As 5 melhores atrizes do cinema em séries

A idade é cruel com as mulheres, especialmente, quando você é atriz de Hollywood e não é Meryl Streep.

É evidente que toda atriz tem uma espécie de vida útil para conseguir bons papéis nas telonas. Após esse período, costumam amargar um trabalho ou outro como coadjuvante, geralmente interpretando a mãe, a avó, a empregada ou a escrava da protagonista. Cansadas de mendigarem por uma oportunidade de mostrar que ainda são talentosas, muitas atrizes buscam na TV refúgio para suas performances memoráveis. Tudo isso para o nosso deleite e alegria.

É por isso que o nosso Top5 de hoje elegeu as cinco melhores atrizes que abandonaram o cinema e estão fazendo a nossa festa nas telinhas.

5º Holly Hunter em Saving Grace

Holly Hunter sempre foi uma grande atriz. Conseguiu algumas indicações ao Oscar e foi premiada com a estatueta em 1993 por seu papel em O Piano. Depois de amargar alguns fracassos no cinema, migrou para a televisão e estrelou essa interessante série policial sobre uma detetive de Oklahoma, de comportamento autodestrutivo, que vê sua vida mudar quando recebe a visita de um anjo. Holly consegue usar todos os seus artifícios de atriz de cinema para compor sua personagem cínica, bêbada e louca por sexo. No auge de sua autodestruição, após atropelar um homem, pede ajuda a Deus. Ele envia um anjo, Earl, completamente estranho, para auxiliá-la em sua nova vida. Durou três temporadas e Hunter foi indicada ao Emmy e ao Globo de Ouro pela personagem. Dizem que foi cancelada devida aos altos custos, especialmente, por causa do salário de Hunter.

4º Mary-Louise Parker em Weeds

Mary-Louise Parker frequentava muitos filmes indies. Quem não se lembra de seu papel em Tomates Verdes Fritos? Entretando, a falta de bons trabalhos a fez migrar para a TV. Sua atuação em Angels in America a condecorou com um Emmy e um Globo de Ouro. Mas foi em Weeds, na pele da dona-de-casa que precisa vender maconha para manter seu nível econômico de classe média, que recebeu a verdadeira consagração. Memorável seu Globo de Ouro pela série quando derrotou as quatros desperates housewives como Melhor Atriz de Comédia/Musical. Uma pena que Weeds tenha se perdido um pouco em suas temporadas. Contudo, Mary-Louise continuou firme e forte até o fim.

3º Sigourney Weaver em Political Animals

Dá para acreditar que a musa das ficções científicas dos anos 70 e 80, a eterna Tenente Ripley da franquia Alien, ainda não tem um Oscar? E que ainda em um ano, ela foi indicada em duas categorias (principal e coadjuvante) e perdeu as duas? Pois é, meus amigos, o mundo nem sempre é justo, então o jeito é correr para a TV e, quem sabe, conseguir alguma coisinha. Foi justamente o que ela fez ao estrelar Political Animals. Na série, ela vive Elaine Barrish, ex-Primeira Dama, agora divorciada, que assumiu o cargo de Secretária de Estado. Enquanto tenta manter sua família unida, ela precisa lidar com as crises do departamento e a vigilância de uma jornalista. Um trabalho superlativo e digno de Sigourney. Uma das melhores atrizes de cinema a garantir seu espaço também na TV.

2º Laura Linney em The Big C

Parece que o canal Showtime tem o magnetismo necessário para atrair grandes atrizes para a sua grade televisiva. Laura Linney é uma dessas raras atrizes que conseguem mesclar com competência o drama e a comédia sem soar forçada. The Big C é o seu grande triunfo. Sempre atuando em produções independentes, Laura Linney consegui os holofotes em algumas ocasiões, mas sempre precisava dividí-lo com outros colegas de elenco. Todavia, ao viver a professora que está com um câncer terminal, Linney brilhou ainda mais. Impossível não se emocionar ou vibrar com ela em cada cena, cada situação enfrentada com certo otimismo por sua personagem. A série foi renovada devido ao imenso sucesso de público e crítica. Tudo bem que o roteiro é ótimo e o elenco de apoio também. Porém, é a estrela de Laura Linney que brilha constantemente. Um brilho prateado, quase dourado.

1º Glenn Close em Damages

Vez por outra é bom contar com obviedades. E essa é inconteste. Alguém é capaz de discordar que Glenn Close é a melhor atriz de cinema atuando na TV? Ela já demonstrou sua compentência no cinema e é outra injustiçada pela a Academia de Ciências Cinematográficas. Como não premiá-la por sua mulher obcecada em Atração Fatal ou seu mais recente e sutil trabalho em Albert Nobbs? Porém, Glenn Close é o caso mais explícito de uma indústria que renega suas grandes estrelas a papéis secundários. Mas isso não impediu seu brilho. Patty Hewes talvez seja o personagem mais importante surgido nas últimas seasons premieres. Tudo bem que hoje, em sua última temporada, Damages não seja mais a melhor série da atualidade, aquela que todos querem seguir e saber como vai acabar. Entretanto, desafio alguém a dizer que a interpretação dessa mulher não é visceral em todos os sentidos. Glenn Close defendeu sua personagem com tanta garra, com tanta gana, com tanta vontade! Ah, como é prazeroso acompanhara cada minuto dela em cena. Damages se divide em duas partes: felicidade quando Glenn está em cena e ansiedade por esperar ela entrar em cena novamente. Mereceu todos os prêmios que conquistou. Este aqui, o topo, é só mais um de todos os que ela fez jus.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER