Divertida Mente: a agradável animação… para os mais velhos

Divertida Mente (Inside Out) — Animação que agrada ao público mais velho.

Desde o primeiro momento que ela abriu os olhos, eu também estava lá” — Alegria.

Uma grande animação que aborda o conceito do que é a mente do ser humano, o que forma a personalidade de uma pessoa. Apesar de ter como público alvo as crianças, Divertida Mente com certeza deve atrair a atenção dos adultos, que entenderão melhor os temas tratados. Entre eles, destacam-se as críticas à sociedade atual, que valoriza o “ser feliz” acima de tudo, e onde qualquer demonstração de outro sentimento não é bem-vinda e deve ser combatida, ou as piadas inteligentes em que as emoções mostram como são elas que comandam as situações do cotidiano. Até mesmo aquela nostalgia, sentida pelos espectadores, que acompanham o crescimento da personagem Riley.

As crianças irão se divertir imensamente e o filme é muito colorido o que é muito atrativo às mesmas, e a magia da Disney/Pixar sempre faz a alegria de qualquer um. Mas a profundidade dos temas do filme só será sentida mesmo pelos mais velhos.

A história consiste nas emoções responsáveis em conduzir a vida de Riley, que são, Alegria, Tristeza, Medo, Raiva e Nojinho, cada uma delas tem como característica única e acentuada a emoção que representa. Liderados pela Alegria, essas emoções conduzem diariamente uma operação de guerra para adequar as emoções aos momentos do dia a dia, como, Nojinho sempre assumir o controle quando a mãe oferece algo para comer, que nos padrões de uma garota na idade de Riley, não é nada apetitoso, ou então quando a Alegria toma conta numa partida de futebol.

Divertida-Mente

Nenhum vilão é apresentado, mas como o filme parte do princípio que todos os momentos devem ser de alegria, a Tristeza poderia ser encarada como uma vilã, porém, não é isso que acontece. Devido à um acidente, Alegria e Tristeza são separadas do grupo, saindo da sala de comando, e indo direto ao cérebro, e as três emoções remanescentes não conseguem chegar a um consenso do que fazer, prejudicando a estabilidade emocional de Riley, e isso reflete diretamente no comportamento dela.

E com o foco na dinâmica dessas personagens tão opostas, nesse tour pelo cérebro da garota, somos surpreendidos com ideias que nos fazem refletir sobre as nossas próprias ações, e em coisas que esquecemos e deixamos para trás. No caso da mente de Riley, temos um grande reencontro, com um amigo imaginário, há tempos esquecido, e esse é um dos momentos altos do filme.

Portanto, Divertida Mente é um filme lindo e incomum, que agradará crianças e adultos. Nele podemos rir e nos emocionar, e em alguns momentos até chegar às lágrimas, ao perceber que todas as emoções são necessárias, inclusive um pouco de tristeza.

Somente um adendo, reparem que na pontuação, marquei 5 estrelas em “Atuação”, isso vale para os dubladores originais, que estavam ótimos, principalmente Amy Poehler (Alegria) e Phyllis Smith (Tristeza).

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!