Downton Abbey 4×08 [Season Finale]

Devemos aceitar os desafios da vida.” — CRAWLEY, LadyMary

Pode até parecer cômico, cabalístico ou dramático — e aqui é você, leitor, quem decide — que a primeira review para Downton Abbey aqui no Box de Series seja para o Episodio 8, o season finale da quarta temporada.

Escrito e dirigido por Julian Fellowes o Episodio 8 veio com a missão de responder todos os dramas apresentados ao longo da temporada e, claro, deixar um cliffhanger para o próximo ano. E aqui o roteiro ganha pontos por trazer respostas que talvez o público não esperava.

A quarta temporada foi o reinado de Lady Mary Crawley, saindo do limbo do luto e da viúvez, Mary mostrou-se uma mulher forte — mais do que já é — ao tomar a frente dos negócios e, na ausência de Lord Grantham, tornou-se tão naturalmente a Rainha soberana de Downton, tanto que não uma, mas várias vezes tornou-se confidente e responsável pelos segredos e — quase- soluções dos mesmos.

erceba como Tom, Cora, Anna e Rose procuram os conselhos ou o apoio de Mary para os seus problemas, sejam estes tão simples como a preocupação de Lady Grantham com a criação da sobrinha ou até mais sérios como o abuso sexual sofrido pela personagem Ana.

Downton Abbey_4X08

Assim Lady Mary, envolta com 3 novos pretendentes, cada qual com suas qualidades, torna-se no fim a personificação da Rainha Elisabeth I, jovem, forte e governando — e encantando- todos ao seu redor, mas sem nenhum homem ao seu lado, exercendo toda sua soberania de mulher moderna e de negócios.

Outra personagem que também ficou sozinha, e não por escolha sua, foi Rose, a rebelde da família que teve um breve romance com o cantor negro de Jazz, foi a grande falha do roteiro, o plot que prometia grandes dramas discutindo o preconceito racial pareceu superficial em vista dos dramas apresentados, e sua conclusão foi breve e rasa, a sensação é que o amor proibido de Rose muito prometeu e nada fez.

Lady Edith também ganhou o seu lugar ao Sol com o drama de estar grávida de um homem já casado e agora desaparecido. É até compreensível todo este sofrimento e o dilema psicológico que a personagem sofre, devia ela ter abortado? Se refugiar e dar a criança a adoção para não ter seu nome e honra manchados? Pelo menos até aqui a decisão foi tomada, mudar-se para a Suíça em um período sabático, e neste ponto percebam que aos poucos o roteiro dá pequenas dicas que o futuro de Lady Edith não será tão simples assim, afinal estamos nos meados de 1930, indo pra Suíça em um período que sabemos, logo, irá estourar a Segunda Grande Guerra Mundial.

E descendo as escadas tivemos a solução do dilema de Ana Bates, que sem a menor sombra de dúvidas foi o grande destaque deste ano, a personagem que durante as temporadas anteriores parecia intocável de grandes tragédias protagonizou um dos maiores dilemas femininos: Como reagir após um abuso sexual? Percebam a grandeza da atuação de Joanne Froggatt, que neste episodio esboça sorrisos melancólicos apenas para dizer a todos e talvez a si mesma que tudo esta bem, quando de fato sabemos que internamente Ana se sente humilhada e não digna do amor de Mr. Bates, já este — que deverá ser uns dos destaques da próxima temporada — , que negócios tinha fora de Downton? Sabiamente tecido no roteiro, sua saída coincide com a misteriosa morte de Mr. Green. Será que Bates foi o assassino de Green ou tudo não passou de uma grande coincidência? Respostas esta, só teremos na próxima temporada, se é que teremos!

Porem quem teve uma resposta direta foi Alfred, o valete que nunca teve seu amor correspondido por Ivy percebeu, e ai já era tarde demais, que seria muito mais feliz com Daisy, esta que seguindo os concelhos do antigo sogro também se decidiu em rejeitar o rapaz e não ser mais humilhada no amor quebrando todas as expectativas que se criaram sobre este casal.

Não há como negar que o Episodio 8 foi a marca do poder feminino em Downton Abbey e muita coisa deve acontecer no especial de natal. Afinal depois da calmaria vem à tempestade.

E você, leitor, o que achou? Lady Mary deveria ter escolhido um pretendente? Foi Mr. Bates que matou Mr. Green? Lady Edith deveria ter contado que esta gravida? O que esperam para o especial de natal? Preparem o chá, peguem umas torradas e comentem abaixo.

PS: Finalmente deram a Mr. Molesley certa seriedade em vez de deixarem ele como alivio cômico.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER