Da telinha para a telona

Pois é, não tem como negar ou deixar passar em branco o feito incrível dos fãs de Veronica Mars. Que em menos de cinco horas conseguiram arrecadar 3,7 milhões de dólares para ajudar no financiamento do filme da extinta série da CW. Porém, antes de dizer “está na moda”, “ih agora todo seriado vai seguir o hype”, é preciso considerar uma questão que nós do Box de Séries estamos tratando há tempos.

Na convergência, o espectador deixa de ser um sujeito ‘bobo’ e passa a integrar de fato os programas que assiste. Seja com reedições no You Tube, postando nas redes sociais durante a exibição de um episódio, compartilhando informações, curtindo, salvando a série do cancelamento ou até ajudando a financiar um projeto em parceria com os atores do programa. No ecossistema da conectividade que vivenciamos, a paixão deixa de ser usada em argumentos subjetivos e se transforma em ação.

Por isso, selecionamos séries que diante de alguns critérios como base de fãs, roteiro, emissora, estúdio e disponibilidade do elenco podem ser adaptadas em breve para o cinema.

Pushing Daisies (2007–2009; ABC)

pushing-daisies

Um dos méritos de uma boa história é deixar saudades, a sensação de que a trama poderia ter ido além conquista o público. Criada por Bryan Fuller, a extinta trama da ABC tem tudo para ser adaptada nas telonas. Fuller já declarou que irá acertar os detalhes do projeto colaborativo com os principais estúdios de Hollywood. A narrativa ,que mais parece um conto de fadas moderno, abre um espectro de possibilidades criativas para os roteiristas com a chance de ganhar uma nova versão.

Jericho (2006–2008; CBS)

jericho

Ok, a trama não pode ser um exemplo de storytelling composta de arcos narrativos complexos que faria David Lynch morrer de orgulho, mas a série tem uma base de fãs apaixonada. Recentemente, quando anunciou que o Netflix poderia ressuscitar a história a euforia foi instaurada e os rumores começaram. Com plots em aberto, proatividade dos produtores e esse fervor do público o programa da CBS tem condições de ser transportado para o cinema em breve.

Party Down (2009–2010; Starz)

PartyDown

Criada por John Enbom, Rob Thomas, Dan Etheridge, e Paul Rudd a comédia Party Down tinha um texto único. As ironias e sarcasmos fizeram a trama cair no gosto do público mesmo com poucos episódios. Apesar de não ter uma legião de fãs pelo mundo, os produtores da série já demostraram interesse em adaptar a história para as telonas. Com um roteiro sem grandes custos e um projeto bem feito é provável que o sitcom volte a ativa.

Chuck (2007–2012; NBC)

chuck

Os fãs de Chuck já estão mais do que calejados em unir forças para a ajudar a série. Mesmo quando a trama ainda estava no ar, o público se juntou para salvar a atração do cancelamento e o esforço valia a pena. O canal NBC sempre levava em conta a sua audiência engajada antes de bater o martelo sobre o encerramento da série. Porém, dessa vez toda essa paixão pode ajudar Chuck a ir para telonas, o ex-protagonista da série Zachary Levi já começou a mobilizar os fãs através do seu perfil no Twitter e em breve o projeto deve sair do papel e ir para o Kickstarter.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!