Falling Skies 3×02 — Collateral Damage

Um bebê não sabe que aconteceu um apocalipse e que estamos em guerra, que pessoas morrem toda hora. Para um bebê, tudo é lindo e maravilhoso. Se sente emocionada somente de estar viva.” — Lourdes

Enquanto o primeiro episódio da estréia ficou por conta de recolocar o espectador em dia com a trama e os personagens, o segundo veio para mostrar umas diferentes facetas que eles vão tomar agora. Além de minar um pouco a fé de que os Volms podem ser a salvação dos humanos nesta guerra.

Matt parece que vai ser um dos grandes destaques da temporada, com toda a dualidade entre crescer ou ser criança. Ele chegou em uma idade estranha, entrando na adolescência e querendo correr diversos riscos, tentar ser gente grande, mas ainda sente falta de toda a proteção familiar. Não foi bem explorado exceto em uma pequena cena, mas ele está quase abandonado pelo pai, que precisa comandar tudo e a todos. O pequeno está carente e sente falta do contato familiar, não é a toa que ele se arrepende do que disse à Anne e pede para poder chamar ela de mãe.

O pai ao fim nota isso, sabe que está distante e já resolve o assunto logo de cara, prometendo mais presença. É ver se ele cumprirá agora. Isso ainda pode ser bem explorado, mas tomara que o personagem não vire um adolescente revoltado, desse tipo creio que todos já estão saturados.

Falling Skies 3x02

Tom definitivamente sofreu sérias mudanças no poder. Enquanto ele ainda é um soldado que jamais abandona, ao mesmo ele toma uma personalidade maquiavélica. O fim para ele importou mais que os meios, seu plano mirabolante funcionou: usar seus próprios soldados como isca para atingir o reator. Não tem como negar, Tom foi mais do que esperto neste plano, mas a que custo? Soldados foram abatidos, esse é o preço de uma guerra. Mas essa guerra aproxima pessoas, são amigos ou familiares. Enquanto para quem comanda foi menos um soldado, para outros foi perder um amigo.

Por mais que ele sinta a perda de Lars, ele aceita o fato de que perdeu um soldado e segue em frente. Claro que isso é necessário, não podem parar, mas a atitude de Tom foi bem fria. Mas, ainda é cedo pra afirmar que Tom agora é assim ou se isso vai se tornar um dos pontos do personagem a ser explorado nesta temporada, mas não deixa de ser algo interessante de ver o personagem lidar.

Weaver é o exemplo de um bom soldado. Ele tem sua opinião mas antes de tudo ele acredita na causa e porque luta. Ele jamais questiona a decisão de Tom de usá-lo como isca para o plano funcionar, ele entende, mas expressou um descontentamento com o fato. Ele era assim e Tom sempre foi sua bússula moral, quem indicava o caminho mais correto. Agora que Tom tomou o mesmo caminho que ele, o que fazer? Deixar de apoiar seu líder e amigo? Pelo jeito, logo menos, veremos o antigo papel deles se inverterem. Além disso, ele sempre é o primeiro a desconfiar dos Volms, com certa razão. A ajuda dos novos aliens é boa demais para ser verdade e sempre fica um pé atrás.

Anne sente-se um pouco deslocada após o parto, mais ainda pelo o que a Alexis demonstra. Já dizer “mamãe” em uma semana de vida deixa qualquer um louco, verdade. Mas é parte de uma ilusão ou esse bebê realmente foi afetado por algo? E controle que Karen tem sobre Hal? Essas vão ficar para os próximos episódios, com certeza.

Após a estréia de sucesso, esse episódio só manteve o nível. Claro, é apenas o começo da temporada, então nada de muito grandioso além de estabelecer as bases do que está por vir.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Será que a Elsa se assumiu lésbica cantando e ninguém percebeu?

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

Viajamos no verdadeiro trem do Harry Potter! Na vira real!!! Veja como foi a experiência neste vídeo.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER