Doctor Who 8×07 — Kill The Moon

– Em meados do século XXI a humanidade começa a ocupar as estrelas. Espalhe-se pela galáxia para todos os cantos do universo. E isso, permanece até o fim do tempo. (…) E ele olhou para lá, na escuridão e viu algo bonito, maravilhoso, que pela primeira vez não quis destruir e naquele momento todo o curso da historia mudou”. WHO, Doctor.

Devo dizer que está surpreendente a alta qualidade dos episódios desta atual oitava temporada e Kill The Moon não foi exceção, trazendo mais uma vez um episódio cheio de ação com uma linda fotografia e metaforicamente, discutindo tabus de nossa atual sociedade travestido de ficção cientifica. E é isso que eu mais amo neste show.

Escrito por Peter Harnes, — segundo boatos através de um rascunho de ideias de Matt Smith, a 11º encarnação do Doutor -, começamos a projeção com Clara preocupada com os eventos do último episódio, The Caretaker ,- que você pode ler a review aqui — e como isso afetou a problemática aluna Courtney Woods, que agora alega ser especial. E de fato a presença repentina desta personagem me incomodava, pois não saberia como ela se encaixaria na historia toda, e creio que sua participação neste oitava temporada não termine por aqui.

Assim, O Doutor, Clara e Courtney vão visitar a Lua, levados pela TARDIS naquele típico plot, “não é onde você quer, mas onde precisar estar” e assim, acabamos na Lua em 2049, que esta desmoronado, afetando todo o biossistema terrestre.

Doctor Who 8x07_final

A direção de Paul Wilmshurst não chega a ser original, mas é bem elaborada ao trazer elementos de luz, fotografia e de quadros que muito nos lembram as obras de Ridley Scott como Alien: O Oitavo Passageiro e Prometheus, com direito a seres aracnídeos pulando na cara e tudo.

Reparem como os raios solares iluminam uma parte da superfície lunar e a outra não, ou como estes mesmos raios refletem nos capacetes dos trajes espaciais, refletindo por muitas vezes somente o sol e o vácuo, e em outras um vislumbre da superfície lunar, ou como as sombras se movimentam conforme os atores caminham em uma Lua com gravidade, trazendo a sensação de veracidade necessária, tornando mais rico o episódio.

O elemento surpresa aqui vem em revelar que na verdade a Lua não te traiu e é um grande ovo de uma criatura alienígena nunca vista no universo, levando o roteiro a um embate metafórico sobre o aborto e é neste ponto, primeiramente, que a presença de Courtney Woods se faz essencial, já que junto com sua professora Clara, ambas decidem o embate de toda discussão. É importante analisarmos também que a presença de Woods se faz essencial em um segundo ponto, o de mostrar para Clara o quão perigoso, é de fato, suas viagens com o Doutor.

Nota necessária para o humor acido de Peter Capaldi brincando com o ió-ió, referencia a sua 4º encarnação, vivida por Tom Baker e Courtney tirando fotos da Lua e postando no Tumblr.

O Roteiro nós apresenta também uma nova característica da atual encarnação do Doutor, que tão diferente das suas 10º e 11º encarnações, ao perceber que ele esta em um ponto fixo no tempo decide não interferir e deixa a própria humanidade decidir o seu futuro, o que nos leva para uma nova situação nesta nova era, o rompimento do Doutor e sua companion, que por decisão da Clara, que finalmente percebe como as viagens pelo tempo e espaço são perigosas e mortais, leva a ver que o Doutor nem sempre é um herói ou um bom homem.

E esta é o um dos grandes motores psicológicos dessa nova encarnação, descobrir se ele é de fato um bom homem. E você leitor, o que achou desse rompimento?

Confiram a baixo a promo do próximo episódio.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER