Arrow 4×18 — Eleven-Fifty-Nine

Eleven-Fifty-Nine finalmente revela a grande vítima da temporada, mas a manobra soa um tanto arriscada para série.

Uma última vez!” LANCE, Laurel

Sem choro, ou com muito choro, dessa vez pode se lamentar: Katie Cassidy, ficou desempregada, mas não por muito tempo. E o team Arrow sofreu sua maior baixa desde o início da série. Afinal temos que assumir que a morte de Sarah não passou nem perto de ser tão importante quanto a de sua irmã.

Eleven-Fifty-Nine

E como hoje em dia nenhum sapo é engolido sem muita reclamação, poucos minutos após a revelação do mistério no episódio de ontem a hashtag #NoLaurelNoArrow já estava nos trendings do Twitter. Não poderia ser por menos, a personagem que começou como um grande pé no saco desde o primeiro episódio da série em outubro de 2012, cresceu, amadureceu e hoje era uma das estrelas mais amadas do show. Então porque ela?

Segundo um dos produtores da série, Marc Guggenheim, essa foi a saída encontrada para a série seguir em frente. Logo a morte da personagem foi seguida pela notícia de que Curtis Holt foi promovido para o elenco regular no próximo ano da série.

Mas Eleven-Fifty-Nine teve bem mais acontecimentos que a queda da Canário Negro. Trazendo a série de volta aos trilhos, pois o trem parecia ter descarrilhado e nos guiava rumo ao desastre, após dois episódios preguiçosos e um tanto embaraçosos para produção da série, chegou o momento de falar sério. E definitivamente, como disse uma das produtoras da série Wendy Mericle, o 18º episódio do quarto ano serve de rampa para a season finale.

Ao contrário do que pensávamos, Damien Darhk estava bem menos desamparado que o esperado. O vilão tinha literalmente um “Ás” escondido na manga e o nome dele era Andy. Pois é, estava bem óbvio, tão óbvio que o próprio Oliver desconfiou do irmão de Diggle, mas contrariando seu próprio conselho Spartan acabou caindo do cavalo e agora carrega a culpa da morte de Laurel.

Eleven-Fifty-Nine

Sim, ele foi diretamente culpado, temos que concordar com isso, e colocar a culpa nos roteiristas, afinal essa mudança de atitude de John foi um tanto precipitada. Ele mesmo diz no episódio que não queria confiar em Andy. Ok, ele deu uma chance, mas de repente ele é um peão na mão do irmão? Na vida real isso não faz muito sentido, principalmente quando ele ameaça Oliver com um revólver, um tanto extremo, mas citando Darhk, ovos, omelete.

A trama do episódio fica com boa parte do crédito da noite. Já que mesmo com pequenos deslizes, trabalhou bem os jogos de manipulação de Damien e Malcolm colocando o team Arrow sempre no lugar e na hora certa para atacarem.

E por falar em Malcolm, porque não seguiram a trama com ele responsável pela morte da Laurel? Fazia tanto sentido aproveitar para aposentar John Barrowman da série. Ao menos podemos sonhar que a atual rixa entre ele e Thea finalmente acabe com o discípulo superando o mestre e Speedy mate o Mágico. Todos amam John, mas Malcolm há tempos veem fazendo hora extra no show.

Pontos de vantagem para as cenas de ação que voltaram a ser extremamente bem montadas. Além de voltarem a ter um propósito, certas lutas desencadeiam determinados acontecimentos, nos últimos episódios essas cenas serviam apenas para espetáculo e não é bem assim que a banda toca.

Eleven-Fifty-Nine

Por fim a fatídica morte que todos não param de falar. Temos pontos de vantagem nessa parte também, pois Katie Cassidy manteve-se fiel a série até o último momento, protagonizando uma das melhores cenas de todos os anos. Infelizmente, era sua última vez em Arrow, ou assim esperamos. Pois seria realmente irresponsável agora os showrunners não assumirem a responsabilidade de seus atos e manterem a personagem morta.

Ollie, sei que não sou o amor da sua vida, mas você sempre será o meu.” LANCE, Laurel

Por que está me contando isso? Por que agora?” QUEEN, Oliver

Porque hoje foi apenas um lembrete de que tudo pode acontecer, por isso preciso que me prometa uma coisa.” LANCE, Laurel

É difícil a dor da perda, mas trazer a Canário de volta estragaria completamente o show que, assim como Marc Guggenheim disse, precisa seguir em frente. Maneiras de trazê-la de volta existem aos montes, mas é preciso assumir riscos e manter-se firme, segundo o produtor há outras formas de voltar a trabalhar com Katie e ela sempre fará parte da família Arrow, mas seu tempo como Canário Negro acabou.

Melhorar a série e não dar vários passos para trás resgatando velhos fantasmas para tentar se reerguer é a melhor saída e esperamos que eles se mantenham fiéis as suas decisões.

A produtora Wendy Mericle ainda afirmou em recente entrevista para a Entertainement Weekly que o pedido que Laurel fez a Oliver só será revelado na quinta temporada, então melhor não segurar o fôlego para descobrir esse mistério tão cedo.

Eleven-Fifty-Nine

Ainda em luto, depois de duas semanas sem episódio veremos o que vai acontecer pós Eleven-Fifty-Nine­ em Canary Cry, que você vê a promo abaixo, mas não se esqueça de comentar com a gente tudo o que está sentindo e dar uma nota para este episódio em nosso placar. Até dia 27 de abril, com mais dor no coração em Arrow.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER