As 5 piores adaptações de clássicos infantis

Entre princesas e piratas, elegemos as 5 piores adaptações da mais nova moda de Hollywood.

Com a chegada de O Caçador e a Rainha de Gelo, o BOXPOP resolveu preparar uma lista com as 5 piores adaptações dos clássicos infantis. Então, prepare a pipoca e vem com a gente conferir os longas.

Cinderella

Cinderella foi um dos filmes mais aguardados do primeiro semestre do ano passado, afinal era o primeiro live-action da Disney com o foco todo para uma das princesas mais importante dos estúdios. Porém quando estreou, o filme trouxe uma certa decepção por parte dos fãs do clássico, que não gostaram de ver as diversas mudanças em relação a animação e ao filme. Vamos citar pelo menos quatro itens que, infelizmente, não colocaram Cinderella na lista de grandes adaptações.

A escolha de Lily James foi um tanto quanto equivocada, afinal a atriz não possuía nenhuma característica para interpretar a princesa. James disputava o papel junto das atrizes Alicia Vikander e Margot Robie para viver a personagem título. Diante das três, certamente Margot ou até mesmo Alicia teria desempenhado um papel bem melhor que a escolhida.

Outro fato que acabou desagradando foi a não presença dos animais. Para quem não sabe estamos falando dos ratinhos, que ajudam a Cinderella boa parte da trama, mas que no filme foram deixados de lado. Isso sem contar a maior decepção: O VESTIDO. Todos nós sabemos o quão mágico e belo é o momento do vestido, mas que, no filme, soou como superficial e sem graça. Infelizmente, podemos dizer que Cinderella é um filme OK, mas que não segue o clássico Disney.

A Fera

Era para ser uma adaptação do romance escrito por Alex Flinn, porém o que acabamos encontrando em A Fera foi um festival de péssimas atuações mediante a um roteiro mal sucedido e uma direção bastante falha. O longa dirigido por Daniel Barnz (o mesmo que dirigiu A Menina no País das Maravilhas e A Luta por um Ideal) se passa em Manhattan, e a Fera é um lindo e rico rapaz, com um pequeno desvio de caráter. Ao terminar seu relacionamento com uma garota de uma forma bem má, ela se torna bruxa e o amaldiçoa, fazendo com que ele se transforme em tudo o que mais odeia. A modificação grotesca em sua aparência faz com que ele comece uma caça ao amor verdadeiro, o único sentimento que pode acabar com essa terrível maldição.

Impossível comprar a ideia que o longa seja uma modernização do conto de A Bela e A Fera, mesmo tendo algumas características que lembram o clássico da Disney. A Fera peca em todos os sentidos por entregar um filme extremamente fraco e com um elenco que parece não saber o que está fazendo ali. O casal vivido por Vanessa Hudgens e Alex Pettyfer não possui nenhuma química, e uma doida e descabelada Mary-Kate Olsen está, mais do que nunca, caricata do que realmente uma bruxa. A Fera em momento algum foi levado a sério e nem mesmo o estúdio acreditava em seu sucesso. Quando foi lançado em 2011, o filme foi uma verdadeira bomba, sendo massacrado pelos críticos e pelo público.

Peter Pan

Muitos certamente vão se perguntar porque escolhemos Peter Pan para integrar na lista das piores adaptações. O longa não é tão ruim quanto parece, mas o que o estraga é querer dar uma cara totalmente moderna e acabatr falhando terrivelmente. O elenco de peso que trouxe os nomes de Hugh Jackmann, Rooney Mara e Garrett Hedlun foi algo a parte, porque eles não estavam nenhum pouco à vontade em seus papeis. Hugh Jackman estava totalmente caricato como o vilão Barba Negra, já a dupla forma por Garrett e Rooney até tentavam ás vezes dar mais de si, mas o roteiro tão fraco acabava sempre prejudicando eles. Infelizmente, não foi dessa vez que vamos ver uma aventura a altura para a história do menino que não queria crescer.

A Garota da Capa Vermelha

A diretora Catherine Hardwicke alcançou a fama mundial depois de dirigir a primeira adaptação de Crepúsculo, três anos depois ela voltaria a dirigir mais um longa com temática sobrenatural. Em A Garota da Capa Vermelha, Hardwicke propõe nos contar uma nova versão da clássica história da Chapeuzinho Vermelho, mas acaba falhando gravemente ao apresentar um filme totalmente raso e que lembra em diversos aspectos à franquia de Crepúsculo. O elenco principal era formado pela atriz Amanda Seyfrield e os atores Shiloh Fernandez e Max Irons, que disputavam o coração da nossa protagonista. Mas um deles poderia ser o tão terrível lobo mau. O que acabamos assistindo em quase 2hr de filme, é quase que uma cópia do longa anterior da diretora, mas em outro momento. Não foi dessa vez que acertaram em contar a história da menina que levava doces para vovozinha.

Floresta Negra

Todo mundo sabe que as histórias infantis nunca foram realmente “inocentes” como a Disney passa ao longo dos anos em suas clássicas animações. Em 1997, o diretor Michael Cohn dirigiu uma versão dark do conto da Branca de Neve e Os Sete Anões, que levou o título aqui no Brasil de Floresta Negra. Na época das Cruzadas, um nobre e sua esposa grávida sofrem um acidente, mas ele consegue salvar a criança. Algum tempo depois, ele decide se casar novamente, sem imaginar que sua nova esposa praticava bruxarias e que com o tempo perseguiria a enteada. Com um elenco que trazia dois grandes astros dos anos 90: Sam Neill e a atriz Sigourney Weaver, o filme prometia ser realmente assustador e nos entregar uma visão totalmente diferente da história de Branca de Neve, porém o que acabamos encontrando é um filme arrastado, cansativo e que em momento algum consegue ser realmente assustador. O elenco acaba ficando artificial diante de tantos clichês. Floresta Negra tinha uma grande potencial para desenvolver uma história realmente adulta, mas acabou optando pelo tradicional.

Galerinha, esse foi o nosso Top 5 de hoje. Curtiram os filmes? Comentem aqui embaixo e não se esqueçam de dizer quais foram as piores adaptações na opinião de vocês. Até semana que vem!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER