BBB 15 — A rainha do sincericídio

Angélica pagou o pato por falar demais no BBB 15. Não que falar muito seja pecado, mas num jogo onde se é julgado por atitudes num curto espaço de tempo, a forma de falar ganha extrema importância. Angélica não seguiu a cartilha de Fernanda Keulla de como se expressar dentro e fora da casa. Uma ganhou, a outra saiu, num paredão triplo, com 69%.

Angélica é dona de uma prepotência ao falar o que pensa e o que acha certo. Não soa bem para quem está ouvindo. A sinceridade nem sempre é uma qualidade, se você não tiver um filtro, um bom senso e uma delicadeza ao dizer as coisas. A enfermeira é categórica ao dizer que “eu sou assim e não vou mudar”. Que pena! Mudar, rever conceitos, se reinventar faz parte da vida. E no BBB essas características são essenciais para seguir no jogo.

Foi um paredão de quem diz o que pensa. Os três são marcados por falarem e sofrerem as consequências. Mas, então porque só Angélica foi tachada como tal? Simples, como disse acima: as diversas formas de se falar! Luan, por exemplo, falou de negros, de atos violentos que considera “heroicos”, de atitudes machistas e por aí foi e vai. Mas do jeito que solta esses absurdos parece que estamos vendo um moleque que acha que sabe de tudo, mas que a vida irá mostrar o contrário. Há um consenso dentro e fora da casa de que Luan fala sem pensar e que assim não precisa dar um crédito.

bbb15_angelicaeliminada

E o que falar de Mariza? Ela sim é totalmente sem filtro. Diz o que pensa de tudo e todos e se atrapalha na explicação. Cria confusão e se faz de confusa, de vítima. Daí cria-se um estereótipo de louca. “Ah, não liga, Mariza é louca, não quis dizer exatamente isso”. Sim, ela quis dizer exatamente aquilo que se ouviu, mas recebe o perdão, principalmente do público, porque a forma da sua sinceridade ferina sai da boca de uma “tia louca”. E quem não tem uma assim em casa?

Angélica fará falta nesse BBB 15. Era o contraponto perfeito para as ações que movimentam a casa. Dos três, Luan não faria falta alguma. Mas a presença prepotente da enfermeira era o último sopro de caos na edição. O caos é necessário. Aquele momento em que nos entregamos, nos revelamos e fortalecemos para o quem em seguida. Fernando passou por um caos particular com a saída de Aline, e suas novas atitudes vêm justamente da necessidade de se reinventar. Agora, se retoma as rédeas da situação e, não ocorrer nenhum abalo nessa dinâmica, muito provável que o teremos na final.

A relutância de Angélica em mudar as atitudes em prol do jogo a tirou da disputa e pode ter prejudicado diretamente suas aliadas. Amanda e Tamires estão demonstrando uma abertura muito perigosa para Fernando as manipularem. Assim voltaremos ao marasmo de outras edições que nem são dignas de notas de comentários.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER