velhos quanto os mais novos.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER