Arrow 4×05 — Haunted

Haunted não foi tão cheio de surpresas quanto esperávamos, mas já deixou gostinho de quero mais.

Oh, não se preocupe, se algo der errado nós estaremos muito mortos para nos importarmos.” CONSTANTINE, John

Muitos comentaram que a participação de Matt Ryan como John Constantine em Arrow, serviria para esfregar na cara da sociedade o porquê a série do personagem não deveria ter sido cancelada.

No entanto, apenas reforçou o óbvio. A série dele deveria sim ser cancelada e reformulada, mas o ator merece voltar para o papel.

John trouxe para esse episódio não só a magia, explicando como Oliver estava tão familiarizado com os poderes de Damien. Mas também o humor ácido e articulado do senhor das trevas, exorcista, etc.

Arrow

Sem forçar muito, mas já fazendo bastante força, também percebemos como o timing dos roteiristas foi um tanto óbvio. Logo quando é resolvido o problema Sara, surge o problema Ray Palmer.

Vamos combinar que a juntar os futuros protagonistas de Legends Of Tomorrow tem dado um bom gás para a Arrow, mas como a estreia do Spin-of está distante eles poderiam disfarçar um pouco.

Não que isso seja ruim, até agora a quarta temporada tem evoluído bem. Compensando os erros do passado e mostrando uma equipe dividida voltando a se reunir aos poucos. Só faltou um pouco de disfarce na sequencia de acontecimentos convenientes.

Mas nem só de conveniências foi feito Haunted, afinal Oliver Queen é candidato a prefeito de Starcity, e deixar o enredo principal de fora seria sacanagem. A inclusão do assessor de imprensa Alex Davis, serviu tanto para dar uma sacodida na campanha de Oliver. Quanto para reforçar a ideia de reconciliação entre ele e Laurel.

Damien Darhk fez sua aparição, como sempre muito expressiva. Já é de se esperar que o grande vilão da temporada não tenha um desenvolvimento tão conclusivo quanto o falecido Has.

O personagem que já está confirmado em The Flash e Legends Of Tomorrow, provavelmente fará uma maldade aqui, outra ali, mas não será totalmente derrotado por um bom tempo.

E para quem já estava com dificuldades para engolir o retorno de Sara, chegou a hora de encarar a verdade. A Canário Negro original está de volta e aparentemente vai passar um tempo na cidade, portanto não adianta espernear.

Visualizando o quadro geral, Haunted foi um episódio bem dinâmico e bem trabalhado. Ouve certo equilíbrio entre as narrativas tratadas, falou-se bastante, mas sem excessos.

A única surpresa real foi ver Constantine tanto no passado quanto no presente de Oliver. Os flashbacks dessa temporada seguem seu curso intrigante. O jogo é entregue aos poucos o que deixa o público ansioso para descobrir o que está por vir.

Não deixe de pontuar o episódio no nosso placar e comentar o que você achou. Antes, dê uma olhadinha na promo do próximo episódio, que trás de volta Ray Palmer (pelo menos ele não estava morto e foi ressuscitado):

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER