À procura da série perfeita

De vez em quando, alguma angústia de nossos internautas acaba rendendo uma boa pauta aqui, na #GONGSHOW. A dessa semana, por exemplo, surgiu de um comentário em uma coluna recente. E é por isso que vamos inaugurar o… [pausa dramática e tambores rufando] CANTINHO DO INTERNAUTA!

Cantinho do Internauta

Sempre que possível, algum questionamento feito por você em nossos comentários poderá gerar uma matéria. A de hoje mesmo é um exemplo clássico disso. Incomodado com as gongadas em séries de baixa qualidade, um internauta nos indagou: “Se vocês criticam tanto as séries dizendo como elas não devem ser, porque não falam sobre como seria uma série perfeita, citando exemplos?”. E é justamente esse o nosso tema de hoje: COMO SERIA UMA SÉRIE PERFEITA?

Série Perfeita? Isso é possível?

Vou logo avisando que ela não existe, ok? Mas vamos dizer que muitas já apresentaram alguns fortes indícios de perfeição e será com base nessas que mencionaremos o que uma série precisa para ser perfeita. Ah, também vamos elencar exemplos negativos do que uma série perfeita jamais teria.

Em primeiro lugar, a série perfeita precisa estar em um canal sério (CW caindo fora nesse instante e CBS indo para o mesmo caminho). Por que é verdade, gente! Não dá para uma série ser perfeita estando em um canal que não é sério. Imagine se a Rede TV conseguirá produzir um grande marco da teledramaturgia? É mais fácil este ser produzido na Rede Globo ou, até mesmo, na Record.

Achamos a série perfeita! Não está na CW!

Depois, os nomes envolvidos precisam ser pessoas com visão de narrativa (Julia Plec não está incluída nesse caso). Vince Vaughan é um bom nome, por exemplo. Coisas produzidas por ele alcançam altos níveis de perfeição. Quer um exemplo? Breaking Bad. Esta, talvez, seja a série mais perfeita da atualidade (aliás, qualquer coisa com Aaron Paul já consegue uns créditos extras).

Aaon Paul We Trust

Um bom elenco geralmente consegue produzir bons resultados também. Jon Hamm dificilmente integrará o elenco de um show que não seja, no mínimo, excelente. Gillian Anderson costuma ser como ele também. Pense friamente em todo o elenco participante de Game of Thrones. Existe alguém ali que não seja o suprassumo nirvanístico de interpretação? Agora, será que podemos dizer o mesmo de uma série que tenha Jared Padalecki no elenco? Ou mesmo de Emily VanCamp? (não, não irei falar de Nina Dobrev porque não quero me repetir).

Jon Hamm Who

E o cuidado com o roteiro é outro elemento fundamental para uma série ser perfeita. Por mais que a gente odeie Shonda Rhimes, uma coisa é inegável nessa mulher: os roteiros que ela produz são fantásticos, com boas surpresas. Assim como Kevin Williamson e Allan Ball (este agraciado com um Oscar de Melhor Roteiro, diga-se de passagem, e criador da série que mais beirou a perfeição: Six Feet Under). Série boa é série que tem Aaron Sorkin entre seus criadores (The West Wing é dele), com seus desfechos inteligentes e sem clichês. Se não tiver nenhum desses papas do roteiro em sua lista de escritores, a chance de uma série ser perfeita é quase nula.

Jura que você acha Six Feet Under perto da perfeição? UHUL!

E a série perfeita não deve durar mais que o necessário. Gente, isso é sério. Não é só porque vocês amam e que algo está sendo rentável que precisa ser esticado indefinidamente. True Blood, hello?!? A duração deve ser enquanto puder manter a atração estável, sem muitas oscilações (Mad Men é exemplo disso). Não adianta ter duas temporadas boas, 536 péssimas e mais duas boas para ser perfeita (Supernatural que o diga).

Encerrar? Mas já?

Ah, só um lembrete: devoção histérica e coletiva por parte de fãs não transforma série alguma em obra-prima. Nós sabemos que algumas arrastam uma legião ensandecida de adoradores, mas isso não faz nenhuma produção digna de ser lembrada como inesquecível. Assim como gritos não transformam o Luan Santana em um excelente cantor. O paralelo é simples. Acostume-se. Quem nasceu para ser Ringer, nunca será The Sopranos.

ustv_sopranos_cast

Porém, para a pergunta do ‘rapaz’, é simples: se a gente soubesse como fazer a série perfeita já teríamos vendido para a HBO. O que a gente tem são teorias e técnicas narrativas de como se escrever um bom roteiro, como ser uma boa direção, como ser uma ótima atuação, como ter uma boa edição. E fica aqui o meu convite para você mandar a sua angústia para o Cantinho do Internauta que a gente vai responder como todo o carinho que só a #GONGSHOW consegue.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER