Arrow 1×20 — Home Invasion

Visto um capuz e capturo criminosos. Quando o assunto é complexidade sou o grau mais alto.” — Queen, Oliver

Se alguém tinha algum dúvida de que Arrow é a Revenge da CW com Robin Hood, é melhor começar a mudar os seus conceitos. Um episódio bem intenso, faltando pouco para a aguardada season finale, as tramas foram melhor trabalhadas e desenvolvidas, apesar da sensação de que tudo girou e não saiu do mesmo lugar.

Eu achei que esse episódio teríamos mais de Deadshot, devido ao começo eletrizante que teve, só que não. Eu gostei da ideia de novamente ter mais de um vilão no episódio, pois serve para dar uma maior abrangência no episódio e fazer com que cada personagem tenha o destaque merecido. Uma das coisas legais que a série vem apresentando nos últimos episódios inclusive, é a maneira de dar espaço devido a cada um deles, ponto positivo.

A reaproximação entre Oliver e Laurel é uma coisa que começou a se tornar evidente desde Salvation. A morte dos pais do pequeno Taylor a mando do vilão Edward Rasmus foi apenas um pretexto para isso se tornar mais profundo.

As cenas da ilha estão tendo progressos. O Oliver Queen apresentado nesse núcleo no início da série, é totalmente diferente de agora. Com a entrada de Slade e Shado na história, podemos perceber o quanto o personagem teve uma evolução incrível. Essa evolução é algo inevitável de se acontecer, mas será que essas cenas serão fundamentais por muito tempo? Cada ano dele na ilha será equivalente a uma temporada?

Arrow 1x20 - Home Invasion

O momento em que Oliver deteu Rasmus, pensei que finalmente Deadshot seria o nome da vez, já que Dig Diggle estava mais que pronto para colocar em prática o seu plano de vingança. As sequências do rápido confronto entre os dois foi algo extremamente sem graça, porém propositalmente. Pensem bem, o vilão está sendo reintroduzido aos poucos nos episódios, e quando a gente pensa que o acerto de contas finalmente vai acontecer o protagonista da série não está por perto? Por mais que seja uma vingança pessoal de Dig, o vigilante terá que estar por perto no caso das coisas se complicarem, além de com certeza ser o grande plot do penúltimo episódio da temporada.

Apesar da estratégia inteligente dos roteiristas — ponto positivo novamente — isso trouxe consequências a Oliver. Se não bastasse as coisas estarem estremecidas com Tommy, agora Dig Diggle se revolta, com uma crise de namorada ciumenta e tudo mais. Calma lá…

Outro ponto interessante abordando foi a procura de Harper por respostas sobre o vigilante. Após o que aconteceu com rapaz, pensei que ficaria por aquilo e não teria uma trama a ser desenvolvida. Aí que fui enganado, pois ficou evidente que o jovem junto a Thea terão destaque e tanto na próxima temporada. Por mais que ele ou eles descubram que Oliver é o justiceiro de capuz até a season finale, isso é algo que só poderá ser explorado no segundo ano de Arrow. Apesar disso, um ótimo e tímido cliffhanger foi construído e que ganhará ares incríveis nos próximos episódios.

Quando achei que os minutos restantes do episódio seria pura encheção de linguiça, todos (não apenas quem vos escreve) são surpreendidos. O cúmplice de Rasmus sendo o grande vilão do episódio foi uma verdadeira cartada de mestre, com direito aos roteiristas terem feito uma breve homenagem a Gloria Perez, com um momento a la Livia Marine, quando o malvado mata o mafioso na cadeia. As cenas seguintes de quando ele vai atrás do pequeno Taylor e Oliver tenta detê-lo, lembrou um pouco Senhora do Destino quando os dois se confrontam na escada, além da clássica cena do embate entre Victoria e Amanda no início da segunda temporada de Revenge.

A trama sobre o pequeno Taylor influenciou a Tommy tomar uma decisão importante e que todos comemora, terminar com Laurel. Francamente, isso era algo que eu esperava acontecer na season finale, mas já que foi antes melhor ainda, não havia mais química entre os dois. Apesar de tudo, é de se tirar o chapéu para Merlyn, pois ele abriu mão da mulher que ama para proteger a identidade de Oliver. Isso e ajudar a proteger o pequeno garoto foram uma das últimas atitudes humanitárias dele antes de se tornar o possível grande vilão da próxima temporada de Arrow.

Com o fim desse episódio, faltam apenas três episódios para o fim dessa primeira e tão bem sucedida temporada. Os próximos episódios Deadshot e o Arqueiro Negro serão os grandes nomes para o desfecho sensacional que tanto esperamos. As cenas do flashback também serão essenciais daqui para frente, pois vamos saber qual será a real mesmo de Yao Fei.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER