Aprendendo a amar com Vicious

Se você só conhece Ian McKellan por Senhor dos Anéis e X-Men, você vai se surpreender com a participação dele em Vicious.

Freddie Thornhill acabou de usar a palavra “amor”?”- BIXBY, Stuart

Você é tão desesperado, apegando-se a qualquer palavra despejada.”- THORNHILL, Freddie

Nessa semana comemoramos o Dia dos Namorados. E ai surge a pergunta que não quer calar: você se vê com o seu namorado(a) daqui à 50 anos? Já pensou como será rir das pequenas besteiras que você faz, ou ainda como será seu círculo de amizades?

O amor e a comédia andam lado a lado: vai dizer que você nunca teve um apelido vergonhoso que ganhou do amor da sua vida? Ou ainda que vocês nunca riram tanto que a barriga doeu, e só de lembrar da situação você desenha um sorriso nos lábios?

Agora imagina como isso deve ser potencializado com o passar do tempo? Sim, isso pode melhorar e muito numa relação de love/hate que a gente muitas vezes não consegue entender.

V

Vicious 2

icious tem essa premissa, ela mostra o dia a dia de um casal que estão juntos há 48 anos. Ah mas o que isso tem de interessante? O casal não é um casal normal, eles são um casal gay formado por ninguém menos que Ian McKellen (X-men) e Derek Jacobi ( Last Tango in Halifax).

Vicious é uma sitcom clássica gravada na presença do público, e com poucos cenários, em geral o flat de Freddie e Stuart. Freddie é um ator em fim de carreira, que tem problemas em aceitar esse status quo. Stuart é um gerente de bar também aposentado.

A vida dos dois ganha novos ares quando Ash, (Iwan Rheon de Misfits) se muda para o apartamento vizinho dos dois. Ash vive momentos icônicos como sempre, ao ser apresentado a Violet (Frances de la Tour de Harry Potter) e o desejo do casal de que ele seja gay.

Violet vive entrando em furadas na sua procura por um amor. E sempre que pode tira uma casquinha de Ash. Ash por sua vez é um personagem meio nonsense, ele teve uma infância difícil, e vive entrando em relacionamentos complicados, em empregos ruins e em algumas enrascadas.

Além deles temos Penelope (Marcia Warren) e Mason (Philip Voss). Penelope é uma senhora senil que confunde as pessoas, as situações e dorme de olhos abertos. Já Mason é um clássico britânico mal humorado.

Em Vicious, o elenco já é um grande achado com grandes nomes. Mas o humor cai super bem, tem um timing perfeito e os diálogos se alternam em momentos “venenosamente” rápidos e cautelosamente le

Vicious 2

ntos.

Outra grande sacada é o plot, porque ninguém espera que um casal que existe há 48 anos não seja apresentado para família um do outro. Ou ainda que haja uma senhora na terceira idade com vontade de gerar um filho, que diz isso com extrema naturalidade.

Mas antes de mais nada o que vale é o amor de Freddie e Stuart, a relação dos dois é muito linda porque de um lado, apesar de eles estarem sempre em pé de guerra quanto as suas pequenas diferenças, eles sempre estão ali para apoiar um ao outro. Isso fica muito claro num episódio onde Freddie resolve curtir uma balada e Stuart não está no clima e fica em casa.

O reencontro dos dois é muito bonito, e por alguns segundos você esquece que está vendo uma comédia. Só por alguns segundos, porque eles fazem questão de lembrar que o ofício dos dois ali é nos fazer rir.

A série cumpre bem seu papel. Ian e Derek incorporam duas personagens como uma caricatura de homossexuais e usam e abusam disso na série, e assim como em Hit & Miss, não procuram levantar nenhuma bandeira.

Vicious 1

As situações também se tornam cômicas pelos seus pequenos absurdos, como não pedir ajuda para tirar uma mesa de cima do pé para não se mostrar fraco. Ou ainda cutucar um cão, que já tem 20 anos, com uma vassoura para se certificar de que ele esteja vivo.

Vicious é uma ótima comédia britânica, que mostra outra face de Ian McKellan que não estamos acostumados a ver no Senhor dos Anéis ou em X-Men, e que mostra o quão genial ele é. Na última semana teve a estréia da segunda temporada. Se você não tem planos para sexta à noite, quando os casais estiverem curtindo o dia dos namorados, ou se você quer um programa mais light para a noite à dois Vicious será uma ótima pedida para aproveitar e rir do amor alheio.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER