Chicago Med 1×06 — Bound

Bound apresenta um roteiro intenso, seguindo a regra das primeiras vezes que qualquer série médica deve seguir.

… Essa é coisa mais difícil que você terá que fazer como médica, certo? Isso não fica mais fácil. Pelo menos não para mim, mas nós é que fomos escolhidos para fazer isso e eu penso que há certa nobreza nisso.” CHARLES, Dr. Daniel

Primeiramente vale lembrar que Chicago Med tem seguido a linha das séries que lhe deram origem quando falamos das promos que antecipam os episódios. Pelo vídeo divulgado de Bound antes do lançamento do episódio, acreditamos que veríamos algo completamente diferente do que foi apresentado, mas isso não tira em nada os créditos do ótimo episódio que tivemos.

O parto da Dra. Manning que parecia ser o centro de todo episódio passou quase batido se não fosse pelo enredo envolvendo sua sogra contra Will. Todo mundo percebeu que o romance está no ar entre os dois, por isso não foi difícil para a sogra perceber o clima e tentar impedir que o história avance.

Por fim o drama realmente prometido durou menos de trinta segundos e o filho da pediatra nasceu perfeito e o pequeno susto serviu apenas para dar uma esquentada nas coisas.

Como série novata, a terceira aposta da família Chicago tem a vantagem de apresentar temas médicos que já foram mostrados por outras séries, pela primeira vez, com sua própria roupagem e nesse ponto a equipe de roteiristas não decepcionou novamente.

Sarah, que a princípio parecia que teria pouco espaço na série, vem ganhando terreno e protagonizando ótimas situações. Dessa vez ela precisou dar uma péssima notícia a uma família e o drama envolvendo esse contexto acertou o ponto.

Sempre com a ajuda do Dr. Charles, a estudante um tanto insegura, mostrou que leva a sério seu trabalho, e todos nos emocionamos com a sua dificuldade de principiante para encarar uma das situações mais clássicas em séries médicas. Dar más notícias.

Outra trama que ocupou boa parte do episódio foi o caso dos imigrantes ilegais que acabaram chamando a atenção do Dr. Rhodes, mesmo com o envolvimento do órgão responsável e a deportação da paciente nós acabamos descobrindo o porquê dos sentimentos do médico estarem tão à flor da pele. Seu pai continua fazendo de tudo para mantê-lo completamente desconfortável e ainda descobrimos que o drama familiar vai além.

Um caso de família que aparentemente vai se arrastar por um tempo. No entanto Connor deixou bem claro que voltou e está muito bem onde está. Será que podemos esperar um comportamento menos passivo do filho pródigo agora? Todos sabemos que dramas familiares podem render boas tramas dependendo do andar da carruagem. E com a qualidade já constatada da série vem coisa boa por aí.

Em uma visão geral, Bound foi um episódio completo, trabalhou seus personagens de forma eficiente e apresentou um procedural competente e intenso, arrancando lágrimas do público. Pode confessar que você também chorou.

Agora só falta você nos dizer o que achou nos comentários e deixar uma nota para o episódio no nosso placar. Antes vale conferir a promo de Saints:

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER