As faladeiras Garotas Gilmore

Basicamente, Gilmore Girls é uma série familiar focada na relação entre mãe e filha, que são acima de tudo melhores amigas. Mas isso não é o grande diferencial da série.

Na verdade, tudo em GG é peculiar. A começar por Stars Hollow, cidade fictícia do interior habitada por pessoas, no mínimo, excêntricas. Nela, moram Miss Patty, a ex-vedete que hoje tem uma escola de dança, Babette com sua voz esganiçada e seus gatos, Mrs Kim, a super religiosa e autoritária mãe de Lane, a melhor amiga de Rory, que adora rock n’roll e sonha em ter uma vida normal. Lá também é o lar de Taylor, o dono do mercadinho e espécie de prefeito da cidade que vive pegando no pé de todo mundo, principalmente de Luke, o dono da lanchonete e melhor amigo de Lorelai, por quem nutre uma paixão platônica. Não podemos esquecer dos amigos dela, Sookie, a chef desajeitada e Michel, o metido concierge da pousada em que os três trabalham. E o que falar de Kirk, o coringa que a cada episódio tem um emprego diferente sempre se metendo em confusão? Enfim, não importa o quanto eu escreva, porque diferente da série, eu jamais farei jus a eles.

O clã Gilmore é composto por Lorelai, a filha rebelde que ficou grávida aos 16 anos e saiu de casa assim que deu a luz por não aguentar mais os mandos e desmandos de seus pais, Emily e Richard, para quem tradição, posição social e dinherio importam… e muito! Enquanto isso, Rory é a menina de ouro de todos. Super dedicada aos estudos, inteligente, bonita. É, como já disse, a melhor amiga de Lorelai e também a esperança de Richard e Emily de terem a filha que sempre sonharam. Completa a família, ou quase isso, Christopher, o pai de Rory, o namorado dos tempos de escola de Lorelai. Os dois sempre foram apaixonados um pelo outro e tem uma química incrível mas, apesar disso e da pressão de seus pais, ela preferiu não casar com ele na época que ficou grávida e agora, anos mais tarde, ainda sente que ele não está preparado para assumir a responsabilidade de uma família.

Faltou falar das amigas de escola de Rory, com destaque para Paris, sua “rival” — totalmente controladora e surtada e de Dean, o primeiro namorado da garota. Claro que no decorrer da história, muitos personagens chegam e saem da série, mas seria impossível listar cada um.

Além do cuidado com os personagens, o roteiro é outro ponto alto da série. Suas personagens falam demais, fazem referências a coisas velhas, novas, cultas e bregas. Fazem referência até a Xuxa, só para você ter uma ideia da abrangência da coisa. Duvida? Então não deixe de ver o vídeo no final do texto. Mas voltando, elas falam demais e rápido demais. Mas elas não falam besteira, afinal o texto é muito bem escrito. Poucas vezes vi uma série tão “sem furos”. Uma coisa, por mais simples que seja, nunca é esquecida, a série raramente se contradiz e alguns momentos e falas são repetidos em episódios diferentes, seja para mostrar a continuidade da história, sua evolução ou o fechamento de um arco. Gilmore Girls é redondinha! Dá gosto de ver.

E eu nem vou começar a babar ovo na personagem da Lorelai porque eu já fiz muito isso nos dois podcasts que gravamos sobre a série. Aliás, se ficou interessado em saber mais ou quer simplesmente relembrar, vale a pena ouvi-los: podcast sobre o episódio piloto e sobre a primeira temporada completa!

E vale muito a pena ver e rever as Garotas Gilmore, afinal elas são fanstáticas!

A seguir, a cena do episódio “Hammers and Veils” — S02E02 — no qual Lorelai menciona a Rainha do Baixinhos — versões dublada e legendada:

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!