Chicago Med 1×03 — Fallback

Fallback foi um daqueles episódios para se apaixonar pelos personagens.

Não peça desculpas. NUNCA peça desculpas.” — ZANETTI, Toni

Chicago Med veio mesmo para ficar, e além de uma sólida base antes de sua estreia, agora investe pesado para que o público morra de amores por seus personagens. E esse é um lado perigoso do rígido amor que Dick Wolf vem nos dando ao longo dos anos.

Isso porque ele segue bem a linha citada há pouco tempo na série da MTV americana, Scream. Ele nos faz amar muito os personagens, pois quando eles “partem”, seja lá como for, nós realmente sentimos por isso.

Bom, se alguém de Chicago Med der adeus, nossos corações ficarão partidos. Disso a equipe do famoso produtor pode ter certeza. Mais ainda após o grande episódio Fallback, que apesar de ter aliviado a barra na pressão vivida pelos médicos, pesou a mão no carisma.

Isso tudo porque este foi um daqueles episódios que nos faz escolher um time, torcer por aquele time e vibrar com suas conquistas. No caso o time todo de médicos estava do mesmo lado e os grandes vilões eram apenas os casos apresentados.

Quem aqui não torceu para o pai de Rhodes se dar mal no final? Pois é, apesar da promo do episódio ter prometido algo mais sinistro em torno do personagem, o público não se viu decepcionado com os acontecimentos. Dentro de um contexto mais realista, toda a narrativa em torno do assunto fez sentido.

E dentro do caso Rhodes ainda tivemos a oportunidade de conhecer sua irmã, que por sinal não está muito feliz com o reencontro familiar. De quebra, rolou uma tensão sexual entre o personagem e a Dra. Zanetti.

Para quem não sabe, a atriz Julie Berman, que interpreta a Dra. Toni Zanetti já tem anos de experiência em série médica. Ela é uma das muitas atrizes americanas que participaram de General Hospital, que é a série soap opera/drama mais longa da história da TV americana, com mais de 13.000 episódios. A atriz que ganhou três Daytime Emmy’s, permaneceu no show de 2005 a 2013, participando também de seu spin-of General Hospital: Night Shift.

Uma personagem que tem tido aparições aleatórias, mas que tem muita presença em cena é Maggie. Assim como o Dr. Charles, a personagem parece orbitar entre os colegas e se mostrar muito caridosa e eficiente quando necessária. Além disso, a enfermeira adiciona aquela pitada de mãe autoritária que ama seus filhos incondicionalmente, que toda série médica precisa.

Apesar de tudo, todos tiveram bastante destaque neste episódio, inclusive Sharon Goodwin — que surgiu um tanto apagadinha no início da série. Hoje ela estava com as armas prontas para o contra ataque e protagonizou ótimas cenas.

Tivemos destaque especial para Nat, ou Dra. Manning, que ainda tocou violino com uma paciente. Talvez o grande sucesso de todas as séries médicas atuais esteja exatamente nesta fantasia. A ilusão de que os médicos da vida real se envolvem tanto com seus pacientes.

De qualquer forma, a personagem deu um show, sem o estresse de mulher grávida apresentado no episódio anterior. Sem contar que ela sempre contracena com Will Haustead, e quem torce para o ruivo da série levanta a mão \o/.

Por fim não podemos criticar as decisões tomadas para o tom da série. Está tudo dentro dos conformes e todos estamos amando demais. Principalmente porque vira e mexe ainda encontramos nossos personagens favoritos das outras séries Chicago transitando pelo hospital.

Não se esqueça de deixar sua nota para este episódio no placa abaixo. Confira também a promo de Mistaken:

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER