Arrow 1×07 — Muse of Fire

Oliver Queen, a Lindsay Lohan dos ricaços.” — Helena Bertinelli

Dois episódios fracos e uma pausa por ser véspera do dia de Ação de Graças depois, nos deparamos com um dos melhores, senão o melhor episódio de Arrow até agora. Muse of Fire já começa com uma sequência de adrenalina extrema. Dando continuidade ao momento família de Legacies, Oliver decide ir buscar sua mãe para almoçar. A mamãe megera está conversando com um rapaz, quando de repente chega um misterioso motoqueiro e mata esse homem que conversa com Moira, causando a fúria em Oliver. Isso só foi um aperitivo do que o episódio tinha a nos mostrar.

Cismado com o que ocorreu com sua mãe, Oliver decide a todo custo descobrir quem é o misterioso motoqueiro. Com a ajuda de super Dig Diggle, o rapaz descobre que a pessoa que conversava com sua mãe e que foi morto, era Paul Copani, um mafioso que trabalhava para o poderoso Frank Bertinelli. Para descobrir mais sobre a ligação do mafioso com o incidente, Oliver vai até a casa de Bertinelli, onde somos oficialmente apresentados ao misterioso motoqueiro, melhor dizendo, motoqueira. Helena é uma bela jovem, filha do chefe de máfia, que a princípio desdenha de Oliver, até ser forçada pelo pai a jantar com o bilionário.

Paralelo a trama central do episódio, acompanhamos o rumo que está levando a relação entre Thommy e Laurel. Vou ser sincero que a princípio não estava gostando da ideia, mas não é que agora estou achando um máximo os dois serem um casal? Vamos parar pra pensar, Thommy e Laurel sendo um casal por enquanto, é uma forma de não ficar aquela coisa entre a advogada e o nosso justiceiro um lenga lenga sem fim igual foi com Clark e Lana em Smallville, é claro que haverão muitos momentos Olirel no decorrer dessa primeira temporada, mas ainda é cedo para explorar esse lado do casal protagonista.

O que achei mais digno, por mais que eu não goste do Thommy, é a cara de pau junto com a dignidade de chegar em Oliver e dizer que está saindo com a ex do amigo, pontos. Além dessa trama, o momento até que não fracassado a la Gilmore Girls entre minha Thea e a mamãe megera. As duas passaram por muitas coisas, e o incidente com Moira meio que uniu mãe e filha, a caçula da dinastia Queen mesmo contra a sua vontade abriu mão de uma noite de balada e bebedeira para procurar o que assistir na TV com sua mãe. Juro que estou me impressionando com esse lado humano de Moira, mas vamos ver até quando o lado mamãe megera ficará adormecido.

Voltando o centro das atenções a Oliver, o seu jantar com Helena até que não está nada mal. Ele conhece mais sobre a moça e vice-versa. Tudo está muito perfeito, quando Dig Diggle alerta nosso herói de um ataque que irá ocorrer bem onde ele está. Eis que chega Nick Savatti, um dos mafiosos que trabalha para Bertinelli e decide tocar o terror em cima do dono do restaurante, mas logo é interrompido pelo Arqueiro Verde, que por sua vez, tem uma barreira em sua frente. A misteriosa motoqueira também decide entrar em ação, e Oliver descobre que é Helena.

Oliver cada vez mais cismado com toda essa história, decide ir mais a fundo, porém Diggle e Quentin o aconselham a se afastar da bela moça, mas como ele não ouve ninguém, principalmente se tratando do insuportável pai de Laurel, ele vai seguir os seus instintos e ir atrás da moça. Não foi apenas o jantar de Oliver que não terminou como esperado. Thommy e Laurel estavam em um momento muito bom, diga-se de passagem, quando ele descobre que não foi autorizado. Jovens aprendam, se quer impressionar a garota dos seus sonhos com um jantar, certifique-se de que poderá pagá-lo ou ficará para lavar os pratos.

Moira recebe uma visita inesperada, do misterioso homem que ela já conversou algumas vezes na série, que está por trás de vários mistérios da mamãe megera. Depois de aparecer sem saber nada a seu respeito, somos surpreendidos com um grande tapa na cara ao descobrir que o misterioso engomado é ninguém menos que pai de Thommy, e responsável pelo filho ter pago o maior mico em seu jantar romântico.

Na tentativa de descobrir mais sobre Helena Bertinelli, Oliver e a moça acabam sendo capturados por Nick e seus capangas, o que rende uma sequência de cenas de ação, já que nenhum dos dois levam desaforo para casa e são bem espertos. A única exceção a tudo isso, é que Oliver conseguiu se livrar dos mafiosos, porém Helena matou com um golpe. No meio desse tumulto todo, descobrimos que o pai de Helena matou seu noivo, achando que ele fosse uma ameaça, só que a jovem revela que quem estava na cola de Bertinelli e seus homens era ela própria.

E para encerrar, Thea em um de seus momentos brilhantes, aconselha Oliver que ele precisa se abrir com alguém. Se você acha que é na irmãzinha caçula que ele fará isso, estão muito enganados. Oliver procura Helena, e é aí que uma química perfeita entre os dois fala mais alto, rendendo um baita beijo para encerrar esse excelente episódio. Nem tudo são rosas, apesar de assim como Oliver, Helena também tem uma lista, mas o que difere o Arqueiro Verde da nossa Caçadora é que ele quer honrar o nome do seu pai, fazendo justiça e consertando os erros de Robert. Já a jovem quer a todo custo se vingar da morte de seu noivo, derrubando o grupo mafioso de seu pai, um por um. Apesar da química e dos pontos em comum, vale lembrar que ela é uma anti-heroína, e que com certeza dará muita dor de cabeça a Oliver.

PS1: Valter voltou antes da hora, mas por outro lado é bom para vermos se a mamãe megera vai continuar com o seu lado humano de ser.

PS2: Se alguém tem alguma dúvida de que o pai de Thommy é o grande vilão da série, que atire a primeira pedra.

PS3: Mais uma vez a lista de Robert Queen não foi o foco do episódio, e esse foi primeiro em que não teve flashback. Isso é muito bom para a série, para mostrar que a história de Oliver Queen pode ser explorada de diversas formas, não sendo apenas com base no que passou na ilha e fazer justiça ao pai, e sim uma forma do Arqueiro Verde construir seu legado em Starling City.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER