As Helenas de Manoel Carlos

Manoel Carlos é um dos grandes novelistas desse país, e também não é pra menos. Histórias como Baila Comigo, Felicidade, Por Amor, Laços de Família, Presença de Anita, entre outras, marcaram a teledramaturgia brasileira.

Quando começa a circular na internet que “Maneco” está preparando uma nova novela, temos três certezas: a protagonista se chamará Helena, a trama se passará no Leblon e o José Mayer pegará praticamente todo o elenco feminino. Evidências à parte, as heroínas do autor, apesar da coincidência do nome, possuem características e tramas totalmente distintas umas da outras.

A primeira Helena de Manoel Carlos foi interpretada pela atriz Lilian Lemmertz na trama Baila Comigo, dando início a essa tradicional saga do autor. Entre os meses de janeiro e fevereiro estreará Em Família, que será marcada por ser a última novela de Maneco, que escolheu Julia Lemmertz, filha da intérprete de sua primeira Helena, para ser sua última protagonista.

Aproveitando a carona da Semana Brasil no nosso Box de Séries, o Manual Prático de hoje vai abordar com mais detalhes essas mulheres que marcaram história na teledramaturgia.

Helena-baila-comigo

Baila Comigo (1981)

Atriz: Lilian Lemmertz

Trama central: Helena teve um romance com Joaquim Gama e nessa relação nasceram os gêmeos Quinzinho e João Victor (interpretados por Tony Ramos). Porém, a moça foi obrigada a separar os dois bebês, ficando com apenas um deles. Muitos desencontros acontecem antes dos dois irmãos ficarem frente a frente anos depois.

A trama foi a primeira da teledramaturgia brasileira a abordar os sacrifícios que uma mãe é capaz de fazer pelo filho.

Momento marcante: De longe, o reencontro entre os irmãos Quinzinho e João Victor rendeu o momento mais marcante de Baila Comigo, depois de muito obstáculos enfrentados por eles.

Felicidade (1992)

Atriz: Maitê Proença.

Trama central: Helena é uma jovem de Minas Gerais que se apaixona por Álvaro (Tony Ramos), mas que acaba se casando com Mário (Herson Capri). Após um casamento fracassado, a jovem descobre que está grávida de seu antigo amor, que está noivo de Debora (Viviane Pasmanter).

Por conta disso, Helena se muda para o Rio e decide se tornar mãe solteira. Oito anos depois, ela e Álvaro se reencontram e o casal enfrenta diversos obstáculos até finalmente terminarem juntos. Essa foi a segunda Helena de “Maneco”, após um intervalo de nove anos e três produções escritas pelo autor.

Momento marcante: De longe, essa Helena é uma das que mais tem garra e o que ela fez para criar a pequena Bia dispensa comentários. Dessa trama toda, o momento mais marcante é quando a protagonista revela à filha que Álvaro é seu pai, ocorrido no penúltimo capítulo. O encontro entre os dois rendeu o momento mais emocionante da novela.

História de Amor (1995)

Atriz: Regina Duarte

Trama central: Helena é uma mulher batalhadora, que acaba tendo que lidar com a gravidez precoce de sua filha Joyce (Carla Marins), além dos conflitos com o ex-marido Assunção (Nuno Leal Maia) por conta da situação. No meio disso tudo ela acaba se apaixonando pelo médico Carlos Alberto (José Mayer), que se envolve com a protagonista, mas que é noivo da obsessiva Paula (Carolina Ferraz), além de ser assediado por sua ex Sheila (Lilia Cabral).

Momento marcante: Um dos fatos que pegou os telespectadores de surpresa é quando Joyce descobre que o pai acabou se relacionando com a irmã de sua mãe, e que nesse caso nasceu um bebê antes da jovem morrer, que era ela. Consequentemente. a personagem acabou se revoltando contra Helena, e a reconciliação entre as duas, no penúltimo capítulo, rendeu um dos melhores momentos da trama.

Helena-por-amor

Por Amor (1997)

Atriz: Regina Duarte

Trama central: Helena é uma mulher que faz de tudo por sua filha Maria Eduarda (Gabriela Duarte); as duas são amigas e muito ligadas uma a outra. A jovem está de casamento marcado com Marcelo (Fábio Assunção), mas sofre com a tormenta de Laura (Viviane Pasmanter), ex do rapaz, além da desaprovação de Branca (Susana Vieira).

No meio desse rebuliço todo, Helena acaba se apaixonando pelo arquiteto Atílio (Antonio Fagundes), e depois de certo tempo se casam, para o desgosto da vilã Branca. O que a protagonista não esperava é que acabasse engravidando de seu marido, curiosamente na mesma época que sua filha.

Por Amor ficou marcada por ser a segunda Helena interpretada por Regina Duarte, e por ser a primeira novela em que ela contracenou ao lado da filha, a também atriz Gabriela Duarte.

Momento marcante: Sem dúvidas, quando Helena descobre que o bebê de sua filha morreu, foi o momento mais marcante dessa novela histórica. Ao descobrir que Maria Eduarda não poderia mais engravidar, com a ajuda de Cesar (Marcelo Serrado), Helena acaba trocando os bebês, dando a entender que foi seu filho quem morreu no parto, em vez do neto.

Helena-laços-de-familia

Laços de Família (2000)

Atriz: Vera Fischer

Trama central: Helena é uma esteticista, residente no bairro do Leblon. Um belo dia ela acaba se envolvendo em um acidente de carro com Edu (Reynaldo Gianecchini), um médico recém-formado. Depois de tantas brigas, os dois acabam se apaixonando, causando uma certa desaprovação de alguns por conta da diferença de idade entre eles, principalmente por parte de Alma (Marieta Severo), tia de Edu.

O que o casal não contava é que apesar desse obstáculo, a volta de Camila (Carolina Dieckmann), filha caçula de Helena, ao Rio de Janeiro, seria algo que colocaria de vez o relacionamento deles em xeque. A jovem acaba se apaixonando por Edu, e disputa o rapaz com a própria mãe, e acaba se casando com o médico. Eis que depois dessa turbulência toda, a vida dos personagens passa por uma grande reviravolta quando Camila descobre ter leucemia, após ter sofrido um aborto espontâneo.

A novela é considerada um dos maiores sucessos de Manoel Carlos, e contou também com diversos personagens, marcantes como a prostituta Capitu (Giovanna Antonelli), o rústico fazendeiro Pedro (José Mayer), a vilã Iris (Deborah Seco), Fred (Luigi Baricelli), filho mais velho de Helena, entre outros. A trama também marcou a estreia dos novatos Reynaldo Gianecchini e Juliana Paes, que logo viriam a se tornar uma das principais estrelas da emissora carioca.

Momento marcante: A descoberta da doença de Camila mobilizou não só a trama, como o Brasil todo. Tudo foi tratado de forma tão intensa, que a cena em que a filha de Helena opta em raspar a cabeça por conta dos efeitos da quimioterapia, parou o país e é considerado até hoje um dos momentos mais emocionantes de toda a teledramaturgia brasileira.

Helena-mulheres-apaixonadas

Mulheres Apaixonadas (2003)

Atriz: Christiane Torloni

Trama central: Helena é diretora de um colégio particular do Leblon, o qual tem o marido Téo (Tony Ramos) e a cunhada Lorena (Susana Vieira) como donos. A protagonista vive um casamento morno com o músico, e os dois têm um filho adotivo, o pequeno Lucas. O que ela não imagina é que o garoto é filho de seu marido com outra mulher, Fernanda (Vanessa Gerbeli).

Apesar de ter uma ótima relação com a família de Téo, com a enteada Luciana (Camila Pitanga) e Pérola (Elisa Lucinda), a ex de seu marido, Helena não se sentia totalmente satisfeita com a vida que levava. Após reencontrar com Cesar (José Mayer), seu antigo amor do passado, a diretora decide se entregar novamente a essa paixão.

Além disso, tramas como da professora Raquel (Helena Rinaldi), que sofria agressão de seu marido, e o ciúme obsessivo de Heloísa (Giulia Gam), irmã mais nova de Helena, agitaram a história. Destaque também para a atriz Bruna Marquezine, que deu um show de interpretação por conta da pequena Salete na época.

Momento marcante: Mulheres Apixonadas teve diversos momentos emblemáticos, mas nenhum deles se comparou com morte de Fernanda. A cena foi uma das mais emocionantes da novela, que até comoveu Tony Ramos e Vanessa Gerbeli. Na ocasião, Téo está decidido a contar a verdade sobre Lucas, porém os dois personagens acabam ficando presos em meio a um tiroteio, e no momento em que a moça leva um tiro de bala perdida, a pequena Salete tem uma sensação muito ruim de que algo aconteceu com sua mãe.

Helena-páginas-da-vida

Páginas da Vida (2006)

Atriz: Regina Duarte

Trama principal: Dividida em duas fases, inicialmente a história é focada principalmente em Nanda (Fernanda Vasconcellos), uma jovem que está estudando em Amsterdã e acaba engravidando de seu namorado Leo (Thiago Rodrigues). O que ela não contava é que o rapaz opta por não assumir os bebês que ela espera, e a moça então volta ao Brasil e terá que lidar com sua mãe, a autoritária Marta (Lilia Cabral).

Após uma discussão com a mãe, Nanda acaba sendo atropelada e não resiste ao acidente. Antes de morrer, a jovem acaba dando a luz aos seus filhos, os pequenos Francisco e Clara. Ao descobrir que a neta nasceu com síndrome de down, Marta rejeita a criança, deixando Helena, que era médica de Nanda, horrorizada, mas que toma a decisão de criar a garota.

Com o passar dos anos, Helena se vê disputada pelo ex-marido Greg (José Mayer) e por Diogo (Marcos Paulo), um antigo amor. Além disso, a médica se encontrará em um dilema se deve revelar ou não a Leo que a filha do rapaz está viva, e voltará a ter outra vez o seu caminho cruzado com o de Marta. Essa foi a terceira Helena de Regina Duarte.

Momento marcante: Ao voltar para o Brasil, Nanda acaba levando uma surra da sua própria mãe após a vilã descobrir sobre a gravidez da filha. Esse foi um dos momentos que com certeza ficou marcado em Páginas da Vida.

Viver a Vida (2009)

Atriz: Taís Araújo

Trama central: Helena é uma modelo internacional, com uma carreira bem sucedida. A jovem vê sua vida passar por uma reviravolta ao conhecer Marcos (José Mayer), um homem mais velho e que acabou de sair de um casamento de 30 anos com Tereza (Lilia Cabral). A paixão dos dois é imediata, causando a revolta principalmente da ex-mulher do rapaz e da filha mais velha do casal, a também modelo Luciana (Alinne Moraes).

O casal passa por uma grande provação após Luciana sofrer um acidente durante uma viagem a trabalho com Helena, e acaba ficando tetraplégica, o que estremece a relação deles. Como se não bastasse isso, Marcos acaba se envolvendo com Dora (Giovanna Antonelli), e a moça acaba engravidando. Por conta disso, Helena desiste de seu ex-marido, e se envolve com Bruno (Thiago Lacerda), que logo depois descobre que é filho de Marcos.

Momento marcante: Apesar da audiência não ter sido tão bem sucedida que nem as tramas anteriores de Maneco, Viver a Vida teve diversos momentos históricos. Na minha opinião, uma das melhores foi o “acerto de contas” entre Helena e Tereza após o acidente de Luciana, quando a protagonista se ajoelha perante a ex de seu marido, implorando perdão por tudo que aconteceu durante a viagem que causou a tragédia.

Na sua opinião, qual das Helenas é a mais marcante?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER