Demolidor da Marvel 2×06 — Regrets Only

Regrets Only investe pesado no desenvolvimento de suas tramas, com direito a novos tipos de abordagem para o Demolidor.

Eu espero que você tenha limpado sua agenda, amigo. Porque O Povo Contra Frank Castle começa em uma semana.” NELSON, Foggy

Para compensar a falta de cenas de luta do episódio anterior, já começamos Regrets Only com uma ótima sequência na cobertura de Elektra, seguido de um café da manhã tenso entre ela e Matt, que acaba levantando mais questões que respondendo.

Pela dica dada em Kinbaku, fica difícil entender as reais motivações de Elektra para desmascarar a Yakuza e ajudar o Demolidor a derrotá-los. É certo dizer que ela pretende conseguir algo para si no fim de tudo isso, mas ainda é cedo para tentar adivinhar o que.

É firmada uma aliança improvável entre os dois, claramente manipulada por Elektra, ela continua a mascarar seus reais motivos com piadas e pistas errôneas.

Enquanto isso, Nelson e Murdock, pressionados por Karen e a evidente pressa da promotora em fechar o caso de Frank Castle, decidem se tornar os advogados do Justiceiro. Voltamos ao ponto onde Foggy acaba cedendo para agradar seus companheiros e, sem se dar conta, Matt acaba tentando equilibrar muitas situações, e o que ocasionalmente só pode acabar em desastre.

Frank volta ao centro das atenções. Jon Bernthal novamente nos mostra o porquê foi escolhido para o papel, com cenas potentes. Mesmo estando cheio de hematomas e amarrado a uma cama, o Justiceiro tem uma presença imponente e ameaçadora em cena.

Karen, como sempre, mostra-se excessivamente investida no caso. Suas motivações parecem mais legítimas a cada episódio, mas a conexão entre ela e Frank soa mais forte que o esperado, podendo guiar a história dos dois para um rumo inesperado.

A atriz Deborah Ann Woll comentou em algumas entrevistas que o motivo dessa conexão deve-se ao fato de ela ter matado alguém e esse ser o foco do trabalho de Frank.

O Justiceiro agora parece um pit bull de rinha que se deu mal em sua última luta, todos tem medo do pit bull até vê-lo nessa situação, mas a relação de Karen e Frank parece ir além da empatia. Mesmo que a própria personagem não tenha percebido isso ainda.

Além de todos os problemas que tem que enfrentar e sua clara relutância em pegar o caso de Frank Castle, Foggy não é bem recebido pelo Justiceiro, o que abre o caminho para que ele permaneça mais tempo sozinho com a moça — e faz um cisco cair em nossos olhos novamente em seus diálogos a sós com ela, que revelam gradualmente os acontecimentos que o transformaram em um assassino.

A aproximação improvável de Karen e Frank parece não alcançar o resultado esperado quando ele revela que tem um histórico mais antigo com a promotora de justiça do que o mostrado até agora, ou ele apenas e deu conta de que sua grande inimiga pode ser a representante da justiça em si e não só os bandidos que dizimaram sua família.

Enquanto seus amigos tentam resolver o caso do Justiceiro, Matt e Elektra entram em uma busca um tanto incomum para o Demolidor. Geralmente criando emboscadas na escuridão, a abordagem da missão soou um tanto como James Bond na série.

Dessa vez não faltaram cenas de ação, com direito a pegação entre Matt e Elektra para despistar os guardas da Yakuza, que no final das contas não é a Yakuza, mas ainda não foi identificada oficialmente como a organização The Hand — spoiler dado no segundo trailer dessa temporada, será a grande responsável pelos planos da organização japonesa iniciados na primeira temporada.

O problema aqui é que Matt acreditava que o trabalho com sua antiga namorada terminaria rápido. Mas é óbvio que essa parceria entre eles está só começando, suas recentes descobertas apontam para um esquema muito maior e mais sombrio que qualquer um deles poderia prever. Ainda que não seja um tiro totalmente no escuro apostar que Elektra sabe mais do que deixa transparecer e sua missão seja muito diferente do que ela transparece.

Com o julgamento de Frank Castle prestes a começar, fica difícil não pular direto para o próximo episódio, mas antes não esqueça de comentar o que você achou do Matt trocar o uniforme por black tie e dar uma nota para Regrets Only no nosso placar abaixo.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER