Da TV para o cinema: astros que fizeram a transição perfeita

Aproveitando a matéria lançada pelo site TV Overmind, sobre os atores que saíram da telinha e foram para telona, a gente resolveu fazer um especial (em três partes) comentando os casos mais notáveis de atores que começaram na telinha e hoje estão tentando (ou ganhando) a vida no cinema.

E vamos começar falando daqueles que se deram bem, que realmente passaram de estrelas da TV para estrelas do cinema. E quem seria o melhor sucedido de todos? Leonardo DiCaprio! É isso mesmo. A maioria das pessoas lembra dele em Growing Pains, seu maior sucesso da TV, mas o garoto começou mesmo em uma novela chamada Santa Barbara, passando pela primeira versão de Parenthood, que foi ao ar no começo dos anos 90. Com seu sucesso, Leo conseguir quebrar dois tabus com uma tacada só: além de ter obtido sucesso no cinema depois de começar na TV, ele também venceu o estigma de astro-mirim para se tornar um dos maiores astros do cinema mundial. E tudo isso, sem se envolver escândalos ou rehabs. Isso sim, meus caros, não é para qualquer um.

Outro grande astro de Hollywood que, surpreendentemente, começou na televisão foi Tom Hanks. Bem antes de muitos nascerem, Tom era um astro da TV, estrelando séries como Bosom Buddies (1980–82) e Caras e Caretas (1983–84). Porém, depois que fez sua transição para o cinema, Tom só apareceu na telinha em minisséries que tem um dedo na produção, como uma ponta em Band of Brothers (2001) e a narração de The Pacific (2010).

Apesar do sucesso indiscutível desses dois aí de cima, talvez a melhor história seja a de George Clooney. O cara passou os primeiros 16 anos de sua carreira entre séries, minisséries e filmes para TV de pouca ou nenhuma expressão, até que conseguiu um emprego de pediatra em ER — Plantão Médico. Com uma vitrine decente para mostrar seu talento (e jogar seu charme), George finalmente conseguiu seu lugar ao sol no concorrido cinemão americano e nem atrapalhou o fato de sua estreia nesse mundo ter sido com a bomba Batman & Robin. Hoje, o ator também atua como produtor, diretor e roteirista e já tem até um Oscar para decorar sua lareira. Merecidamente!

Agora eu dou um doce para quem adivinhar que outro ator também passou anos em um sucesso da telinha e hoje em dia tem não um, mas dois Oscars decorando sua lareira? Supreenda-se comigo: Denzel Washington. Pois é, o cara começou na telinha, gente. A diferença é que Denzel não demorou muito para atingir o estrelato em Hollywood. No início dos anos 80, ele passou 6 anos na série St Elsewhere e dali foi direto para Tempo de Glória, filme pelo qual conquistou seu primeiro Oscar em 1990 (o segundo veio em 2002 por Dia de Treinamento). E assim como Hanks, Denzel também nunca mais olhou para trás…

Seguindo os passos de Denzel e Clooney, temos James Franco, que está na corrida do Oscar este ano pelo filme 127 Horas. Antes de mostrar sua versatilidade no cinema — indo de papéis em blockbusters (franquia Homem Aranha) a comédias (Segurando as Pontas e Uma Noite Fora de Série) e filmes aclamados pela crítica (Milk e o próprio 127 Horas), James fazia parte do elenco fixo da curta porém ótima série Freaks and Geeks. O cara é tão diferenciado que fez uma série de participações especiais em General Hospital (entre 2009 e 2010) apenas pela experiência de atuar em um ambiente de alta pressão e rotatividade como o das novelas americanas. Pressão mesmo ele vai enfrentar no próximo dia 27 de fevereiro, quando apresentará o Oscar ao lado de Anne Hathaway. Se depender de seu talento, aposto que vai se dar muito bem…

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

VIDEOCAST

Drag Race! Confira a ordem de eliminação das queens da décima temporada.

O Mecanismo: Listamos que personagem representa uma personalidade na vida real na operação Lava Jato.

Precisamos falar sobre Credence, um dos personagens mais profundos que já foram criados por JK Rowling.