Bates Motel 4×07 — There’s No Place Like Home

There’s No Place Like Home une novamente os protagonistas da série, mostra o potencial de Norman e encaminha suas tramas para o final.

Eu não sou normal. Mas também não sou como você. Posso ser louco como você , mas sou esperto e consigo sair desse lugar porque quero. Eu sei como fazer o mundo me ver como alguém normal, amável e bom… e você não consegue fazer isso. Essa é a razão pela qual você nunca vai sair daqui.” BATES, Norman

Como compuseram Tom Jobim e Vinícius de Moraes: “tristeza não tem fim, felicidade sim”. Norman parecia avançar em seu tratamento e Norma estava feliz longe do filho e em seu relacionamento com Romero. Aliás, a transição do início do episódio de filho para mãe foi excelente. Pontos para a fotografia e para o roteiro.

Tudo muda quando Norman finalmente descobre sobre o casamento de sua mãe. A partir daí começa a arquitetar sua saída de Pineview, manipulando Norma e Edwards. Observamos claramente esse fato no diálogo do protagonista com Julian, destacado aqui na crítica.

Contando com o lado emocional da mãe e do psicólogo, nosso protagonista finalmente se reúne novamente Norma. A cena entre mãe e filho foi incrível e mostrou um Norman extremamente manipulador e em uma posição superior a de Norma. O que a trama parece antecipar é alguma animosidade entre Norman e o agora marido de sua mãe.

O modo como a série mostrou que Romero não se encaixa no ambiente familiar dos Bates foi incrível. Assim como uma TV de última geração não combina com o ambiente interno e retrô da decoração da casa, também Alex não se encaixa ali. Mais pontinhos para o roteiro.

Bates Motel 4x07 - There's No Place Like Home

Paralelamente a isso, finalmente o arco de Dylan e Emma parece ter importância na trama principal. Depois de descobrir a carta da mãe de sua amada, o filho mais velho de Norma começa a investigar o desaparecimento de Audrey e acaba chegando à conclusões sobre o comportamento de Norman.

O conflito de Dylan com Norma sobre o assunto acende ainda mais a curiosidade dele e esse elemento do enredo promete ser importante nos episódios finais. Ao pensarmos na futura ida do personagem para Seattle, obtemos mais uma tensão entre o que ele sabe e seu inevitável futuro com Emma.

Além disso, parece que Rebecca finalmente vai embora, deixando-nos apenas com o que importa: o arco principal.

There’s No Place Like Home foi mais um episódio muito bom da quarta temporada e encaminhou bem a trama. Esperamos que os três últimos episódios continuem na mesma pegada.

E você, gostou do episódio? Deixe seu comentário aí embaixo!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER