ADEUS

ADEUS

2012 é definitivamente o último ano do mundo como nós conhecemos.

Sabe, os protestos na internet, o fim do Megaupload, Occupy Wall Street, uma gorda ganhou todos os Grammys e (eu posso sentir) as pessoas estão prestes a descobrir que Glee não é tão-legal-assim.

Como se todos esses sinais não bastassem, resolveram cancelar House.

Depois de oito temporadas de pura patifaria e lições de vida, a série que fez renascer o amor pelas pessoas mais cretinas do mundo vai finalmente terminar.

Uma notícia gloriosa para os animais que odeiam a série sem nunca ter visto; e meio que um alívio para os fãs que estavam preocupados em não ter mais argumentos para defender uma série que conseguiu ficar bem sem graça depois de tantos episódios épicos.

Nãããããããão que eu goste de House, né, mas… era meio que legal. Mas quem liga?

O que me preocupa realmente, é… O QUE ELE VAI FAZER DEPOIS QUE ISSO ACABAR??? Fazer uma ponta em The Good Wife? Sinceramente, não é porque a Lisa Edelstein e o Peter Jacobson passaram por lá, que o elenco todo vai poder encostar e fingir que a festa também é deles.

Esse é o tipo de coisa que deve aterrorizar a vida do cara — não é como se Stuart Little fosse ter mais 17 filmes. E se ele fizer outra série como protagonista, vai ser tipo o Kiefer Suterland largando 24 Horas e fazendo Touch: sabe, desde quando o Jack Bauer é pai da Matilda???

Essas pessoas NUNCA MAIS vão poder ser outros personagens! É por isso que depois que o Matt le Blanc saiu do último Globo de Ouro, todo mundo disse que o Joey finalmente ganhou um prêmio.

É por isso também que o Jon Cryer comemorou loucamente que Two and a Half Men não foi cancelada depois que o Charlie Sheen surtou: nessa série, ele é o segundo mais importante. Se ele sair dali, ele vai virar um quase-figurante-engraçadinho-ex-muito-famoso aparecendo por aí.

Como o Charlie Sheen interpreta ele mesmo em todos os papéis, ele não tem esse problema. Ele e o Hugh Grant fazem sempre os mesmos personagens que… são meio que eles mesmos.

Mas… imagina se a Berta tivesse que procurar outro emprego! Aí seria um problema, amigos…

O importante é que, agora que o Hugh Laurie não vai ser mais o House, vai ser muito mais divertido encontrar ele na rua e dizer “OI HOUSE!! CARA, VOCÊ É O HOUSE, NÃO É? EU ADORO AQUELA SUA SÉRIE! FAZ TEMPO QUE EU NÃO VEJO! VOCÊ JÁ PEGOU AQUELA LÉSBICA DA SUA EQUIPE?? COMO É QUE TÁ AGORA? VOCÊ TÁ INDO GRAVAR?? VOCÊ FEZ MEDICINA PRA PODER ATUAR NESSE PAPEL??? TIPO AQUELES CARAS QUE EMAGRECEM??”, acredite, eu já ensaiei isso no espelho mil vezes. Ele vai amar.

Mas se você é fã de House, não se preocupe: com oito temporadas e um montante final de 177 episódios de puro rancor, você vai poder fingir que está extravasando toda a sua raiva só de assistir um velho manco xingando os outros e fazendo o que quer por aí.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER