#Euri by Walter Bishop

Preparados para o Box Five especial de Fringe? Ele é tão especial que me fez adiantar as comemorações do Natal!

Esta semana, vamos homenagear um personagem muito ilustre. Com certeza, a série não sobreviveria sem suas trapalhadas ou aqueles momentos constrangedores. Estou falando de Walter Bishop, o cientista caduco mais fofo do mundo! E para celebrar a existência desse personagem tão querido, separamos seus cinco momentos mais engraçados, que farão você rir mesmo se estiver na outra dimensão.

5. Gene é uma vaca!

De todos os mascotes que Walter poderia ter, uma vaca foi a escolhida. A Gene! Pode não ser o tipo de animal que acentue a fama de cientista-que-faz-experimentos-que-até-Deus-duvida, mas temos que confessar que, no fim das contas, ter Gene no elenco foi uma ótima sacada para a série. Dentre os momentos que Gene e Walter são protagonistas, há um em que Peter come um delicioso hamburger, mas para não ofender o bicho, já que aquele hamburger poderia muito bem ser a mãe dela, Walter chama a atenção do filho para a sua indiscrição e falta de delicadeza. Outra cena super divertida envolvendo os dois é a da festa de aniversário de Peter, em que Gene aparece vestida a caráter, como na foto acima.

4. Walter comedor de cérebros #NOT

Walter já colocou as mãos nas coisas mais estranhas que se pode imaginar durante as temporadas de Fringe. Logo, examinar um cérebro não seria nada incomum para o Bishop-pai, dando-se ao direito até de fazer uma boquinha durante o trabalho. Acontece que aqueles que não estão acostumados com seu “jeito de trabalhar”, podem se encontrar em momentos verdadeiramente constragedores. Em um deles, Walter encontra grudado em sua gravata uma guloseima que se parece muito com um cérebro. Sem cerimônia nenhuma, ele a coloca na boca, deixando Astrid com cara de espanto e nojo e Walter com cara de “Que fiz de errado?”

3. Peter, seu tolinho

Peter pode até ser espertalhão, mas está muito aquém (andei lendo o dicionário, oi?) de seu pai. Não importa o que tente fazer, provavelmente Walter faz melhor, até mesmo quando se trata de fazer Peter bancar o bobo. Em um episódio em que luzes vermelhas e verdes hipnotizavam quem as olhasse por muito tempo, Peter sentiu na pele o preço de ser incrédulo (já disse que eu li o dicionário?), afinal ele não acreditava que essas luzes pudessem causar tal efeito e Walter provou estar certo hipnotizando-o e cortando as mangas de sua blusa. Em outro da segunda temporada, Peter dá ordens claras para Walter esperar até ele chegar para poderem investigar juntos o que estava acontecendo na “cidade dos deformados”, mas Walter, muito sacana, conta pra Astrid que Peter pediu para que eles fossem na frente. Espertinho ele, né?

2. Como é mesmo seu nome?

A gente pode até dar um desconto por ele ter saído recentemente do hospício e estar meio gagá, mas que as trocas de nome que ele faz são divertidas, isso sim! A maior vítima dele é Astrid, que já foi chamada de Asterix, Aspirina, Asteróide e Asterísco! A coitada faz até carão para cada apelido novo que Walter lhe dá. Além de nomes, ele troca a definição de coisas muito importantes. Em um episódio, ele se referiu a vagina como vagenda. Nome interessante para um órgão tão particular…

1. Criança interna

Há momentos em Fringe em que Walter liberta seu lado mais infantíl. A irônia fica para os momentos nos quais ele precisa estar focado na investigação. Quer um exemplo: no começo da primeira temporada, Walter surgia tomando um delicioso milk shake enquanto analisava cadáveres. A ideia deve ter dado tão certo que ele surgiu em outros episódios ostentando uma delicia gelada. Walter também se anima quando lhe permitem fazer coisas pouco ortodoxas. Certa vez, o cientísta saiu em disparada até Peter, como se fosse uma coisa muito séria e urgente. E então ela solta um “Peter, eles deixaram eu ir no banco de trás com o cadáver! Posso ir no banco de trás com o cadáver?” Se isso não é fofura, não sei o que é então.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!