Análise da lista de indicados do Emmy 2016

Quem ficou de fora e quais foram as surpresas da lista de indicados para a 68ª edição do Emmy Awards.

Como todos os anos, a lista de indicações para o Emmy Awards nos reservou algumas surpresas, e deixou de fora outras apostas que mereciam um reconhecimento pelo seu trabalho. Esse ano não foi diferente. Aliás, diferença é o que pouco se vê neste ano em relação ao ano passado. Ou ao retrasado.

Tudo bem, quando se fala de Emmy é comum vermos antigos vencedores e concorrentes cavando uma posição entre os indicados, mas a cada edição ficamos com aquela pontinha de esperança que a competitividade, de alguma forma, mude. Esse é o exemplo de Modern Family, uma comédia com uma forma já conhecida, copiada — ou seja, já não é novidade — e mesmo assim concorre com outras atrações que realmente vão além — a grosso modo, fazem rir (essa é a função da comédia, não é?).

Vamos esticar o assunto? Separamos aqui, abaixo, algumas das surpresas, esnobadas e injustiças desta edição do Emmy Awards.

Surpresas

Não era dúvida nenhuma que a sexta temporada de Game of Thrones iria ser um dos destaques do ano, e mereceu muito que bem sua indicação para melhor série. Mas vamos aos pormenores… Há de se concordar que das apostas, a que pouco gente poderia imaginar que estaria nesta seleção era Maisie Williams. Não é por falta de merecimento, mas porque Sophie Turner era uma aposta clara, dado crescimento de Sansa neste ano. Mas enfim, uma garota se chama Arya Stark e ela quer ouvir seu nome ser anunciado na cerimônia.

Outra série que dominou as indicações foi American Crime Story. A primeira temporada do novo drama antológico de Ryan Murphy foi bem além do que mostrar apenas o que aconteceu nos tribunais durante o julgamento do ex-astro do futebol americano OJ Simpson. Além disso, permitiu à Sarah Paulson — depois do maravilhoso episódio Marcia, Marcia, Marcia — duas indicações para dois papéis diferentes, também por American Horror Story.

O mesmo aconteceu com a atriz Laurie Metcalf, que foi indicada não duas, mas três vezes: melhor atriz convidada em drama por Horace and Pete, melhor atriz convidada em comédia por The Big Bang Theory e melhor atriz em comédia por Getting On.

A lista ainda teve UnReal e sua atriz coadjuvante Constance Zimmer finalmente recebendo o reconhecimento pelas ótimas críticas da primeira temporada. E o drama da Lifetime não está sozinho. Após três temporadas de esnobadas, The Americans foi indicada para cinco categorias, incluindo ator (Matthew Rhys) e atriz (Keri Russell). A maré está virando!

E por fim, não tem como esquecer de RuPaul, que após oito temporadas de muitos sashay away, concorre a um Emmy pelo reality RuPaul’s Drag Race. É a coroação não só de uma produção um tanto inferior que outras concorrentes, como Dancing With The Stars e Project Runway, mas também a favor da arte que é ser drag queen.

Esnobadas

Com as novas regras do Emmy que vigoram desde a edição 2015, Orange is The New Black é classificada como drama, e mais uma vez ficou fora da lista de indicados. Mas calma… para este ano foi avaliado a terceira temporada, que ainda tinha um tom mais de comédia. Claro, teve temas sensíveis, mas não com a mesma carga de reviravoltas como o quarto ano. Isso “explica” também a ausência de Uzo Aduba entre a lista de atrizes coadjuvantes.

E as esnobadas não foram só de séries e atores em particular, emissoras completas foram ignoradas pela academia de televisão, como o caso da Starz e da The CW. Crazy Ex-Girlfriend e Jane the Virgin conseguiram dar um passo no Globo de Ouro, mas não foi o sucesso para convencer os votantes do Emmy de que merecem competir com as grandes da TV, assim como Outlander, Power, DaVinci’s Demons e tantas outras produções que mais uma vez não receberam o devido reconhecimento.

Com alguns anos de atraso, finalmente reconheceram que American Horror Story não é a mesma coisa desde a segunda temporada, e ficou de fora da lista, assim como sua nova protagonista, Lady Gaga. Sinceramente, eu culparia aquela troca de energia entre Gaga e Leo DiCaprio no Globo de Ouro — ele ganhou o Oscar, ela perdeu para Sam Smith, agora isso — mas vamos pensar pelo lado de que Ryan Murphy está exagerando nesse lance de conexões com temporadas passadas.

Outra antiga concorrente que ficou de fora da lista é a comédia Girls. Mesmo com uma quinta temporada elogiada pela crítica, e com um texto que não víamos há tanto tempo, Lena Dunham e suas garotas ficou completamente esquecida pela academia. Quem sabe ano que vem, né?

Ah, e ainda tem Penny Dreadful com Eva Green e Vera Farmiga e Freddie Highmore por Bates Motel. Parece que a academia não gosta de séries de terror ou suspense.

Agora é sua vez: conta pra gente quem você queria ver na lista, e quem não deveria estar. E também comente qual são suas apostas para o Emmy deste ano.

A cerimônia acontece no dia 18 de setembro, e será apresentada este ano por Jimmy Kimmel.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER