Arrow 1×01 — Pilot

Ela disse que a ilha me mudou. Mas ela não sabe o quanto.- Oliver Queen

E finalmente aconteceu a primeira estréia da CW nessa fall season. Podemos dizer que Arrow, por enquanto (já que ainda faltam as demais séries estrearem), é o grande tiro certeiro — melhor dizendo, flechada certeira da emissora nas suas estréias. Uma prova bem clara é a audiência da série, que é a maior desde a estréia do fenômeno The Vampire Diaries (2009). O episódio em si foi sensacional, apesar das grandes referências a Smallville, Revenge e uma pontinha de Ringer.

Esse piloto nos mostrou um Oliver Queen totalmente diferente do que foi interpretado por Justin Hartley, não só no quesito ator e atuação, mas como a personalidade do personagem. Essa versão do bilionário bom vivant é mais pé no chão, menos emocional e mais seguro. O legal é o modo usado para mostrar a mudança que Oliver sofreu após os cinco anos em que ele ficou preso naquela ilha, tudo em forma de flashbacks.

Após ser localizado por pescadores chineses, Oliver então volta para casa e é recebido por sua mãe e sua irmã — outro diferencial referente a história do personagem em Smallville, já que na outra série ele era órfão de pai e mãe e filho único. Seu retorno para a casa foi um tanto rápido, já no primeiro jantar em família teve um atrito com a mãe ao descobrir que ela se casou novamente após a morte do pai. Sem mencionar que no dia seguinte, ele e seu amigo (?) Tommy saem para passear ao estilo “vida loca” e já combinam detalhes da festa de boas vindas da volta do nosso arqueiro.

Nesse meio tempo, ao ser anunciado que Oliver foi encontrado e está vivo, a notícia mexeu com Dinah Laurel Lance, ex-namorada do bilionário. Na época em que estavam juntos, ele teve um caso com a irmã dela, que estava no iate em que ocorreu o acidente. O resultado dessa tragédia a la Casos de Família não poderia resultar em outra coisa, a não ser um reencontro intenso entre os dois. Oliver até pede desculpas pelo ocorrido, e se você acha que ela o perdoou, a morena solta então na lata: possuída pela fúria do dragão e pelo ritmo ragatanga, disse que desejava Oliver morto, ao invés de sua irmã Sarah.

Passado o primeiro momento mela cueca da série, nos deparamos com o primeiro momento de ação: após Oliver e Tommy serem dopados e misteriosamente sequestrados, o bilionário então consegue deter a gangue mascarada — ao que tudo indica, contratada a mando de Adam Hunt, o grande poderoso que era um dos grandes inimigos de seu falecido pai. É a partir disso que o Arqueiro Verde começa a nascer. Não vamos ter que esperar dez temporadas para vê-lo se tornar o herói conhecido nos quadrinhos.

Com o ocorrido, é contratado o segurança particular Dig, que ficará na cola de Oliver a cada passo que der e que já é sacaneado logo em seus primeiros minutos de trabalho — quando o rapaz desaparece repentinamente do carro. E onde foi parar a criatura? Foi atrás do seu grande alvo. Sim, Adam Hunt. Um momento fodástico do episódio, onde o Arqueiro Verde entra oficialmente em ação e ameaça o vilão de transferir uma quantia na conta da cidade ou arcar com consequências gravíssimas.

Chega a hora da festa de boas vindas, e vemos outra semelhança entre os dois Oliver Queen de Arrow e Smallville. Seu lado festeiro forrado com muitas regalias, bebidas e mulheres é evidente. Não importa como a história do Arqueiro Verde é contada, isso está no DNA do personagem.

No meio de toda a diversão, somos surpreendidos com a presença de Laurel na festa. É quando nos deparamos com outro momento mela cueca. A química entre os personagens é incrível, e a atitude da personagem foi muito digna. Com a cabeça mais fria, pôde pedir perdão por ter desejado a morte dele. Quando achamos que tudo está começando a entrar nos eixos e que os dois vão reatar o namoro, Oliver nos surpreende jogando um banho de água fria na situação.

Após dar o fora em sua amada, Oliver percebe que Hunt não cumpriu o combinado e que é hora do Arqueiro Verde entrar em ação mais uma vez para o acerto de contas, com o momento de grande adrenalina e ação, o herói consegue fazer uma façanha de deixar o grande inimigo na miséria, dando uma de Peter Pan e distribuindo toda a sua fortuna para as pessoas que foram vítimas de sua corrupção.

Pra finalizar essa minha primeira review quando acho que já vi de tudo nesse primeiro episódio, eis que nos deparamos com o primeiro cliffhanger da série, mostrando que mãe de Oliver pode não ser o que esperamos. Depois de um episódio piloto tão sensacional, na minha opinião um dos melhores dessa fall season, posso deixar meu palpite que Walter seja o grande vilão da história, o qual influencia a esposa, mãe do nosso arqueiro a tomar atitudes que vão contra os princípios maternais. Está na cara que Tommy é um amigo da onça, e tem algo envolvido nesse mistério todo, Dig ao que parece tem tudo para se tornar o braço direito de Oliver, por mais que o começo entre eles tenha sido conturbado. Arrow tem tudo para se tornar o grande hit da CW, os roteiristas estão no caminho certo, só precisa desacelerar algumas coisas, a escolha do elenco foi ótima também, é rezar para a série não se perder no meio do caminho, pois ela tem potencial para mais de uma temporada.

As semelhanças

Alguém notou que a mansão dos Queen é a mesma dos Luthor em Smallville? Os cenógrafos decidiram reaproveitar não só esse cenário, mas uma parte do ambiente do Planeta Diário — o escritório onde Laurel trabalha. Não são apenas essas semelhanças que Arrow tem com a saudosa série de Clark Kent, quem não achou a nossa futura Canário Negro parecida com a Lois Lane em alguns aspectos?

Não podemos esquecer uma semelhança/referência com Revenge, pois Oliver tem a irmã caçula que, por carência de amor maternal, é uma drogadinha mimada, além da lista do nosso arqueiro com os nomes daqueles que tentaram acabar de alguma forma com o seu pai.

Outra referência que não pode ficar de fora é a cena do barco, que foi parece até ser baseada na lendária cena de Ringer (SHIVÓÓÓÓÓÓÓÓN), e que será com certeza vencedor da categoria de melhor Chroma Key do prestigiado LR Awards do ano que vem.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER