As melhores séries Sci-Fi

Na última segunda-feira, dia 25, comemorou-se o famoso Dia da Toalha, uma homenagem à trilogia de cinco livros O Guia do Mochileiro das Galáxias.

Aliás, no Box saíram ótimas matérias sobre esse dia super nerd, uma explicando mais o porquê dessa comemoração e outro sobre o autor dessa série, Douglas Adams. Por conta disso, a coluna Top 5 de hoje irá elencar as melhores séries Sci-Fi da TV, porque afinal, o que é mais nerd que uma boa e velha ficção científica? Elementos desse gênero estão presentes na TV desde sempre, ganhando maior visibilidade na famosa (e ótima!) The Twilight Zone. De lá pra cá, diversas produções foram feitas, algumas com ótimos roteiros (Firefly e Orphan Black, por exemplo), outras com até boa vontade, mas péssima aplicação (Almost Human, com ótimo potencial, mas desperdiçados em episódios fillers pouco interessantes).

Então peguem suas toalhas e bora lá!

5º Battlestar Galactica (2003)

Battlestar-Galactica2

Baseada na série de 1978, Battlestar Galactica começou em 2003, com dois telefilmes contando uma nova versão do início da história. Após quase um ano a série de fato estreou, e iria se tornar a queridinha de muita gente, eleita como uma das melhores séries de ficção científica já feitas, superando a série original, com ótimos efeitos e uma história bem desenvolvida, que se distanciava ainda mais da história já contada no passado, criando uma nova mitologia. Tudo começa em um sistema distante, onde uma civilização de seres humanos vivem em um grupo de planetas conhecidos como as Doze Colônias, que são destruídos pelos Cylons, uma raça cibernética criada pelos próprios seres humanos, que atacam as colônias devastando o planeta e as pessoas. A humanidade, quase extinta, então embarca na única nave intacta, a Battlestar Galactica, com a missão de encontrar o lendário planeta Terra. Diversos dramas humanos e problemas sociais do nosso cotidiano foram trabalhados durantes as quatro temporadas da série, além de influências do ataque de 11 de setembro.

4º Star Trek

Star-Trek

Em 1966, no dia 8 de setembro, estreava Star Trek (Jornada nas estrelas). A história acompanha a tripulação da Enterprise, de onde o capitão James T. Kirk, com a ajuda de Spock, McCoy, Uhura e companhia, explora a galáxia e defende a Federação Unida dos Planetas. A sua missão, que duraria cinco anos, tinha o objetivo de “audaciosamente ir onde nenhum homem jamais esteve”. A série original durou apenas três temporadas, sendo cancelada por uma audiência que não atendia à NBC, mas transformou-se em um sucesso após ser vendida para outro canal e se tornou um clássico. Possui vários spin-offs, incluindo uma série animada. Um ícone da cultura pop e nerd e até considerada uma rival de Star Wars, Star Trek teve um reboot na forma de filme em 2009, com direção de J. J. Abrams. O terceiro filme dessa nova franquia tem previsão de estreia para 2016.

3º Fringe

Fringe THUMB

Uma das melhores séries dos últimos anos, negligenciada pela audiência americana. Tudo começa quando a agente Olivia Dunham é chamada para investigar um acidente com o voo 627, onde todos os passageiros e sua tripulação acabou morta de uma maneira horrível. A história segue até que seu parceiro de investigação, John Scott, quase morre em uma emboscada, e ela desesperadamente procura por ajuda. Assim, ela conhece Walter Bishop e seu filho, Peter Bishop, e todos descobrem que esse evento é apenas parte de algo muito maior. A série tem uma mitologia irretocável, com viagens entre universos, desenvolvimento genético e pessoas com habilidades sobre humanas. Além de seus personagens apaixonantes, as relações entres eles são o que movem a história — o fio condutor do seriado é o amor de Walter por seu filho, e até seus episódios fillers são deliciosos de se ver e rever. Ao contrário de outras séries (como LOST, que, aliás, divide o mesmo criador, J. J. Abrams), Fringe consegue responder praticamente todos os seus mistérios, e mostra que até os episódios aparentemente aleatórios tem alguma importância, dando um final mais do que satisfatório em uma temporada final dada de presente aos fãs pela FOX, mesmo com a baixa audiência da série. Vale destacar a relação entre Walter e Astrid, a vaca Gene, aos easter eggs presentes em todos os episódios (olá, observadores!) e as diversas aberturas, que são um espetáculo à parte.

2º The X Files

A dupla de agentes do FBI Dana Scully (a personagem mais cética da história) e Fox Mulder investigam casos bizarros e inexplicáveis. O tema principal da série é o ser extraterreno, sendo a mitologia constituída basicamente em cima disso; no entanto, os agentes investigaram os mais diversos casos: mutantes, pessoas com algumas habilidades especiais e até monstros. A série, que estreou em 1993 com baixas expectativas, tornou-se um fenômeno e um sucesso para a FOX. A presença de uma mitologia própria por onde o seriado trilhava, faz com que o espectador queira ver todos os episódios. Citada em diversas outras séries e usada como influência para a maioria das séries sci-fi contemporâneas, Arquivo X entrou para a história da TV. A música de abertura, que todos já associam à assuntos alienígenas, e seus famosos slogans, como “The Truth Is Out There” (A verdade está lá fora), “Trust No One” (Não confie em ninguém), “I Want to Believe” (Eu quero acreditar), provam o quanto essa série ainda continua no imaginário popular. E o sucesso foi tanto que a série volta como uma minissérie de 6 episódios que estreia ano que vem.

1º Doctor Who

A história acompanha o alienígena do planeta Gallifrey, chamado de Doctor, que viaja em sua nave chamada TARDIS, disfarçada como uma cabine de polícia londrina dos anos 1960. Ele não só viaja no espaço como no tempo também e, geralmente, está com alguma companhia. A série possui os títulos de “mais longa série de sci-fi da história” e “mais bem sucedida série de sci-fi da história”, e não é para menos, a série britânica que estreou em 1963 é simplesmente uma das melhores e mais criativas já feitas. Uma maneira genial de sempre renovar a série foi colocada, a chamada (e temida) Regeneração, que acontece quando o Doctor está perto de morrer e consegue se regenerar, mas acaba mudando sua forma física e, assim, um novo ator pode ficar no lugar, além da renovação das companions, as pessoas que acompanham o Doctor em suas aventuras. Com personagens — e vilões — sempre carismáticos e histórias apaixonantes, a série virou um fenômeno, principalmente após esse novo começo, em 2005. A versão mais recente continua a saga a partir do nono Doctor de uma maneira que todos podem entender e se viciar. Quem não sente uma nostalgia ao ver os Doctors 10 e 11? Ou tem saudades de Rose ou do casal Pond e sua história complexa? Ou morre de medo dos Weeping Angels? A nova temporada de Doctor Who tem estreia prevista para o outono desse ano.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER