AHS: Asylum 2×02 — Tricks And Treats

Você enlouquece com isso, não é? Ser a pessoa mais inteligente, mas sem nenhum poder por essa rosa fedorenta entre suas pernas. Por isso virou uma prostituta, não é, irmã?” — Jed

Se no primeiro episódio foram-nos apresentados diversos personagens, em Tricks and Treats as histórias começaram a se desenvolver e se aprofundar. Uma certeza fica: Briancliff abriga todos os tipos de pervertidos e maníacos, e não são eles necessariamente os pacientes.

Em Maus Hábitos, um filme de 1983, Almodóvar conta a história de freiras nada comuns que se encarceram em um convento para fugir de seus pecados. O filme é uma crítica aos conventos europeus, que sob uma fachada religiosa, escondia fugitivas da polícia, ex-drogadas e prostitutas.

Irmã Jude bem que poderia ter saído deste mesmo convento. Em um flashback, descobrimos que ela foi prostituta e, remoída pelo remorso de ter atropelado uma menina, acaba num convento para esconder seus maus hábitos, se tornando uma madre superiora sádica e com métodos que fogem ao ortodoxo.

Bem, a história principal deste episódio é o exorcismo de um rapaz que tem apresentado comportamento demoníaco (como matar animais e comer as vísceras). Crenças à parte, o rapaz, que foi o responsável por nos revelar a história de Irmã Jude, e também joga verdades na cara de outros personagens, deixando claro que, apesar dele estar possuído pelo ser do mal, Briancliff também esconde pecados debaixo dos hábitos e dos livros de ciências.

Com a morte do garoto, os exorcistas acreditam que a entidade tenha deixado Briancliff. A verdade é que ela tomou posse do corpo de irmã Mary Eunice que, espero eu, volte a botar fogo na história e conte todos os pobres de Briancliff. Boa sacada, Mr. Murphy. Ao invés de apresentar história por história, põe logo um espírito e joga m**** no ventilador de todos. Aliás, irmã Mary se tornou apta a receber a entidade depois de cometer o pecado original? Como a serpente do Éden, Dr. Arden deu a irmã um doce de maçã que ela considerava pecado comer.

A ligação entre o tempo presente e 1964 está bem clara agora: Bloody Face continua vivo e com sede de sangue. Depois de atacar Leo, a criatura que continua a aterrorizar o manicômio o mata a facadas. Tchau, Adam, nos vemos em The Voice! Mas deixo registrado aqui que o cara teve uma participação boa, com atuação digna de AHS.

Ainda não sabemos ao certo quem assume a identidade do Bloody Face. O culpado, o mecânico Kit, não é um bom indiciado a ser o assassino. Eu suspeito do Dr. Arden, pervertido confesso, e que pelas fotos que estão no quarto dele, de mulheres torturadas e mortas, se encaixa melhor. AHS ainda pode nos surpreender e incriminar outro personagem. Vamos aguardar os próximos episódios para formular uma teoria mais consistente sobre a identidade da criatura.

E não é que a história da Lana começa a ficar mais interessante? Crente que Kit é o Bloody Face, e na primeira chance que teve de ferrar o cara, ela faz, ganhando pontos com Irmã Jude. Ainda não sei qual foi a intenção de Kit em pedir os açoites só para ele, se ele tem prazer em apanhar ou se está é ganhando a confiança de Lana e Grace. Como bem lembrou Lana, os psicopatas mentem para se aproximar de suas vítimas. Lembro também que a moça passou por uma sessão de eletrochoque, o que era recomendado, nos anos 40, para a cura do homossexualismo, e que continua em uso em Briancliff. No Brasil, o Pinel também era adepto desta prática.

– Em pouco tempo testemunhei coisas desprezíveis. Abuso. Imperícia. Estou muito chocado. — Dr. Thredson
– É um hospício, doutor. O que você esperava?” — Irmã Jude

Dr. Oliver Thredson (Zachary Quino) chega para fazer mais um contraponto à cura pela fé da Irmã Jude. Como Psiquiatra, ele começa a questionar o diagnóstico a mesma tem de seus pacientes. Para ele, o uso de eletrochoque e açoites, dentre outras práticas medievais de Briancliff, apenas escondem a maldade no coração de seus profissionais. Ele que não sabe ainda que Dr. Arden, pela ciência, brinca de Darwin e cria seres perigosos. Ainda não sabemos também ao certo o que são estes novos seres, mas sabemos que ele usa de manipulações anatômicas e mutações induzidas por veneno. Como biólogo, estou louco para que a série entre mais no mérito de Dr. Arden e nos conte mais de suas criaturas e seus métodos. Seria Dr. Arden o novo Dr. Frankenstein? Vamos acompanhar!

O próximo episódio, Nor’easter traz uma forte tempestade ao manicômio e mais uma tentativa de fuga de Briancliff. Interessante também é a mudança no comportamento de irmã Mary Eunice, mais macabra. Eu gostei!!!! Até a próxima semana! Fiquem com o promo abaixo.

PS 1: Dominique, nique, nique/S’en allait tout simplementé… uma musica francesa bizarra, de 1963, que, se você ouvir mais de uma vez, vai ver que tem um efeito de lavagem cerebral mesmo! É tocada na sala comum de Briancliff.

PS 2: Vocês repararam que tudo em Briancliff é escuro, menos a imagem da Virgem Maria no saguão central?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER