Chicago P. D. 2×03 — The weight station

Ninguém lá fora sabe como realmente operamos, como nos colocamos em perigo. Se eles soubessem estaríamos de mãos atadas” — VOIGHT, Hank.

Finalmente um ótimo episódio de Chicago P.D. nessa temporada até então morna. Foi na medida exata de tensão e adrenalina, com uma boa dose de drama. Tudo em seu devido lugar e quem ganhou foi o espectador.

Ainda pegando carona na cabeça de Halstead estar a prêmio e após o ataque que ele e Lindsay sofreram no bar, o episódio segue os desdobramentos dessa ação e a consequências do ato criminoso.

Voight, mais uma vez, mostrou porque realmente é um dos mais competentes na área. Por mais que seus métodos sejam questionáveis, ele é o tipo de profissional que consegue resolver, atingir resultados, alcançar as metas. O interrogatório de um suspeito e as metáforas para céu, inferno e limbo entram para os melhores diálogos da série.

Chicago PD 2x03

Outro que é um dos braços direitos de Voight e que representam a velha escola de policiais é Olinsky. Seguindo a mesma cartilha do chefe, Olinsky não dorme em serviço e sabe muito bem a hora de utilizar seus trunfos, suas cartas na manga. A maneira como ele lidou com Bembenik foi genial. Deu vontade de aplaudir.

Mais uma vez, todos do departamento trabalharam em equipe. É muito bacana quando todos se unem em torno de um único caso e tendo o seu momento de brilhar. Até Halstead, que sempre é meio insosso, mostrou que é um homem de culhão e tomou a responsabilidade para si.

Sean Roman chegou ontem e já mostrou serviço. A dureza com que ele tratou Halstead deixou todo mundo impressionado, principalmente Burgess. Notaram o olhar que ela lançou para o novo parceiro de combate? Rusek que não se cuide. Não demora muito e ele pode dar adeus à namorada. E se continuar pisando na bola com a moça isso vai ser mais rápido do que se imagina.

A parte ruim do episódio ficou por conta da aparição da mãe de Lindsay e seu casamento. Pra que essa mulher entrou na trama? Só pra Lindsay fazer mais um relato emocionado de como lidou com o vício da mãe? Isso poderia ser feito muito bem, sem a inclusão dessa personagem. Só serviu para atrasar o episódio.

No mais, Chicago P.D. encontrou seu ritmo. Resta torcer para que isso dure muito. Fiquem com as cenas do próximo capítulo.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER