Emily Owens MD: De volta ao ensino médio

O famoso High School, equivalente ao ensino médio aqui no Brasil, é sempre retratado como uma experiência traumatizante na maioria das produções americanas. E, ao que tudo indica, nunca te abandona completamente, por mais que você tente esquecer. Pelo menos, essa é a premissa de Emily Owens, M.D., novo drama médico da CW.

Protagonizada por Mamie Gummer (Off the Map e The Good Wife), filha de ninguém menos que Meryl Streep, a série acompanha a vida da doutora Emily Owens. Ela é residente do primeiro ano no Denver Memorial Hospital, cujo ambiente de trabalho está mais para seu tempo de escola do que ela desejaria. Centrada e dedicada, Emily tem como colegas de trabalho o bonitão Will Rider (Justin Hartley de Smallville), ex-colega de faculdade por quem alimenta uma paixão bem estilo adolescente, e sua rival dos tempos de colégio, Cassandra Kopelson (Aja Naomi King).

Nesse universo, Emily não apenas volta a ser a garota nova do lugar, como percebe que a vida real será tão embaraçosa quanto nos tempos de colégio. Além dos antigos conhecidos, Owens faz amizade com Tyra Granger (Kelly McCreary), filha de Tim Granger (Jack Coleman de Heroes), chefe do hospital. Ela também conhece Micah Ellis (Michael Rady, de Melrose Place e The Mentalist), que tem potencial para par romântico da personagem.

Arrasando enquanto profissional, Emily perde feio na vida pessoal. Sempre focada nos estudos, a personagem ainda sofre com a timidez, a ansiedade e a insegurança, pilares de sua personalidade no colégio. Unindo drama adolescente, triângulos amorosos, boa dose de momentos “vergonha alheia” — no bom sentido — e uma personagem principal extremamente carismática, a série tem tudo para engrenar nessa fall season.

Gummer está absolutamente adorável no papel e esbanja o talento já evidente desde sua consagração como a única coisa boa em Off the Map.

O piloto da série, liberado na internet desde o início de outubro e que foi ao ar ontem, cumpre bem seu papel na apresentação da história e dos personagens.

Enquanto drama médico, a série não tem como fugir da comparação com Grey’s Anatomy, referência no estilo, especialmente pelo enfoque dado aos dramas pessoais e aos romances, relacionando-os aos casos da semana.

A diferença básica, entretanto, está no clima da série. Emily Owens é mais leve e menos pretensiosa, lembrando um estilo mais comédia-romântica inteligente do que o tom dark, pesado, drástico e dramático de Grey’s. Apesar de uma certa semelhança nas dinâmica dos personagens (Emily/ Meredith, Will/ Derek, Tyra/ Cristina, Cassandra/ Addison, entre outros), afirmá-los como idênticos é forçar a barra, até porque o piloto deixa claro que não só a essência como o desenvolvimento deles pode ser bem diferente do drama de Shonda Rhimes.

Embora a trama escorregue vez ou outra no exagero, Mamie segura as pontas com competência e dita o ritmo certo para manter o equilíbrio da série.

Emily Owens, M.D., criada por Jennie Snyder Urman (Gilmore Girls), não é nenhuma novidade na TV, mas consegue divertir como poucas. Uma estrutura regular nos próximos episódios e ela garante seu lugar na grade da CW, mesmo disputando com tantos peixes grandes a audiência das concorridas terças-feiras.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER