Chicago MED 1×01 — Derailed [Piloto]

Derailed é um ótimo exemplo de receita de sucesso, na estreia de Chicago Med.

Morte, implacável morte, deixe um ramo verde para o amor.” CHARLES, Daniel

Como Dick Wolf já havia explodido a recepção do pronto socorro de Chicago Med em I am the Apocalypse, 19º episódio da terceira temporada de Chicago Fire. Um acidente de trem foi o que restou para o piloto oficial da série que completa a tríade Chicago.

Todo mundo sabe que uma boa catástrofe é uma ótima forma de começar uma série médica. Mas o que torna o novo sucesso da franquia melhor que as séries médicas que já estão no ar? A resposta certa é tudo e nada.

Chicago Med parece ser uma garantia de sucesso, apesar de ter exatamente os mesmos elementos que suas concorrentes. O que deu à série alguma vantagem foi todo o alicerce construído para que sua estreia tivesse firmeza.

Foram meses apresentando alguns personagens nas duas séries das quais ela é derivada. Um grau de parentesco para manter o laço mais forte, no caso a vez foi dada aos irmãos Halstead. Todo mundo lembra que Gaby e Antonio são irmãos também? Ok, nada muito original aqui. Isso não foi uma crítica, afinal funciona!

Além de tudo isso o piloto veio forte. Tem médico “filho pródigo”, com aquele suspense pairando sobre seu passado. A estudante de medicina insegura Sarra Reese, que lembra Chili, só que uma versão oposta a personalidade da paramédica.

Lembrando que o Dr. Connor Rhodes é o ex-Tommy de Arrow, personagem que começou chato e morreu legal, deixando saudade. Além de ótimo ator ele também será pivô de outro ingrediente que faz uma boa série médica: rivalidade entre machos alpha. Dr. Halstead não gostou muito da nova adição ao time e o sentimento foi recíproco.

Depois de todos os personagens muito bem apresentados. Fica o lembrete para futuros médicos da série: seu primeiro dia vai ser bem difícil! Outros pontos fortes muito bem construídos ficaram a cargo dos pacientes.

Os casos tratados deram uma força para criar o laço de afinidade entre os personagens e o público. Oliver Platt definitivamente roubou lágrimas com seu jovem paciente/amigo a beira da morte.

Aliás, está aí outro ingrediente indispensável para uma série médica de sucesso: coincidências fantásticas, quase milagrosas. Conseguir pulmões para o garoto que estava há anos na lista de espera com uma possibilidade improvável de compatibilidade.

A série parece muito preocupada em mostrar os médicos e enfermeiros como personagens humanizados. Fez falta um vilão de verdade, mas nada que não possa ser introduzido mais para frente.

Apesar dos pesares, não houveram falhas graves. Chicago Med tem tudo que um hit de sucesso precisa para se dar bem na TV americana e facilmente na TV mundial. A mensagem foi clara, um piloto forte, mas sem exageros. E quem agradece é o telespectador.

E você, também curtiu a nova estreia da NBC? Deixe sua nota para o episódio no placar abaixo. Não se esqueça de comentar seus momentos preferidos.

[taq_review]

Veja a promo de iNO:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER