Copa Hotel 1×02 — Check In

Uma rachadura emocional que depois virou erosão” — Fred sobre a relação com seu pai.

Como toda cidade grande, o Rio de Janeiro é cheio de oportunidades e dentre todas estas, uma das mais importantes está sempre ali na esquina: transar. Pela segunda vez, Fred tentou se dar bem, e também pela segunda vez, seu pênis recusou. Motivos não faltam! Falaremos disso depois. Veio primeiro, para você, leitor, entender a importância.

Seria interessante que além do esforço de Fred para se adaptar à falsa verdade carioca, o confronto com seu meio irmão se acentuasse. É sempre bom ver o ritmo de seriado regendo tradicionais contos das novelas. Uma história de vilão e mocinho não cairia mal, já que o romance já está presente mesmo! Mas, talvez Copa Hotel seja refinada demais para isso. Talvez Fred seja refinado demais para isso.

Enfrentar de cara os desafios que o hotel lhe apresenta, mais a carga emocional que a família joga em seus ombros com tanta preocupação e egoísmo e ainda a perda de um pai o qual Fred admirava, com certeza, tem feito que ele pareça às vezes meio sem vontade de viver para continuar o legado grande do passado deixado pelo falecido. Sem sorrisos nem olhos felizes, Fred desliza pelos corredores do Copa sem parecer empolgado. Exceto quando Maria aparece.

copa hotel

O momento em que ele saiu com Maria foi sem dúvida o ápice deste episódio. Que inveja tive do momento no boteco que os dois tiveram. Não poderia ser mais carioca! Maria é uma mulher decidida e sabe que quer Fred. Sabe o jeito exato de falar, de olhar, os ângulos. Maria sabia que teria Fred, só não sabia que o teria por completo.

Mas se Copacabana está em decadência disfarçada, seus residentes também. Inclusive o mais novo deles. Fred infelizmente não bateu ponto e a clara demonstração da paciência de Maria diante do ocorrido prova que ela não está ali só pelo sexo casual, como esperado, talvez, por ele. Ela quer bem mais e está conseguindo, fisgando ele um passo de cada vez. Maria Ribeiro mais uma vez esteve um espetáculo!

A crônica das mazelas femininas e das de Copacabana são congruentes: mesmo complicadas de lidar, fazem parte do charme total. É uma mistura mais ácida de Afinal, o que querem as mulheres? e de Paraíso Tropical. Maria e Fred me parecem perfeitamente complementares em suas ausentes semelhanças e aí deve estar a origem da atração de ambos. Só que como a doutora prometeu, ainda falta muita luz na intimidade. O jeito é esperar!

Semana que vem a hora da chegada de Antônia, que compromete configurar um conturbado triângulo amoroso com os nossos dois trintões favoritos de Copacabana. Se dar para esperar adaptação ou ciúmes de Maria eu não sei, mas que vai ser um bom gás na vida de Fred, com certeza. Ela tem todo o frescor dos 20 anos e deve ser cheia das ideias destemidas. Tudo que o hotel precisa!

PS: E parece que tudo que Fred precisa é o mar: http://gnt.globo.com/copahotel/noticias/Diario-do-Fred–ida-a-praia.shtml

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER