As 5 melhores cantoras do The Voice

Que me perdoem os aficcionados por American Idol e The X Factor, mas o reality show mais memorável da TV nos últimos anos é, sem sombra de dúvida, o The Voice. O que favorece o programa é justamente o seu formato inusitado (os artistas se apresentam para os jurados que estão de costas; se agradar, o jurado aperta um botão e sua cadeira gira deixando-o de frente com a voz que chamou-lhe a atenção) e o fato de não valorizar tanto a aparência e mais a potência vocal de cada candidato. O Brasil estreará a sua versão no dia 23 de setembro, nas tardes de domingo.

A versão americana já está na terceira temporada, que estreou no último dia 10 de setembro, e, até o presente momento, só foi vencida por homens (curiosidade: os dois eram carecas e tinham seus nomens iniciados por J. #fikdik). Será que não havia mulheres competentes para vencer essa bagaça e ser considerada a grande voz americana?

Imbuídos de um espírito de investigação técnica e muito bem embasada, o Box de Séries faz essa coluna e elencar as cinco melhores mulheres que poderiam facilmente vencer a competição e mostrar que possuem uma voz muito melhor que a dos homens que venceram o programa. Vamos a elas:

5º Vicci Martinez

Do grupo treinado por Cee Lo Green, temos a força dessa baixinha arretada de nome Vicci Martinez. Detentora de uma voz potente e agressiva, de uma postura única como artista, Martinez galgou sua posição até o final do programa. Sua interpretação para The dog days are over com direito a uso de tambores em pleno palco são uma das apresentações mais inesquecíveis de todo o show. Isso sem mencionar o dueto dela com Cee Lo e aquele agudo impressionante. Acabou lançando um CD a pouco tempo. Melhor que Javier Colon, sem dúvida.

4º Lindsey Pavao

Ah, o que dizer dessa belezura em todos os sentidos? Dotada de sensibilidade artística única, Lindsey Pavao foi uma das cantoras mais completas que passou pelo The Voice. Com uma visão técnica indiscutível, Pavao promoveu versões indies de grandes sucessos e arrebatou os corações de todos os que assistiam ao programa. E a voz? Como não se comover com a voz emotiva dela? Sua interpretação singular para o hit pop “Please don’t go” e o consequente choro final, incluindo as lágrimas derramadas por Christina Aguilera, estão entre os momentos mais genuinamente emocionantes que presenciei em realities shows. Foi eliminada pelo público na semifinal, que a preteriu em favor do cantor de ópera Chris Mann. Uma grande injustiça, pois foi a quarta melhor coisa que o reality nos deu.

3º Katrina Parker

The Voice Katrina Parkers Killing Me Softly with His Song

Uma secretária de Los Angeles, enfiada no cubículo de uma repartição tinha o gabarito necessário para vencer o The Voice. Assim era a desacreditada Katrina Parker. Quando Adam Levine apertou o botão e virou a cadeira para ver a simpática moça cantando “One of us”, nem ele chegou a acreditar muito no potencial dela. Contudo, ao longo do programa, a jovem evoluiu assombrosamente. Mesmo sendo vendida como uma espécie de Adele, Katrina Parker galgou seu caminho, atingindo em cheio o coração do público americano. Em suas performances de “Don’t Speak” (No Doubt) e “Perfect” (Pink), mostrou que merecia muito estar entre os finalistas. Mas foi sua apresentação com o clássico “Killing me softly with his song” que Katrina assegurou sua permanência no programa. Christina Aguilera, prevendo o que poderia acontecer, sai em defesa da cantora e implora que o líder do Maroon 5 olhe para Katrina com um viés artístico e acreditasse no potencial dela. Todavia, uma lambança feita por Adam Levine tirou-a da competição, para nosso eterno luto e revolta. Sua superação e crescimento incluem ela no grupo das melhores.

2º Dia Frampton

Para todos os efeitos, Dia Frampton foi a campeã moral da primeira edição americana do The Voice. Ninguém poderia acreditar que a tímida cantora, capaz de recriar clássicos como “Breathless” ou “Losing my religion”, não seria a vencedora daquela competição. Desde sua primeira apresentação ao vivo, seu jeito meigo e sua voz singular angariaram admiradores que logo colocaram suas canções em primeiro lugar de vendasonline. Era impossível não declará-la a vencedora. Entretanto, Justin Bibier, “fã” do programa, convocou sua horda de seguidoras pueris a votarem em massa no concorrente Javier Colon. Com menos de 1% de diferença, Dia amargou uma segunda colocação. O bom é que o lançamento do primeiro trabalho da cantora acabou sobrepujando o de Javier, mostrando quem realmente merecia vencer.

1º Juliet Simms

Se Dia Frampton foi a campeã moral da primeira temporada, Juliet Simms foi a vencedora inconteste da segunda temporada. Treinada divinamente por Cee Lo Green, sua estreia nos lives shows foi com “Roxanne”, clássico do The Police. A cria de Cee Lo Green fez uma apresentação inigualável canção e, ouso dizer, melhor que a original. As apresentações seguintes só a confirmaram como a grande favorita e candidata a ser batida. Inesquecível também foram as penas caindo durante “Crazy”, do Aerosmith. Ou a emoção contida em “It’s a man’s, man’s, man’s world”. Ou ainda a sensibilidade única em “Torn”.

Foi a única mulher na final. Quando anunciaram-se o quarto e terceiro lugares, a vitória da jovem roqueira estava mais do que garantida. Porém, a decepção foi enorme e descomunal quando Carson Daly leu o nome de Jermaine Paul como o vencedor da segunda temporada. Simplesmente, inacreditável pensar que uma cantora superlativa como Juliet foi derrotada pelo gosto do público médio pelo comum. Revoltante pensar que eles deixaram de lado uma das melhores participantes de qualquer reality show que se tem notícia. Luto eterno.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER