Dancing Brasil x Dança dos Famosos

Como o reality show da Record faz o quadro do Faustão parecer um espetáculo amador.

Há menos de um mês, estreou a décima sexta edição da Dança dos Famosos, tradicional quadro do Faustão, onde doze famosos (seis homens e seis mulheres) competem semanalmente entre si para descobrir quem é o melhor nos mais variados estilos de dança. Cada semana, todos apresentam o mesmo ritmo e são avaliados por dois juris: o artístico, composto por atores, jornalistas e outros, e o técnico, formado por profissionais da dança.

As avaliações dos jurados nunca incomodaram de fato. Eles sempre foram muito generosos com os artistas. E, depois que podiam dar notas quebradas, era uma chuva de notas acima de 9. Os 10 sempre foram abundantes. Os famosos eram avaliados pela alegria, pela energia, pela animação. A dança em si dificilmente era avaliada com justiça.

Tudo iria muito bem, como sempre foi. Faustão teria mais um quadro de sucesso e todo mundo sairia feliz. Sairia. Acontece que este ano a Rede Record comprou os direitos do Dancing with the star e produziu uma versão nacional apresentada por ninguém menos que Xuxa Meneghel. Com o Dancing Brasil, tudo mudou.

Mesmo que a estrutura do programa de Xuxa seja radicalmente diferente do quadro de Faustão (os ritmos são dançados ao som de músicas diversas, não necessariamente as do ritmo proposto), o Dancing Brasil fez a Dança dos Famosos parecer um espetáculo amador de péssimo gosto.

O primeiro motivo está justamente nos competidores. Na Dança, o tempo de ensaio é muito pouco, o que impede qualquer coreografia mais elaborada, principalmente se o famoso tiver alguma limitação. Não há uma real entrega nos participantes da Dança como há no Dancing. Neste, os famosos ensaiam uma semana e se entregam totalmente ao ritmo. Não são raras lesões nos participantes exatamente pelo esforço feito. No Dancing, os artistas querem realmente fazer um trabalho impecável. Na Dança, tem-se a sensação de que qualquer coisa será apreciada.

Não basta ser jurado, tem que participar

E é aqui que entra o segundo motivo: a avaliação dos jurados. A decisão da Dança de dividir os jurados em artísticos e técnicos promove uma verdadeira aberração na hora das notas. Geralmente, os artísticos são colegas ou amigos dos famosos competidores e não querem ficar mal na fita dando uma nota muito baixa. Dessa maneira, qualquer coisa que o competidor fizer garante, praticamente, o 10. As justificativas são das mais variadas: “sua coreografia me deixou feliz”, “você se divertiu muito”, “a história foi bem contada”. Mas se é uma competição de dança, o que o fato de ter me divertido serve para avaliar a dança em si?

A salvação estaria no júri técnico. No entanto, o que acontece quando o profissional tenta ser coerente com a nota e avaliar a dança? Ocorre o que aconteceu há duas semanas quando Carolina Kasting “ousou” dar um 9 para Mariana Xavier. Até ameaçada de morte a eterna Brida foi. Dessa maneira, não tem como levar a sério aquelas notas.

Alguém teve sua carreira ressuscitada

Já no Dancing, para sair uma nota 10 o competidor tem que ralar muito e ser realmente fenomenal. Do contrário, notas como 5 ou 6 são bem mais comum do que se imagina. Afinal, se é um programa que avalia a dança, então é a dança que terá que ser avaliada. Carisma, animação, empolgação, tudo contribui, mas não tira o lugar das coreografias e de sua execução.

O único ponto positivo da Globo é que a emissora tem em seu elenco ótimos nomes para colocar na Dança. Porém, depois do nível técnico que o público se acostumou a presenciar no Dancing Brasil, é preciso que Adriane Galisteu faça muito mais que apenas estar lá para aumentar o interesse. E, pelo que estamos vendo, só ser mais famoso não é sinônimo de sucesso.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!