As cores do sangue determinam a sociedade em A Rainha Vermelha

Em um mundo dominado pela cor do sangue, a liberdade virá dos lugares mais improváveis em A Rainha Vermelha.

E nós vamos nos levantar. Vermelhos como a aurora.” — Farley

A nação de Norta é dividida por prateados e vermelhos. Os prateados, pessoas que possuem sangue prata, são pessoas que possuem algum tipo de poder e os vermelhos, com sangue vermelho, são os trabalhadores, a plebe, os que mais sofrem.

Mare Barrow é uma vermelha, que vive em um vilarejo vermelho não diferente de muitos outros: famílias pobres, sempre tentando sobreviver ao dia seguinte, e desfalcada pelos filhos recrutados para a guerra. Mare mora com seus pais e sua irmã, que tem uma habilidade imensa em fazer bordados maravilhosos que serão comprados somente por prateados. Seus três irmãos mais velhos foram recrutados há algum tempo, e eles não tem notícia de qual o paradeiro desses irmãos e nem certeza de eles estarem vivos ou não.

A maneira de Mare ajudar sua família é roubando. Ela é uma habilidosa ladra, mas seus pais não concordam com essa “habilidade”. Porém, Mare já tem um destino certo para quando completar a maioridade: a guerra, assim como seus irmãos e vizinhos. Mais tarde, descobre que seu melhor amigo, seu protegido, o órfão Kilorn também terá esse mesmo destino.

Após um encontro em uma noite de roubos, Mare tem a oportunidade de ir trabalhar para a família real, prateados de Casas nobres. Em um evento para escolha da nova princesa, que casará com o futuro rei, Mare descobre acidentalmente que possui poderes. Mas ela não é prateada, possui sangue vermelho, então como é possível que isso tenha acontecido? Como é possível que seja a menininha elétrica?

Você é um milagre, Mare Barrow, uma impossibilidade. Algo que nem eu consigo entender, e já vi você por inteiro.” — MERANDUS, Rainha Elara

Mare acaba sendo “acolhida” pela família real, como uma prateada há muito perdida, e deverá se casar com o príncipe mais novo. Ela será instruída a se portar como prateada, pensar como prateada e também passará a conhecer todas as Casas e a hierarquia entre os prateados.

Os prateados descobrem que têm um inimigo à espreita: rebeldes autointitulados Guarda Escarlate. O objetivo da Guarda é a libertação dos vermelhos, melhores condições e o fim da supremacia prateada. Com a ajuda de Mare, a Coroa tentará acabar com os rebeldes e ainda conseguir mostrar para a população, prateados e vermelhos, quem manda na nação.

Obviamente, nossa mocinha irá se aliar à Guarda e tentará derrubar a Coroa de dentro. E ela conta com a ajuda de seu noivo, o príncipe Maven. O príncipe também está descontente com a forma como os vermelhos são tratados, sem respeito. E, junto de Mare e da Guarda, tentará dar fim a isso. Entretanto, Mare se vê dividida entre seu noivo, fofo e solícito, e o irmão dele, o futuro rei, Cal — que age de forma contrária a todas as coisa que a Guarda e Mare lutam para acabar.

Não é nosso fim, Mare — ele garante ao me abraçar, fazendo seu peito vibrar ao rir. — A rainha vermelha. Até que soa bem.” — WARREN, Kilorn

Após muitas maquinações, Mare, Maven e a Guarda resolvem invadir o castelo, com os rebeldes e render o rei. Mare e Maven só têm uma chance, pois se der errado ambos serão considerados traidores e condenados a morte. Tudo vai bem, de acordo com os planos, porém Cal não reage da maneira esperada, fazendo com que todo o plano fosse por água abaixo. Mare e Maven acabam sendo condenados à execução. A rainha tenta salvar seu filho, que foi “influenciado” pela vermelha traidora, pela menininha elétrica. Quando muito, Mare é que foi influenciada por Maven, mas ninguém quer saber disso.

A frase todo mundo pode trair todo mundo ressoa cada vez mais forte, até zunir em meus ouvidos como os ventos de um furacão.” — BARROW, Mare

Numa reviravolta sensacional, descobrimos que a Guarda e Mare fora traídos por Maven e pela rainha. E agora, tanto Mare quanto Cal, que no fim das contas não é tão errado quanto Mare pensa, estão condenados a morrerem. Eles conseguem fugir, derrotados e com apenas uma coisa em mente: matar Maven e tentar acabar com a guerra.

Este é o primeiro livro da trilogia The Red Queen. E você, já leu A Rainha Vermelha? Conta para nós nos comentários o que achou.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER