Breaking Bad 5×11 — Confessions

Você poderia, ao menos uma vez, parar de me manipular?” — PINKMAN, Jesse

Certa vez, um crítico de cinema me disse que um texto sobre uma boa produção economiza elogios. Sem dúvida, naquela época, Breaking Bad ainda não tinha estreado…

Até agora, estou um pouco passada por tudo que aconteceu neste episódio. Fiquei chocada com o final, claro, mas não foi apenas ele que arrancou elogios (e palavrões) enquanto eu acompanhava mais um dia em Albuquerque.

E apesar do título sugerir que este episódio seria recheado de confissões — e duas aconteceram — o que rolou solto mesmo foram as manipulações. A começar pela cena do interrogatório, com Hank tentando buscar a empatia de Jesse para que ele o ajudasse em sua obsessão por colocar o cunhado na cadeia. Hank precisa acertar seu timing para este tipo de proposta!

Marie também aprontou das suas, tentando atrair Walter Jr sob um falso pretexto. O problema é que ela (e todo mundo ali) está lutando contra o mestre da manipulação. E lá foi o Walt contar para o filho que seu câncer havia voltado, o que, obviamente, fez o garoto não querer sair do lado do pai. Mas isso foi fichinha perto do que ainda estava por vir.

Em uma das maiores filhas-da-putagem que já presenciei na vida, Walt encena todo um “jantar de confraternização” com Hank e Marie, no qual, munido do velho discurso “vamos pensar nas nossas famílias”, dá um cala a boca velado no cunhado em forma de uma confissão em que ele, Walt White, o grande Heisenberg, é uma mera vítima de Hank.

BB 5x11

Tenho que confessar que sempre tive uma enorme queda pelos vilões, principalmente, os inteligentes, que apostam muito mais nas artimanhas do que na força física. E mesmo Walt sendo um dos maiores símbolos atuais do vilão astuto, não consigo mais simpatizar com ele como antes. Como alguém pode ser tão FDP assim? É muita cara de pau, Brasil. Na verdade, eu o amo e o odeio, ao mesmo tempo, na mesma medida. E pelos mesmos motivos…

E a Skyler, hein? Ela continua na vibe do episódio passado. Na cabeça dela, o que passou, passou. E a vida está tão mais confortável agora que ela deixou de ser a mulher de um professor de química do ensino médio e se tornou uma pequena empresária que ela não quer estragar o momento com “escorregões do passado”. Daqui a pouco, o Walt vai morrer mesmo…

Enquanto isso não acontece, ele continua tratando de lidar com seus problemas para continuar #WINNING e seu foco se volta para Jesse, afinal, quem pode ser mais perigoso do que alguém que não tem nada a perder? Melhor convencê-lo a sumir… ou então mandá-lo para Belize. Ou alguém aí duvida que Walt seria capaz disso como o próprio Jesse previu?

Mas a máscara caiu… Definitivamente! Depois de tanto tempo imaginando como Jesse descobriria a maior maldade de Walt até agora — envenenar uma criança — uma das únicas coisas que poderia fazê-lo acordar de verdade para quem realmente é o seu parceiro (a outra seria descobrir sobre a morte da Jane, mas acho que isso ficou perdido lá trás, afinal não houve testemunhas), jamais pensei que aconteceria daquela foram, mas quando aquela sequência começou foi tão perfeito que meu queixo caiu e fiquei embasbacada olhando para tela da TV enquanto o episódio caminhava para seu final.

Falar que as coisas agora vão pegar fogo é uma piadinha idiota, mas é a pura verdade. Breaking Bad segue firme rumo a um final épico, em que a economia de elogios só acontecerá porque eles serão infinitamente obtusos para dimensionar a qualidade da série.

PS 1: Quando e como a trama do Todd & cia vai cruzar novamente com a do Mr White é uma das coisas que mais instigam minha curiosidade. E cada vez mais, eu acho que a metralhadora será usada contra eles.

PS 2: “Seriously? Hello Kittly?” #Morri

PS3: Se no episódio anterior, Anna Gunn arrasou, todos os méritos neste vão para Aaron Paul. Sua atuação ao transformar toda sua dor em ira foi incrível.

PS 4: Coitado do Saul, só se lasca!

Assista ao promo do próximo episódio, intitulado Rabid Dog:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER