Alexander Skarsgård comenta vampiro Eric

Uma das surpresas mais agradáveis entre as estréias do ano passado foi a série True Blood. Difícil é dizer qual foi a surpresa mais agradável dentro da série… Na verdade foi difícil até a primeira aparição do vampiro Eric. Depois daquela cena posso dizer que foi bem fácil escolher o que mais agradava a maioria das fãs (e dos fãs tb, pq não) do seriado.

A série de vampiro é deliciosa por escapar dos clichês vampíricos, trazendo uma versão louca e adulta do centenário mito que desta vez veio estrelado por Anna Paquin e Stephen Moyer junto com tantos outros atores brilhantes. E num elenco que brilha tanto, difícil mesmo é se destacar.

Bem, não foi tão difícil assim para o loiro e pálido Alexander Skarsgård, que agora está ganhando um monte de papel importante em diversas produções — tudo sem dúvida graças a sua bela aparição na nova série de Alan Ball… Entre os papéis de destaque, está o de Thor, no filme que a Marvel Studios está para produzir tendo o ator como personagem principal.

Na primeira temporada de True Blood ele não teve tanto destaque. A segunda temporada começou tem três semanas e ele esteve presente em todos os episódios, o que indica um espaço maior — e sabemos que ele vai entrar numa trama bem importante neste ano de True Blood!

“Eric não fez muito na primeira temporada. Mas dá para ver que ele é meio violento forte e poderoso, mesmo não tendo como mostrar isso. Acho que o telespectador que ver mais disso e agora vamos começar a mostrar.”
Como já começamos a ver, neste ano teremos ótimas aparições de Eric, além de belos diálogos entre ele e Bill, com quem acaba se relacionando mais nas histórias da série. A dinâmica dos dois é interessante e parece que com Sookie no meio a coisa fica ainda mais eletrizante. Pudemos ver um pouco disso também no primeiro ano do seriado.

“… Eric vê Bill de forma meio patética. Ele é infantil, não tem mais do que 200 anos e é ingênuo. Eric é mais experiente e viu muito mais do que Bill possa imaginar. Bill é meio à moda antiga, acredita na humanidade de uma forma que Eric não consegue mais.”

E talvez seja por isso que os fãs da série tenham gostado tanto do personagem. Ela faz um contraponto importante com Bill, o que desenvolve e eleva o patamar da ação no seriado. Ele é um personagem interessante e com potencial a ser desenvolvido. Todos estão curiosos. Quem é o cara? Pq ele manda? Como alguém que pouco aparece pode ser tão importante?

“…Eu fiquei chocado com isso. Sou praticamente um extra de sorte na primeira temporada. Não apareci muito, nem esperava muito. Mas acabei ficando confuso quando o episódio foi ao ar e teve toda aquela reação. Me senti honrado, é claro,” comenta.

“Eu aproveitei cada momento. Cada parte disso tudo está sendo ótimo — ir ao trabalho, todo dia, estar neste programa. É HBO e Alan Ball. Dá uma olhada no elenco, nos roteiristas. São fenomenais. Não poderia ter pedido um emprego melhor. Sou muito feliz nele. E foi bem desafiador, no começo principalmente, enquanto tentava encontrar o personagem. Eu lia os livros e tentava descobrir quem ele era, além de procurar um balanço para que as pessoas pudessem gostar dele de alguma forma. Queria que as pessoas ficassem intimidadas com ele, mas também intrigadas ao mesmo tempo.”

Acho que ele conseguiu o que queria, certo? Eric é realmente um belo motivo para se ver True Blood, como se não bastassem todos os outros.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER