Arrow 1×12 — Vertigo

Estou ansioso para ser traficante de drogas.” — Diggle

Essa semana foi um episódio de Arrow ou o programa Casos de Família? Tudo bem que a série aborda entre outros, a questão do drama familiar das dinastias Queen, Lance e agora Merlyn também, só que dessa vez os roteiristas exageraram e MUITO na dose.

Após ter tido mais do que merecido destaque no episódio anterior, a trama central de Vertigo gira totalmente em torno de Thea, mais especificamente na consequência de seus atos. A jovem teve o seu momento Lindsay Lohan no começo, com todo aquele dramalhão de poder ser condenada a prisão e tal. Quando vi Laurel entrando no tribunal, eu tinha certeza de que ela mexeria os seus pauzinhos para livrar a barra da ex-cunhadinha, mas a jovem ainda possuída ao estilo Marissa Cooper de ser e revoltada com sua mamãezinha megera, se rebelou com a advogada, atitude muito burra. Apesar desse começo um tanto quanto revoltante, volto a dizer que a química entre os irmãos Queen é perfeita.

Um erro, na minha opinião, que não se pode acontecer em Arrow é a exposição de Oliver. Tudo bem ele teve as melhores intenções do universo em proteger a irmã, mas utilizando de sua verdadeira identidade o fez ficar ainda mais arriscado. Se não bastasse isso, o rapaz foi pedir ajuda para uma antiga “amiga” que agora trabalha com um de seus maiores desafetos, Quentin Lance. Falando no ser insuportável, mais uma vez Laurel conseguiu dar um nó em seu pai e conseguir o que quer, graças a sua interminável e valiosa carta na manga, a irmã Sarah. Na moral, está mais do que na hora dele ir procurar um terapeuta e trabalhar em cima de seus problemas familiares, tenho noção de que a dor da perda de um filho é imensa, mas quem sabe ele procurando ajuda não o torna menos insuportável.

Apesar de todo esse excesso de exposição do Oliver, foi inicialmente inteligente sua busca em saber a identidade do Conde, o perigoso traficante por trás do Vertigo, a droga que ferrou com Thea. O Conde tinha tudo para ser um poderoso vilão e salvar o episódio, mas não foi isso que vimos. A única cena digna do rapaz foi a hora em que torturou até a morte um de seus homens, o qual o vigilante/capuz (não sei mais qual o nome da identidade secreta de Oliver, não vejo a hora dele se tornar oficialmente o Arqueiro Verde) o rendeu no início do episódio.

Arrow - 1x12 Vertigo

Como eu disse a exposição de Oliver para resolver o mistério que envolvia O Conde e o Vertigo foi uma atitude arriscada, e complementando, bastante idiota também. É claro que ele ficando frente a frente com o vilão boa coisa não podia acontecer, e não demorou muito para a polícia aparecer e o caos ser gerado. Dig Diggle bem que tentou ajudar Oliver, mas McKenna Hall, a amiguinha do rapaz, simplesmente o viu no meio de toda a confusão e foi dar com a língua nos dentes justo para o Quentin. Tudo bem, a moça estava fazendo o trabalho dela, mas tinha que levar em consideração a amizade dela com Oliver, são nessas horas que vemos que são os verdadeiros amigos.

Quando a gente acha que nada pode piorar, tem que ter muita paciência para lidar com as teimosias de Oliver, Dig Diggle que diga. O rapaz foi atingido por uma amostra do Vertigo, e mesmo o seu braço direito tendo salvado ele das alucinações, ele ainda ficou com um pouco da droga no organismo, e mesmo assim persistiu em ir atrás do Conde, mas dessa vez pelo menos com o seu disfarce, finalmente. Não posso esquecer da nossa amada Felicity, que realmente foi a salvação do episódio, e não é literalmente dizendo. Graças a ela, Oliver conseguiu ir atrás do Conde e tentar detê-lo.

A polícia de Starling City nunca apareceu tanto em Arrow como nesse episódio. Quando o nosso arqueiro estava finalmente perto de deter o vilão de uma vez por todas, o idiota do pai de Laurel aparece e estraga com tudo. E para piorar, Oliver foge, mas deixou uma pista intrigante que deixou McKenna com a pulga atrás da orelha. Falando nela, essa policial é bastante esperta, e poderá ser uma grande aliada ou um verdadeiro tormento na vida de Oliver de agora em diante, sendo que fico mais com a segunda opção, essa personagem não me desceu.

Passado a resolução do caso por trás da fabricação do Vertigo, parece que Marissa Cooper deu adeus ao corpo de Thea. A garota sofreu nos dois últimos episódios mais do que a Morena vem sofrendo na Turquia em Salve Jorge, um choque de revelações e coisas acontecendo. Thea isso é para aprender que quando chegamos a maioridade e dizem que vem as responsabilidades, é nada menos que um tapa na cara para percebermos que as coisas da vida não são fáceis, espero que tenha aprendido a lição.

Com um episódio tão dramático como esse, é claro que a reconciliação entre mãe e filha não podia ter sido mais melodramática possível, quem tem diabetes deve ter morrido com a cena, de tão melosa que foi. No final das contas a Christina Rocha, digo Laurel, será a grande responsável em colocar Thea nos trilhos, e acredito que a jovem trabalhando para ex-cunhada fará com que as duas se aproximem de uma forma surpreendente. Além disso, tenho a certeza de que através disso, a caçula dos Queen poderá ser uma das grandes responsáveis em um possível reato entre Oliver e Laurel no futuro.

No meio de um episódio carregado e fraco, nos deparamos com um dos maiores cliffhangers da série. Eu amo a Felicity, e ela me surpreendeu com seu lado sério apresentado pela primeira vez. Quando ela apareceu dizendo que precisava contar uma coisa para Oliver eu pensei que fosse para se declarar para ele. Só espero que o fato dela ter entregue a lista de Moira ao nosso arqueiro não custe a ela sua vida, igual está prestes a acontecer com Walter, que na minha opinião ainda está vivo. Se preparem para uma sequência de episódios eletrizantes de Arrow até o final da temporada.

PS: Finalmente descobrimos a real de Yao Fei, todas as atitudes “traidoras” dele, no final sempre foi para proteger Oliver. Aos poucos vamos sabendo mais de tudo que aconteceu com nosso herói na ilha.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER