Criminal Minds 11×04 — Outlaw

Em Outlaw, uma dupla fora da lei comete os piores crimes de Criminal Minds

Quanto mais as coisas mudam, mais permanecem as mesmas.” — ROSSI, David

Criminal Minds apresentou um episódio focado apenas no caso da semana. Não tivemos aquela menção a algo pessoal da vida de alguém do time. Nem houve citação à investigação “dirty dozen”. Mesmo assim, talvez esse tenha sido o melhor episódio dessa temporada.

Quando Garcia apresentou o caso à equipe, deu para perceber que o teor de sadismo dos assassinos era de fazer lembrar e lamentar que realmente exista gente assim no mundo. A investigação seria em torno de assaltos com direito à violência sexual e emocional das vítimas.

Como não explorou a vida pessoal do time, Outlaw explorou pequenos detalhes da vida pessoal de outros personagens — como o problema com bebidas do Chefe de polícia. Montoya estava nitidamente afetado pelo sentimento de impotência trazido por não conseguir ajudar os moradores da cidade. Detalhe percebido e muito bem contornado por David Rossi.

Criminal Minds 11x04 - Outlaw

E que loucura era a vida de Duke! O personagem central da dupla de assassinos adorava a vida fora da lei e encontrou um parceiro de crime que o completava tanto, que o fez largar tudo para seguirem juntos em uma vida sem regras.

Após ser preso, Duke encontrou na cadeia outro parceiro ideal: um cara que também tinha prazer em matar e que além disso, daria a vida por ele se preciso.

O grande conflito na vida de Duke começa quando além de reencontrar a ex-namorada, ele também descobre que possui um filho. Soa até estranho o episódio tentar dar nuances de existência de amor e afeto no personagem, como no momento em que ele não permite que o parceiro mate uma família.

O lado emocional de Duke é trabalhado muito bem. Ele realmente estaria disposto a largar a parceria pela família? Era amor ou obsessão o que ele sentia pela antiga namorada? Existia consciência em Duke?

A cena final do tiroteio entre polícia e bandidos foi maravilhosa. Os dois “machos alfa” nunca se entregariam à polícia. Claro que era um tiroteio difícil para a dupla. Mas arriscaria dizer que eles morreram felizes ao morrerem juntos, atirando em policiais.

Afinal, a vida para eles era essa adrenalina de estar totalmente fora da lei, e sem raízes.

Vale ressaltar aqui a bela direção do episódio, com direito a uma trilha sonora fantástica.

Outlaw soube trabalhar muito bem o emocional e os conflitos pessoais do unsub, além de mostrar a importância de cada um dos membros na investigação do caso em si. Também é um episódio que, de certa forma, nos faz refletir sobre o ser humano e quão monstruosa suas atitudes podem ser.

Gostou do episódio? Sinta-se à vontade para comentar e dar sua nota ao episódio.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER