As doces polêmicas da família Foster

fosters

Junte os seguintes ingredientes e veja no que dá: duas mães lésbicas; um ex-marido policial; filhos adotivos problemáticos, sendo que uma das meninas vende drogas e a outra acabou de chegar de um reformatório barra-pesada. Tudo isso em uma série que faz, no seu próprio nome, alusão a um dos programas de adoção mais contraditórios dos EUA (na série, Foster é o sobrenome da família. Mas nos EUA, Foster é o nome de um controverso projeto que leva menores para diversos lares temporários enquanto aguardam um lar definitivo). Esta mistura seria ou não a receita de um programa pesado, cheio de dramas e cercado de polêmicas por todos os lados?

Bom, seria a junção perfeita para tudo isso sim, mas por incrível que pareça, The Fosters nem de longe é esse tipo de série. A história da família nada convencional formada pela policial Stef (Teri Polo) e pela professora Lena (Sherri Saum) é leve, tranquila, cheia de compreensão e principalmente, amor. Afinal, é ABC Family né gente. Quem lembrou de Switched at Birth pelo estilo parecido, apesar do contexto diferente, levanta a mão! o/

No piloto vemos a chegada de um novo membro (na verdade, dois) na família Foster, é Callie, apresentada inicialmente como uma pessoa difícil e problemática. Sem enrolação, e com um roteiro ágil que não demora a desenvolver as tramas, já nesse primeiro episódio conhecemos a verdadeira Callie, e entendemos seus motivos para ser como é.

Tendo perdido a mãe cedo, Callie e seu irmão, Jude, são mandados a vários lares adotivos complicados, onde sempre foram espancados (“Eles só tiveram azar”, como diz o assistente social Bill). Em um desses lares, ao tentar defender seu irmão, Callie se envolve em uma confusão, que acaba levando a adolescente para um reformatório. É lá que Callie cria aquela “casca” de proteção tão típica em quem teve esse tipo de experiência.

Entretanto, só entendemos que Callie é uma rebelde com causa ao longo do episódio, quando em um impulso de coragem tipicamente adolescente, ela e seu “irmão” Brandon resolvem salvar Jude das garras de seu agressor. Graças ao aplicativo localizador de Stef (tecnologia salvando vidas, aprendam séries e novelas brasileiras), Callie e Brandon são encontrados, e a família Foster ganha mais um membro, Jude.

Se o que você busca é uma série sobre sexualidade, que aborde as dificuldades de aceitação de uma família formada por duas mães em uma sociedade tipicamente preconceituosa, mude de canal. Pois em The Fosters não há espaço para esse tipo de questionamento, ali não há dúvidas. Já no primeiro episódio, Callie em um impulso preconceituoso questiona: “Vocês são sapatonas?” Sendo rebatida por Jesus: “Elas preferem o termo ‘pessoas.’”

the fosters 01
the fosters 02

Fugindo totalmente dos clichês do gênero, The Fosters é uma série familiar que merece sua audiência. Mais uma vez a ABC Family acerta, contato uma história leve e sem preconceitos sobre uma família tão normal e tão diferente como todas as outras. Afinal, essa não é uma história sobre sexualidade, é uma história sobre aceitação, sobre família. E por que essa tal família não pode ser formada por duas mulheres?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER