As Crises e Reviravoltas de Scandal

A coluna O Melhor e O Pior de… retorna com uma série que ganhou bastante destaque durante a temporada 2012–13. Quem aí ainda não ouviu falar em Scandal?

A primeira aposta de Shonda Rhimes fora do contexto hospitalar é um verdadeiro sucesso. Scandal mostra a gestora de crises Olivia Pope, profissional em resolver os problemas da elite de Washington D.C., mas sem talento nenhum para se sair dos seus próprios conflitos.

INSPIRADA EM UMA HISTÓRIA REAL

Sabe quando aparece nos créditos finais de um produto audiovisual que qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência? Com Scandal não é bem assim. A personagem de Olivia Pope é inspirada em Judy Smith, a gestora de crises que já foi assessora da Casa Branca e representou Monica Lewinsky no escândalo envolvendo Bill Clinton, na época presidente dos Estados Unidos.

É DA SHONDA RHIMES

Sim, caro leitor/internauta, a roteirista mais conhecida por criar séries médicas também está por trás deste instigante show. A rainha do drama não poupa seus personagens dos eventuais conflitos, e acredite, uma série que tem ‘Escândalo’ como nome só poderia ser mesmo uma overdose de conflitos. De triângulos amorosos a teorias de conspiração, Scandal respira drama!

A SEGUNDA TEMPORADA

Definitivamente, Shonda Rhimes sabe como ninguém desenvolver a segunda temporada de uma série. Quem viu Grey’s Anatomy e Private Practice entende bem o que eu quero dizer. O segundo ano de Scandal apresentou uma agilidade alucinante na resolução de suas tramas, sem perder tempo para episódios que não contribuem para o andamento da atração.

sCANDAL O pior

A PRIMEIRA TEMPORADA

Não, a temporada de estreia não é ruim. O problema é que é muito curta, apenas sete episódios. Logo, a season não conseguiu desenvolver a maioria dos personagens de forma satisfatória, apostando nos casos da semana e sua relação com a Casa Branca — o que fez muito bem.

A TODA PODEROSA OLIVIA POPE

Talvez o maior problema da primeira temporada seja justamente sua protagonista. Olivia Pope é tão boa no que faz que ela nunca está errada. Mas como assim ela NUNCA está errada? Exatamente. Pope é tão poderosa, tão perfeita, está sempre tão certa, que fica até difícil considerá-la verossímil. Ainda bem que Rhimes percebeu o erro que estava cometendo e tratou logo de corrigir o problema na season seguinte.

E você, concorda com os motivos citados aqui? Comente.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER