Arrow 3×09 — The Climb

Perdoe e tenha misericórdia sobre ele, permita-o, perdoa-o, faça-se honrosa sua recepção, proteja-o da punição severa e do tormento do fogo” Ra’s al Ghul

Ok, vamos falar de eventos traumáticos? Vamos falar da Fall Finale de Arrow! Tudo bem gente, tudo vai ficar bem, todos sabemos disso, mas *inclua um palavrão aqui, porque o crítico que vos fala não pronuncia palavrões*, The Climb foi muito bom. Pensem em um episódio de Natal com o mínimo de espírito natalino possível, pois é, tudo bem que tiveram séries que nem ao menos citaram o Natal, mas esse é outro caso, os cidadãos de Starling estavam em clima natalino e Oliver Queen estava lá para garantir que eles tivessem um feriado tranquilo, ou o arqueiro no caso.

Além dos plots Thea descobrindo que Sara está morta, Laurel não sendo tão chata, a mãe da Laurel também descobrindo que a filha mais nova finalmente esta morta de verdade também, e enfatizando, dando apoio para que a filha mais velha vingue a morte da outra, pois é, ela disse as palavras: “faça-os sofrer”. The Climb nos mostrou do que Arrow realmente é feito, gostaria que a série fosse responsabilidade da AMC, porque assim teríamos ainda mais qualidade, na verdade poderia ser de qualquer outro canal menos “cor de rosa” que a CW, mas os produtores estão conseguindo passar episódio excelentes como este, então há esperança.

Este episódio foi especialmente montado com o Flashfoward da escalada, que era literalmente uma escalada, Olliver subindo e subindo sem fim, o presente em Starling City e um FlashBack de volta a Hong Kong, no flashback para variar nada de muito importante, a não ser a explicação de como Maseo foi parar na liga dos assassinos, na verdade não “como”, mas porque ele foi parar lá, Tatsu aparentemente foi capturada pela mulher do cabelo branco bizarro, mas não fala onde o filho dele foi parar, enfim, precisava deixar história para os Flashbacks dos próximos episódios aparentemente.

theclimb

No presente de Starling, além do que já citei acima, ainda descobrimos que Thea matou Sara, sim, sob a influência de uma droga que torna as pessoas suscetíveis a manipulação e depois de cometer determinados atos eles não se lembram do que aconteceu, ok, Malcom Merlim armou essa para Oliver em um “master plan” digno de vilão dos quadrinhos, ainda bem que ele realmente é um. Achei até bacana mostrar as verdadeiras intenções do vilão que vai ser sempre vilão, ele precisava de um seguro de vida, por assim dizer. A liga dos assassinos viria cobrar a morte e Sara, Oliver teria que entregar o assassino e é claro que ele não entregaria Thea, logo ele teria que se entregar a Ra’s al Ghul ou desafiar “a cabeça do demônio”, para um julgamento por duelo, e se Oliver ganhasse todas as dívidas de sangue do império de Ra’s al Ghul seriam perdoadas, no caso a de Thea e um bônus para o vilão mais esperto de todos, as dívidas de Malcom, todos aplaudem de pé, essa jogada foi *inclua outro palavrão aqui*.

Ainda tivemos Ray Palmer, que apesar de se meter entre #Olicity e ninguém em sã consciência deveria fazer isso, confessando o que realmente o motivou a comprar a Queen Consolidated, achei mais um blá blá blá, motivado por motivos similares aos da Cupido, mas tudo bem, a noiva dele morreu durante o ataque dos soldados de Slade e ele esta em busca de algum tipo de vingança, na verdade ele quer se tornar mais um justiceiro, o mais novo fantasiado da série já está prometido para esta temporada, Átomo, e já até mostrou os planos de sua “fantasia” para Felicity, os dois seriam fofos juntos se ela já não tivesse dono, pronto falei.

Thea mentindo para o irmão, awn! É tão fofo ver o Oliver com o coração partido, Stephem Amell é tipo perfeito gente, não só seus músculos que podem ser conseguidos por qualquer ator com um rostinho bonitinho ou não, mas tudo, tem gente que não gosta dele, mas até nas suas redes sociais ele consegue ser o cúmulo da fofura, e quanto a Thea mente para o Oliver, inclusive ela dá umas porradas nele nesse episódio, depois faz a famosa cena de pular da sacada, sabe-se lá o que ela usou para se segurar, provavelmente algum tipo de mecanismo que saía daquela calça medonha que ela estava usando, enfim, é fofo ver o Oliver decepcionado, é fofo ver ele feliz, triste, bravo, Arrow é tudo de bom, mas vamos voltar para o que realmente importa.

Um breve comentário, sou eu ou Roy tem perdido cada vez mais sua relevância na série? Ok, antes de sair para sua escalada, Oliver se despede e todos, e em uma despedida especial ele diz que ama Felicity, awnn, todos os fanáticos por #Olicity derretem nesse momento, para depois terem a experiência mais traumática de todas com a série, o quote que eu coloquei no início desta crítica são as últimas palavras da cabeça do demônio para Oliver, quando ele apunhala o arqueiro e depois empurra-o para cair da montanha, pois é minha gente, Oliver fará mais uma volta do mundo dos mortos, mas que é traumático ver algo assim acontecer com ele é, estou em choque, dia 21 de janeiro é um longo caminho, ainda bem que tenho um monte de série atrasada pra me distrair.

Pois é, The Climb, ao menos para mim, foi uma das melhores apresentações da série até agora, pois o roteiro conseguiu envolver melhor os dilemas da equipe, com a pancadaria e o resultado foi digno da temática da série mais dark, Oliver vendo flashs do passado em seus momentos finais antes de mergulhar para morte, é um exemplo de que ao contrário do que geralmente acontece, Arrow nem sempre nos dá de bandeja os resultados óbvios, eles sabem enrolar com categoria o final feliz dos mocinhos, gostei, não é nem de perto tão sombrio quanto outras séries que conhecemos, mas para CW está de bom tamanho. Até o dia 21 então pessoal, mais uma Fall Finale e férias. Volto em janeiro com o retorno de Oliver Queen dos mortos.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER