Doctor Who 8×10- In The Florest Of The Night

– Projeto de Classe: Salvar a terra!” WHO, Doctor.

Nunca, jamais, poderemos esquecer leitor, que Doctor Who foi — e ainda é — um programa concebido para crianças com a intenção de ser educativo. In The Florest Of The Night retoma esta filosofia brilhante. Por mais que o episodio tenha desentoado um pouco das linhas narrativas gerais da temporada, e ter pequenos equívocos em sua construção narrativa, o mesmo trabalha de forma inteligente as ideias de sua gênese, unindo fatos reais com releituras e referencias aos contos infantis afim de educar e despertar a curiosidade da criança telespectadora.

O título do episodio, inspirado em um verso do poema The Tyger de 1794 do poeta inglês William Blake, traz em suas entrelinhas as teorias contemporâneas do ecoterrorismo e suas vertentes.

O episodio escrito por Frank Coltrell Boyce, mostra Clara Oswald e Danny Pink em uma excursão com os alunos da Coal Hill School pelo museu de Londres quando uma misteriosa floresta, que cresceu da noite para o dia, toma conta de toda as cidades em proporções globais.

Doctor Who 8x10 (1)

A pequena aluna,Maebh, uma adorável garotinha — vivida pela Abigail Eames — com problemas emocionais após o desaparecimento da irmã e que escuta vozes, se perde do grupo e acaba encontrando o Doutor ao seguir as “vozes” em sua cabeça.

O roteiro é sábio em meio a narrativa incluir dados didáticos e históricos sobre botânica, como os anéis no interior das árvores que marcam os seus anos de vida, ou como o evento de Tunguska que ocorreu em 1908 na Sibéria e o evento de Curuça no Brasil — dito de forma até fofa pelo sotaque escocês de Capaldi — que ocorreu 13 de Agosto de 1930 quando um cometa cai próximo ao Rio Curuça em Atalaia do Norte no estado do Amazonas, causando grande comoção aos ribeirinhos e indígenas da região que alegavam terem visto fogo no céu.

O roteiro, e também direção de arte, acertam ao usarem elementos de clássicos contos infantis trazendo para uma proporção mais moderna, como Maebh em seu casaco vermelho cercada por lobos em evidente alusão a Chapeuzinho Vermelho e O Lobo Mal, ou quando a mesma deixa um rastro pela floresta com seus itens escolares, tal qual João e Maria fizeram, além de citações de o Mágico de Oz.

A trilha sonora de Gold também acerta a mão ao criar através das musicas tons de melodrama, quando Clara e Pink discutem a relação (que, aliás, aqui faço um adento ao observar que o personagem ainda não mostrou a que veio, ficando meio perdido, até agora, nos acontecimentos da temporada) ou tons de comicidade quando mostram as travessuras das crianças ao entrarem na TARDIS, passando pelos tons de suspense com a aparição dos lobos, deixando a produção mais rica.

O deslize do roteiro acontece quando, uma catástrofe em proporções globais afeta a terra e crianças estão desaparecidas, somente uma das mães se mostra preocupada. O cuidado aqui poderia ter sido mais bem tratado, afinal Maebh não era a única criança no grupo, e com certeza, não há somente uma mãe em Londres. Destaque também para a curiosa Ruby — vivida por Harley Bird-que na Inglaterra dá voz a personagem infantil da Discovey Kids, Peppa Pig.

E com um roteiro escrito diretamente para crianças, é igualmente divertido observar a interação das crianças com o Doutor um pouco mais rabugento, criando momentos de comicidades incríveis, desde de a referencia de açúcar dentro de um Coca-Cola com as dimensões da TARDIS, até o fato das crianças, tão do século XXI, ligadas a tecnologia que simplesmente não se importarem com fato da TARDIS ser maior por dentro e suas únicas preocupações são tirar “selfies” — Será que isso foi alusão a nova série de Karren Gilian ?-.

In The Forest Of The Night é em si uns dos episódios mais inocentes desta atual era, mas que em nenhum momento tira o seu mérito artístico e educacional, mostrando que as vezes não precisa de monstros ou grandes tramas para criar um arco coerente que traga uma boa mensagem.

Na semana que vem daremos inicio a season finale da temporada que será divida em dois episódios,Dark Water e Death in Heaven. E ai,ancioso? Como assim a Missy já conhece o Doutor? A Clara não é a Clara? Ai meus dois corações!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER