Dexter 8×02 — Every Silver Lining…

Os psicopatas não são um erro da natureza. São um presente” — Dra Vogel

Durante a exibição desse segundo episódio, principalmente nos diálogos travados entre Dexter e a Dra Vogel, lembrei de um poema de Cora Coralina onde ela fala que a criação é muito mais interessante do que a criatura. Ou seja, o ato de criar é ilimitado, posto que a criatura em algum momento estará sujeita à variações do seu caráter que fogem do poder do seu criador.

E é justamente esse dilema que a série começa a travar. Dra Vogel, a criadora x Dexter a criatura. E no meio dos dois a “criação”. A especialista em psicopatas foi a responsável junto a Harry na criação de um método para canalizar o desejo assassino de Dexter. Uma criação, denominada por ela de “estrutura de sobrevivência”, nem um pouco ortodoxa, mas extremamente interessante.

Dexter 8x02

Porém a criação está em constante luta com a criatura. E o motivo é justamente aquilo que Dra. Vogel não acredita ser possível em um psicopata: o surgimento da empatia. Dexter traz consigo a empatia e podemos exemplificá-la na sua relação com Debra. A sua preocupação e cuidado com a irmã o faz, vez ou outra, abandonar o posto de criatura e confrontar o criador.

A cena em que Dexter decide ir ao encontro de Debra ao invés de ir atrás do suposto serial killer da vez, deixa Dra Vogel totalmente incomodada com tal atitude. E ela sabe que Debra será o seu calcanhar de Aquiles. Atingi-la é automaticamente atingir Dexter. E com certeza veremos a criatura se virar contra o seu criador.

E o que quer realmente Evelyn Vogel? Quem é essa criatura? Criatura sim, porque algo me diz que ela se tornou um monstro do seu próprio fascínio. Posso estar errado, totalmente errado, mas no fundo acredito que o verdadeiro serial killer, colecionador de córtex insulares é na verdade Dra. Vogel. Uma teoria louca que tem a ver com a parte retirada das vítimas seja exatamente a responsável pelas empatias humanas.

Para não dizer que não falei de flores, me recuso a comentar qualquer passagem envolvendo Quinn e Batista. O gordo e o magro da temporada, sem nenhuma função, até o momento, não são dignos de nota.

“Melhor do que a criatura,
fez o criador a criação.
A criatura é limitada.
O tempo, o espaço,
normas e costumes.
Erros e acertos.
A criação é ilimitada.
Excede o tempo e o meio.
Projeta-se no Cosmos” (Cora Coralina)

Até semana que vem!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER