A regra do jogo — Semana 8×43–48

Em semana intensa, Atena se consolida como a grande personagem de A regra do jogo

Vitória na guerra, irmã!” — TIO.

Nome dos episódios: Cristal partido, Na toca do lobo, A escolha, Nem tão mal assim, Um beijo antes de morrer, Adivinha quem voltou?

A semana começou com uma das maiores baixas do elenco para a novela A regra do jogo. Djanira, a personagem de Cássia Kis, deu adeus ao Morro da Macaca. Uma decisão bastante arriscada de João Emanuel Carneiro, que lança mão de uma atriz extremamente talentosa e que vive um grande momento da carreira.

Cássia soube dosar sua personagem com fragilidade e carga dramática de maneira tão peculiar que dá até um aperto no coração ao imaginar que a professora Djanira não estará mais na novela. No entanto, há que se reconhecer a coragem de JEC. Ao eliminar a personagem, deixa Tóia com desejo de vingança. Isso movimentará bem a trama.

Lembrando que Djanira não foi a única baixa da novela. Sueli, personagem de Paula Burlamaqui, também se despediu da novela. Ela foi mais uma vítima da facção. Não vai fazer muita falta, pois sua única função na trama era ser amiga de Atena.

Em semana intensa, Atena se consolida como a grande personagem de A regra do jogo

Sobre Tóia, não dá para entender o comportamento da mocinha. Ela prefere confiar em um sujeito que conhece há pouco tempo a dar um voto de confiança ao noivo com quem conviveu desde a infância. Ter aceitado ir para a casa de Romero é algo absurdo. Não foi a decisão mais acertada para quem deseja ficar longe de bandidos.

Juliano perdeu um pouco o rumo essa semana. Abandonado pela futura esposa, tendo que lidar com falsas acusações de aliciar menores para o tráfico, o moço afogou as mágoas na bebida e ainda teve um comportamento reprovável ao buscar Tóia. Cauã Reymond está se esforçando, mas é impossível não ver ecos de seu antigo Jorginho. Começa a incomodar todo esse vitimismo do personagem.

Foi você! Assassino!” — DJANIRA.

Quem reclamava do núcleo de Gibson, agora tem motivos para comemorar. Usando um recurso bastante utilizado em telenovelas (o de fazer todos os outros personagens acreditarem que alguém está louco), JEC coloca Belisa dentro de um hospital psiquiátrico, acusada pelo padrasto de estar surtando. O genial aqui é a maneira que o autor coloca a situação, causando um impacto no espectador, para retirá-la no instante seguinte. E a joga no caminho de Juliano. Belisa e o rapaz poderão se auxiliar na jornada para desmascarar a facção.

Orlando é quem orquestrou tudo isso e se junta a Zé Maria como vilão a ser odiado. Toda sua articulação para internar Belisa foi covarde. Porém, ele está às vésperas de enfrentar seu passado, com a chegada de Lara, a mulher que ele abandonou. Como Lara aportou no Rio de Janeiro, Orlando precisará de todo o jogo de cintura para equilibrar a situação.

belisa-surta

A facção possui muitos tentáculos e cria uma situação muito curiosa na novela. Por ser tão extensa e sigilosa, o espectador fica com a sensação de que qualquer um pode pertencer a ela. Como foi a revelação de que o médico do hospital psiquiátrico também é um dos irmãos. Claro que também cria uma situação cômoda para JEC. Qualquer coisa que der errado é apenas colocar a culpa na facção. No entanto, conhecendo o tipo de autor que JEC é, dificilmente ele optaria pelo caminho mais óbvio.

Alguém se importou com o fato de Tina cair nos braços de Oziel? Isso é para ter uma noção acerca do nível de irrelevância desse núcleo para a novela.

Mas, a grande estrela da semana foi mesmo Atena. Ela, que andava apagada nas semanas anteriores servindo apenas para se rastejar atrás de Romero, viveu seu auge. Perseguida pela facção, obrigada a lidar com a presença de Tóia, a loira precisa de toda sua lábia para esquivar-se da morte. Dúvidas de que ela consegue até enganar o próprio diabo?

Antonelli achou o tom certo de sua composição. Ao mesmo tempo em que aparece desesperada vendo a morte se aproximar, entrega paixão diante de Romero. Sua defesa sobre ser útil para a facção mereceu ser aplaudida de pé. Atena entra para uma organização predominantemente masculina. Vai colocar o toque feminino.

Sua relação com Romero também evoluiu. Como Alexandre Nero possui química com Antonelli! Os dois pegam fogo, soltam faísca. E a semana terminou com Romero chorando abraçado a um vestido de Atena por acreditar que ela tinha sido morta. Os dois possuem um tipo bastante singular de amor. Conhecem os defeitos, as virtudes, se aceitam. É uma maneira madura de encarar o amor.

Com um texto bem acima da média, A regra do jogo segue firme, restando apenas ser descoberta pelo telespectador.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER